sexta-feira, 7 de junho de 2013

JUÍZA É ASSASSINADA DENTRO DE FÓRUM EM CIDADE DE MATO GROSSO.


Suspeito do crime é o ex-marido da vítima que encontra-se foragido.
Crime ocorreu por volta de 11h desta sexta-feira (7), em Alto Taquari.

Do G1 MT

  •  
Juíza Glauciane Chaves de Melo (Foto: Assessoria/TJMT)Juíza Glauciane Chaves de Melo foi morta a tiros
nesta sexta-feira (Foto: Assessoria/TJMT)
A juíza Glauciane Chaves de Melo foi morta a tiros por volta das 11h desta sexta-feira (7) durante horário de expediente no interior do Fórum da Comarca de Alto Taquari, a 509 km de Cuiabá. A Polícia Militar informou que o suspeito do crime é o ex-marido dela. Ele teria entrado no local, efetuado disparos contra a magistrada e fugido, em seguida. A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada a um hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
A polícia informou que está fazendo buscas na região na tentativa de localizar o suspeito do crime. No entanto, até as 12h desta sexta-feira, ele ainda não havia sido preso. Por conta do crime, o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), Orlando Perri, informou, por meio de nota, que irá até o município para acompanhar de perto o caso.

ANTROPÓLOGA MARTA AZEVEDO DEIXA PRESIDÊNCIA DA FUNAI.


Saída ocorre após morte de indígena em MS e protestos em Brasília.
Marta Azevedo alegou motivo de saúde; interina assumirá na segunda.

 
Marta Azevedo em imagem de abril, durante cerimônia de criação do Comitê Gestor da Política de Terras Indígenas, em Brasília (Foto: Elza Fiúza / Agência Brasil)Marta Azevedo, durante cerimônia de criação do
Comitê Gestor da Política de Terras Indígenas,
em abril (Foto: Elza Fiúza / Agência Brasil)
A presidente da Fundação Nacional do Índio, Marta Maria do Amaral Azevedo, deixou o cargo nesta sexta-feira (7), segundo informou a assessoria de imprensa do órgão. A saída ocorre uma semana após a morte de um índio terena durante uma conflituosa reintegração de posse em Mato Grosso do Sul e em meio a protestos de indígenas em Brasília contra a instalação de usinas hidrelétricas.
Segundo o Ministério da Justiça, ao qual a Funai é subordinada, Azevedo pediu demissão alegando motivos de saúde. Nomeada pela presidente Dilma Rousseff em abril do ano passado, a antropóloga foi a primeira mulher a dirigir a Funai, responsável pelos estudos para a demarcação de terras indígenas.
A carta de exoneração foi entregue ao ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo. A Funai informou que assumirá o cargo interinamente, a partir de segunda-feira (10), Maria Augusta Boulitreau Assirati, que é diretora de Promoção ao Desensenvolvimento Sustentável.
Em nota, o Ministério da Justiça disse que desde abril Azevedo tem passado por "sucessivos afastamentos" e agora deixa o cargo "para poder cuidar de seu tratamento". "O ministro da Justiça [José Eduardo Cardozo] agradece a colaboração, o empenho e a dedicação da antropóloga, cuja respeitabilidade acadêmica e indigenista engrandeceu a Funai. Marta Maria Azevedo continuará dando sua contribuição ao país e à causa indígena, colaborando com o Ministério da Justiça", diz o comunicado.

PAI DENUNCIA SEQUESTRO DE BEBÊ DE UM MÊS EM CLINICA DE FORTALEZA-CE.

Segundo pai, mulher que cuidava do bebê há uma semana levou a criança.
Funcionários da clínica onde bebê sumiu não quiseram se pronunciar.

imagens cedida pelo google (inlustrativo).
O pai de um de bebê de um mês denunciou na tarde desta sexta-feira (7) o sumiço da criança em uma clínica em Fortaleza. O boletim de ocorrência foi feito na Delegacia da Criança e do Adolescente de Fortaleza. Segundo Francisco William, o pai da criança, o bebê foi levado por um mulher chamada Carla, que se dizia enfermeira e cuidava do bebê há uma semana.“Ela [Carla] foi apresentada a gente por uma vizinha, que disse que sabia cuidar das crianças. Nós estávamos no segundo andar da clínica, quando a enfermeira pediu o bebê para cuidar dele lá embaixo. Quando minha esposa desceu, o bebê já havia sumido”, relata o pai. "Nós ficamos assustados, minha mulher ficou sem chão", relata.

CRIMINOSOS VIRTUAIS AGEM EM CAMOCIM ATRAVÉS DE BLOG ANÔNIMOS.


A Justiça brasileira tem sido acionada para que servidores de hospedagem de blogs revelem identidade de usuários anônimos que se utilizam da ferramenta para cometer crimes diversos na internet. Muitos internautas têm amargado sentenças judiciais pesadas por terem acreditado que ficariam impunes e protegidos por pseudônimos eternamente ou até enjoarem da brincadeira. Não é novidade o número de blogueiros esparramados pelo país, que mantém um blog anônimo, e o fazem com a falsa ideia de assim poder expor os maiores impropérios contra pessoas, empresas, políticos e até mesmo com atos criminosos de plágio, reprodução de conteúdo protegido por Diretos Autorais, enfim, sem sofrerem nenhum tipo de sanção. Ledo engano! 

SANTANA DO CARIRI-CE:MULHER É MORTA A PAULADAS E ENTERRADA EM COVA RASA,VEJA VÍDEO.


Sete anos após o primeiro homicídio, o agricultor Vicente Paulo da Silva, de 39 anos, morador do Sítio Guritiba no município de Santana do Cariri, voltou a matar outra mulher. Dessa vez, Maria de Lurdes Rodrigues de Sales, de 44 anos, que residia na Rua José Mario de Brito (Parque Grangeiro) em Crato. O corpo dela foi encontrado por populares às 07h30min naquela localidade rural de Santana. A primeira foi a pedradas e, esta, a pauladas.