sábado, 24 de março de 2012

GEOGRAFIA -RESPONDA AS PERGUNTAS.



 27 DE MARÇO
ATIVIDADE DE REVISÃO
1.CONTE AS TRIBOS INDÍGENAS DO CEARÁ.VEJA O MAPA DA PÁGINA 12.
2.DEFINA:PREFEITO
3.VEREADOR
4.JUIZ-PÁGINA 15
5.CITE OS PAÍSES MAIS EXTENSOS DO MUNDO:
6.DEFINA OS PODERES INSTITUCIONAIS.16
7.CITE OS GRUPOS REMANESCENTES.17
8.CITE O NOME DAS CAPITANIAS HEREDITÁRIAS:
9.ATIVIDADES ECONÔMICAS DO SÉCULO XIX:
10.CITE OS TRATADOS DE FRONTEIRAS:21
11.TERRITÓRIOS QUE SE TORNARAM ESTADOS:22
12.FALE DA DIVISÃO DE MATO GROSSO.
13.FALE DA DIVISÃO DE GOIÁS.
14.DEFINA CONCURSO PÚBLICO:
15.DISTRITO E EMBATE:25
16.EXPROPRIADA E PLEBISCITO:
17.QUARUP E TITULAÇÃO:
18.FALE DO CARIRI:
19.FALE DO NORDESTE:
20.FALE DAS IMAGENS.35
NA SEGUNDA ELABORAÇÃO DAS PERGUNTAS ORAIS.
1.DEFINA ANTROPOCENTRISMO.22
2.CRISTIANISMO:
3.ISLAMISMO;
4.MANUTATURA:
5.TEOCÊNTRICA
6.FALE DA PROJEÇÃO DE MERCATOR:12
7.FALE DA PROJEÇÃO DE PETERS:18
8.PROJEÇÃO PLANA:18
9.PROJEÇÃO CÔNICA:
10.CITE AS TEORIAS DA DERIVA DOS CONTINENTES:
11.CITE OS DOMÍNIOS NATURAIS:31
12.FALE DOS DOMÍNIOS NATURAIS:32
13.NAS LATITUDES MAIS BAIXAS:
14.FALE DA PREDOMINÂNCIA DOS CLIMAS EQUATORIAL E TROPICAL.
15.NA ÁREA TROPICAL:
16.A MAIOR ÁREA DE SAVANA DO MUNDO:
17.FALE DO CERRADO NO BRASIL:
18.FALE DO EPISÓDIO DE XAPURI:
19.O DOMÍNIO TEMPERADO:
20.AS FLORESTAS TEMPERADAS:
fonte camocim -ce/camocim belo mar blog

CONCURSO PÚBLICO DE CAMOCIM CEARÁ.


Prefeitura de Camocim



A Prefeitura de Camocim, Estado do Ceará,  no uso de suas atribuições legais,
considerando o disposto no item 4.1 do Edital do Concurso Público Nº 001/2012, torna público
para o conhecimento dos interessados que as provas serão realizadas nas seguintes datas e
horários:
1. Datas e horáriosde inicio das provas e os respectivos cargos:
Data
Horário de Inicio 
das Provas
Cargo(s)
1º/04/2012 9:00 hs 
Vigia e Merendeira
1º/04/2012 14:30 hs
Auxiliar de Serviços Gerais, Motorista I, Motorista II
15/04/2012 09:00 hs 
Auxiliar de Odontologia, Guarda Municipal, Auxiliar
Administrativo, Agente Comunitário de Saúde de Saúde, Agente
de Endemias
15/04/2012 14:30 HS
Agente de Trânsito, Agente Administrativo, Técnico de
Enfermagem, Fiscal de Vigilância Sanitária, Técnico em Higiene
Bucal, Técnico em Prótese Dentária, Clarinetista, Contrabaxista,
Euphonista, Saxofonista (Tenor), Percurcionista, Saxofonista
(Alto), Flautista (Flauta Transversal), Trombonista (Trombone de
Vara),Trompetista, Trompista (Saxhorn mibemol), Monitor de
Percussão, Monitor de Flauta, Monitor de Teclado, Monitor de
Violão, Monitor de Violino, Professor de Educação Básica I, 
Dentista-Cirurgião, Dentista- Endodontia, Dentista-Paciente 
Especial, Dentista Periodontia, Dentista PSF, Enfermeiro,
Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico Auditor, Médico - PSF, 
Médico Psiquiatra, Nutricionista,Terapeuta Ocupacional,
Assistente Social, Psicólogo, Professor de Educação Básica II
Ciências, Educação Física, Geografia, História, Inglês,
Matemática,  Bibliotecário,  Professor de Educação Básica II
Português
  O horário de que trata o item 1 é o limite para ingresso no local das provas, não se admitindo outro, 
em hipótese  nenhuma.
1.1. A prova terá 3 (três) horas de duração.
http://www.consep-pi.com.br/images/arquivos/camocim/concam.pdf
VEJA A CONCORRÊNCIA NESTE LINK.fonte consep/camocim belo mar blog

