sábado, 9 de junho de 2012

SÚPLICA ALVINEGRA.


JogadaJogada
CEARÁ.

Sedento pela 1ª vitória na Série B, PC Gusmão faz sete alterações no time para superar o ABC/RN no PV

Tudo que o Ceará precisa na Série B, agora, é da primeira vitória. Ela daria um fim ao clima de incerteza que assola diretoria, técnico e jogadores sobre o futuro do time na competição nacional, já nebuloso com a vice-lanterna e apenas um ponto conquistado em 12 disputados.


Apodi tem retorno garantido ao time do Ceará contra o ABC, na noite deste sábado Foto: WALESKA SANTIAGO

Assim, superar o ABC/RN, hoje, às 21h, no PV, daria maior tranquilidade e confiança para o técnico PC Gusmão comandar uma reação, freada há pelo três rodadas na competição.

A vexatória situação do Alvinegro no campeonato surpreendeu negativamente o técnico PC Gusmão, que já tem mostrado descontentamento com alguns de seus jogadores.

Para o treinador, muitos não têm o perfil e o comprometimento compatível com sua filosofia de trabalho, que consiste na entrega em campo e na marcação cerrada. Com isso, o técnico busca a todo custo achar jogadores que deem um mínimo padrão ao time nessa Série B.

A prova disso se deu diante das sucessivas mudanças nos três treinamentos que comandou durante esta semana, utilizando 18 jogadores diferentes na equipe titular.

Troca-troca

Os setores mais alterados foram a defesa, com quatro zagueiros testados (Thiego, Vitor Hugo, Daniel Marques e Luizão), e o meio campo, com quatro volantes avaliados (Robston, Tinga, Jardel e Everton). As outras posições modificadas foram a lateral esquerda (Eusébio e Geovane se revezaram), e o ataque (com Romário, Misael e Itamar também alternando como postulantes a companheiro de Mota).

Mais do que a quantidade de jogadores utilizados, chamou a atenção o perde e ganha de espaço dentro do time, não importando se o atleta acabou de chegar ao clube, como Robston e Jardel, ou andavam esquecidos, como Everton, que foi sacado ainda no Estadual e retorna ao time após jogos sequer integrar o banco de reservas no Brasileiro.

Na contramão da história, o volante Heleno e o lateral-esquerdo Márcio Careca sequer foram relacionados.

O primeiro, que já amargava a reserva desde a partida na 3ª rodada contra o Goiás, caiu em desgraça com o técnico após contestar seu posicionamento em campo. Já Márcio Careca deixou o time titular pelo acúmulo de atuações ruins.

E o time?

Com tantas mudanças em tão pouco tempo, não é tarefa simples cravar o time que PC colocará em campo. Mas a tendência é que ele repita a formação que escalou no último treinamento realizado em Porangabuçu.

Fernando Henrique, recuperado de lesão, volta ao gol. Na lateral-direita, Apodi, também livre de contusão, retorna. Na zaga, Luizão ganha a vaga de Vitor Hugo e Daniel Marques, talvez a maior surpresa, deve voltar ao time com a lesão de Thiego, com dores no joelho. Na lateral esquerda, Eusébio e Geovane foram testados, mas o primeiro terminou o treino entre os titulares e tem mais chance de jogar.

No meio, Everton, Jardel e Robston foi o trio de volantes que mais agradou ao técnico, liberando o único meia do time, Rogerinho, para criar as jogadas.

Já na parte ofensiva, Romário, recuperado de lesão, deve fazer dupla com Mota.fonte:DN/camocim belo mar blog
.