PM FLAGRA DETENTO COM MACONHA NA CADEIA PÚBLICIA DE CAMOCIM CEARÁ.


Na noite de sexta-feira (23), por volta das 18h00, policiais da guarnição da cadeia pública de Camocim flagraram um detento que cumpre pena no regime semi-aberto com uma pequena quantidade de maconha.
O detento Antonio Pereira, 28 anos, que se apresentava para passar mais um final de semana naquela cadeia, aparentou bastante nervosismo na hora de ser revistado pelos policiais.


Desconfiados, os PM’s realizaram uma busca minuciosa nos seus pertences e encontraram por dentro de uma sandália havainas uma pequena quantidade de maconha.
Indagado sobre a droga, o detento confessou ser usuário e que era a primeira vez que tentava entrar com a “Eva”.
O acusado foi conduzido para a delegacia e enquadrado no artigo 28 da Lei 11343/06 (porte ilegal de droga).  

fonte CAMOCIM POLÍCIA 24hs/camocim belo mar blog 

COMUNIDADE DE BURITI RECEBE ESCOLA TOTALMENTE REFORMADA.



O Prefeito Chico Vaulino inaugura neste sábado à tarde na localidade de Buriti, distrito de Guriú, a reforma da  Escola de Ensino Fundamental Francisco Benedito dos Santos.
 Entre as melhorias feitas no prédio escolar estão a construção de um laboratório de informática e uma biblioteca, climatizados, uma sala para alunos especiais, novos banheiros com adaptações para alunos especiais e a reforma do teto. A comunidade estudantil também ganhou um ônibus escolar 0km para transportar os alunos.
Durante a solenidade serão exibidas em data show fotos da escola  antes e após a reconstrução. 
fonte
Denílson Siqueira/camocim belo mar blog

VELÓRIO DE CHICO ANYSIO É ABERTO AO PÚBLICO,NO RIO DE JANEIRO.

Pela manhã, familiares e amigos foram ao Theatro Municipal se despedir. .
Humorista de 80 anos morreu na sexta (23) de falência múltipla dos órgãos.

José Raphael Berrêdo e Janaína Carvalho Do G1 RJ
9 comentários
Theatro Municipal (Foto: José Raphael Bêrredo/jG1)Theatro Municipal, no Centro do Rio
(Foto: José Raphael Bêrredo/jG1)
Fãs do humorista Chico Anysio, que morreu na sexta-feira (23), no Rio de Janeiro, aos 80 anos, chegaram cedo para acompanhar o velório do humorista, neste sábado (24), no Theatro Municipal, no Centro do Rio. A concentração aumentou a partir das 12h, horário inicialmente divulgado para a abertura dos portões, e centenas de pessoas se acumularam na calçada, em meio a fotógrafos e jornalistas. Às13h30, o público finalmente pôde entrar.
O humorista faleceu no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul, onde estava internado havia três meses. Ele teve uma parada cardiorrespiratória, causada por falência múltipla dos órgãos, decorrente de choque séptico causado por infecção pulmonar.

Durante a manhã, enquanto alguns se espremiam atrás dos famosos que foram prestar solidariedade a Chico, e das câmeras de televisão, outros se posicionavam na entrada principal, para guardar lugar entre os primeiros da fila.
A aposentada baiana Willene Silva Ramos chegou às 10h30 para garantir a despedida. “É minha última homenagem ao grande humorista do Brasil. Ele era completo, criava os próprios personagens. Adoro o Professor Raimundo”, disse. “É uma tristeza pela perda, mas em se tratando da despedida de Chico Anysio, tem que ter alegria”, explicou.
A espera de mais de três horas de Willene foi para apenas 20 segundos dentro do teatro. Assim como os demais, entrou por uma porta, viu Chico dentro do caixão aberto e saiu pela porta ao lado, sem poder fotografar. "Queria cumprimentar os familiares, mas não deu. O Chico está com uma cara bem serena, bem tranquila", contou.
Anets dela, o pedreiro Vilson de Souza foi o primeiro fã a entrar. Na fila desde 9h, ele foi aplaudido pelo público na fila, assim como os sósias de Tiririca e Roberto Carlos.
Morador do Rio há 20 anos, o cearense Francisco Juciano Galdino, de 39 anos, esteve no Centro para ver Chico Anysio. Com o filho Gabriel de 2 anos no colo e a esposa Lindalva Araújo, ele falou que o humorista vai fazer falta. "Chico deixou as sementes no humor. Hoje você vê ótimos humoristas e ele foi o que começou tudo isso. Vim aqui com a minha família para ter essa última recordação", disse vestido com a camisa do Vasco para homenagear o artista.

Familiares e amigos
Pela manhã, os atores Bruno Mazzeo e Nizo Neto, filhos do humorista, foram os primeiros a chegar ao local. Também prestaram as últimas homenagens o irmão do humorista, o diretor Zelito Viana; os sobrinhos, o ator Marcos Palmeira e a diretora Cininha de Paula, sua filha, a atriz Maria Maya; as atrizes Marília Pêra, Glória Pires, Natália Thimberg, Arlete Salles, Ana Furtado e Juliana Didone; os atores Emilio Orciollo Neto, Tim Resvala, Marcos Veras, Marcius Melhem, Leandro Hassum, Marcelo Madureira, Hélio de La Peña, Tom Cavalcanti, o cantor Elymar Santos e os diretores Daniel Filho e Boninho, e o governador Sérgio Cabral, entre outros.
"Ele (Chico Anysio) e Paulo Autran foram dois gênios da arte de interpretar, que se foram. Achava impressionante a capacidade dele de fazer tudo. Tinha uma linda voz e escrevia, atuava, dirigia, pintava e compunha. Ele foi um gênio realmente, ele foi um Chaplin. Agora, com a morte dele, que vamos ter a real dimensão do que é Chico Anysio. Ele era extremamente generoso, um homem escondido atrás de um mau humor, que na verdade era uma casca para se defender de algumas pessoas que não tinham noção da delicadeza dele", disse a atriz Marília Pêra.
A ex-ministra Zélia Cardoso de Mello e os dois filhos que teve com Chico Anysio chegaram por volta das 12h20 ao Theatro Municipal. A família, que mora em Nova York, desembarcou no Rio na manhã deste sábado e seguiu direto para o velório. Os três entraram pela entrada principal e não quiseram falar com a imprensa.
Alcione Mazzeo e Sílvia Bandeira (Foto: José Raphael Bêrredo e Janaína Carvalho/G1)Muito emocionada, a ex-mulher de Chico, Alcione
Mazzeo, diz que ele lutou muito pela vida
(Foto: José Raphael Bêrredo e Janaína Carvalho/G1)
Também ex-mulher de Chico, Alcione Mazzeo, chegou bastante emocionada ao velório. "O país fica mais pobre, o humor e a gente. A lembrança que ele deixa é ter lutado pela vida e ter dado alegria a todo mundo. Ele foi um dos melhores atores do país e o maior humorista do mundo. Não tem uma pessoa que tenha feito tantos personagens como ele", disse a ex-mulher enfatizando o quanto ele lutou pela vida.
"Até o final ele lutava, quando já ia de cadeira de rodas gravar, mas ele ia cheio de projetos".
Já a atriz Glória Pires disse que não há palavras para expressar a perda. "O trabalho do próprio Chico fala por si só. A obra dela diz mais do que qualquer outra coisa. Vamos usar o Youtube para vê-lo e matar a saudade", comentou a atriz, filha do humorista Antônio Carlos, que durante muitos anos trabalhou com Chico.
"Ele e um gênio que vai ficar para sempre. Os personagens e a história dele vão ficar para sempre. Tenho milhões de lembranças dele. Na minha infância gostava do Azambuja. Ele se transformava de cara limpa", comentou o diretor Boninho, que chegou acompanhado da mulher, a atriz e apresentadora Ana Furtado.
O governador Sérgio Cabral chegou por volta das 13h ao Theatro Municipal. Na saída, ele falou com a imprensa. "Ele foi um gênio do humor, um dos grandes humoristas do Brasil e do planeta", citando entre seus persongens preferidos Alberto Roberto e Professor Raimundo. "Ele misturava os novos e velhos artistas de uma forma muito generosa. Queria agradecer Carla Camuratti por ter aberto o Theatro Municipal antes da temporada. Foi um esforço muito grande, mas justificado", ressaltou o governador.
Cremação
Segundo advogado Paulo César Pimpa, o corpo de Chico Anysio será cremado às 13h no domingo (25), no Cemitério do Caju, na Zona Portuária do Rio. Chico deixou um testamento e pediu que metade de suas cinzas fossem levadas para Maranguape, a cidade onde nasceu no Ceará, e outra metade para o Projac.
Pimpa trabalhava para Chico há 15 anos. Ele comentou as últimas internações do ator. “Foi muito triste. É uma angústia. O Chico é um guerreiro”, falou.
Ao longo de seus 65 anos de carreira, o cearense Chico Anysio criou mais de 200 personagens e foi um dos maiores humoristas do Brasil com destaque no rádio, na TV, no cinema e no teatro.
Além de se dedicar ao humor, Chico também foi artista plástico. Apaixonado pela pintura, retratou paisagens ao redor do mundo a partir de fotografias que tirava dos países que visitava. Realizou exposições de seus quadros em diversas galerias do Brasil e chegou a afirmar que gostaria de ter dedicado mais tempo à atividade. Ele deixa oito filhos e completaria 81 anos no dia 12 de abril.
TwitterPoucos minutos após a divulgação da morte de Chico Anysio, o nome do humorista ficou em primeiro lugar no Trending Topics mundial - assuntos mais comentados -  do Twitter. Muitos famosos lamentaram a morte do comediante na rede social.
O bordão mais famoso do Professor Raimundo era repetido por Chico Anysio no fim do programa: 'e o salário, ó' (Foto: CGCom/TV Globo)O personagem mais famoso de Anysio foi o Professor Raimundo (Foto: CGCom/TV Globo).fonte G1 Rj/camocim belo mar blog

APÓS 7 ANOS, SAÚDE ESTUDA INCLUIR FERTILIZAÇÃO IN VITRO NO SUS EM 2012.

Medida havia sido aprovada em 2005, mas foi suspensa 4 meses depois.
Grupo de trabalho do Ministério da Saúde analisa impacto financeiro.

Amanda Rossi Do G1, em São Paulo
O Ministério da Saúde montou um grupo de trabalho para discutir a inclusão da fertilização in vitro na tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) ainda em 2012 -- sete anos depois da primeira portaria que determinava o atendimento para casais que precisassem do procedimento. Se a medida for aprovada, será a primeira vez que o governo federal vai bancar os custos da mais eficiente forma de engravidar para quem tem problemas de fertilidade -- um procedimento que pode custar até R$ 50 mil por tentativa em médicos particulares.
A fertilização in vitro é uma técnica de reprodução assistida onde óvulo e espermatozoide são fecundados em laboratório. Depois, o embrião é implantado diretamente no útero na mãe. A técnica tem mais sucesso que a inseminação artificial, mas também é mais cara. Em clínicas particulares, o custo de uma tentativa gira em torno de R$ 15 mil a R$ 20 mil, mas pode ir a R$ 50 mil. A chance de engravidar na primeira tentativa é de 30%, dependendo da idade da mulher.
O Ministério da Saúde confirmou a intenção de colocar o procedimento na tabela do SUS até o fim do ano, mas não quis dar detalhes sobre como e exatamente quando isso iria acontecer. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, preferiu não comentar a movimentação no Ministério sobre o assunto. Segundo a assessoria de imprensa da pasta, estão sendo discutidos quais seriam os impactos financeiros da medida e onde seria implantado o serviço.
'Botijão' usado para armazenar embriões congelados (Foto: Divulgação/Programa Alfa Reprodução Assistida)'Botijão' usado para armazenar embriões
congelados (Foto: Divulgação/Programa Alfa
Reprodução Assistida)
No início de março, o Ministério da Saúde anunciou que estava estudando colocar técnicas de "reprodução assistida" no SUS, sem especificar exatamente qual delas. Ao G1, a assessoria confirmou que uma das técnicas em estudo é a fertilização in vitro.
Atualmente, são oferecidos pelo SUS 31 procedimentos de reprodução humana assistida -- a maioria, exames preparatórios para tratamentos mais complexos, como a própria fertilização.

A coordenadora do Centro de Ensino e Pesquisa em Reprodução Assistida do Hospital Regional da Asa Sul, de Brasília, Rosaly Rulli, faz parte do grupo de trabalho do Ministério. “Não está sendo discutido nada além da fertilização in vitro. O ministério já tem vários programas para o restante [das áreas da reprodução humana assistida], só a fertilização que não tem”, diz ela.
“Tivemos a primeira reunião no final de fevereiro. Agora, há outra reunião marcada para abril. Estamos avançando”, conta. O hospital é referência em fertilização in vitro gratuita, com verbas do governo do Distrito Federal.
A primeira vez que surgiu a possibilidade de colocar a fertilização no SUS foi em março de 2005, quando o Ministério publicou uma portaria que determinava o oferecimento da fertilização pelo SUS a pessoas com dificuldade para ter filhos. Quatro meses depois, ela foi suspensa para a avaliação dos impactos financeiros.
“A grande dificuldade foi [a falta de] recursos. Esse é um tipo de tratamento que tem um custo elevado. Quando fomos debater a política com estados e municípios, houve um movimento muito forte que pontuou que isso não era prioridade”, lembra o senador Humberto Costa, que era ministro da Saúde em 2005, quando o programa foi lançado.
“Hoje há uma demanda cada vez maior da sociedade. Além disso, ao longo destes últimos anos, muitas coisas que eram consideradas prioridades já foram contempladas por recursos da área da saúde. Acredito que hoje não existiria o mesmo tipo de resistência [para a inclusão da fertilização in vitro no SUS]”, opina Costa.
Infográfico fertilização in vitro (Foto: G1)
Atualmente, existem pelo menos oito hospitais que realizam a fertilização in vitro de forma gratuita, custeada por secretarias estaduais de saúde e orçamentos próprios de universidades. De acordo com levantamento realizado pelo G1, cada ciclo de fertilização in vitro custa para os cofres públicos entre R$ 2,5 mil e R$ 12 mil, dependendo do hospital onde é realizado.
Hospitais
Uma das possibilidades para atendimento via SUS é reembolsar esses centros de reprodução assistida que já oferecem fertilização in vitro de forma gratuita. Espalhados por São Paulo, Brasília, Recife, Belo Horizonte e Porto Alegre, pelo menos oito hospitais realizam cerca de duas mil fertilizações por ano – enquanto a iniciativa privada realiza entre 25 e 30 mil, segundo a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida.
“Estou confiante de que a fertilização in vitro será incluída no SUS este ano. Acredito que o Ministério da Saúde vai repassar estes recursos, para que serviços que já estão estruturados passem a dar vazão à demanda”, afirma Luiz Henrique Gebrim, diretor do Hospital Pérola Byington, em São Paulo, referência nacional na fertilização in vitro na rede pública. O hospital acaba de ampliar a infraestrutura na expectativa de realizar mais procedimentos e também poderia, segundo Gebrim, contribuir com o treinamento de médicos de outros estados.
Onde fazer
Em alguns dos hospitais que já oferecem a fertilização in vitro na rede pública, todo o tratamento é gratuito. Na maioria, no entanto, o casal precisa custear medicamentos para estimular a ovulação e a maturação dos óvulos. Os gastos variam de R$ 3 a R$ 10 mil, segundo os centros de reprodução assistida que oferecem o serviço.
Para ter acesso ao tratamento, os casais precisam passar por uma série de exames que verifiquem que a fertilização in vitro é a única opção para ter filhos. O tempo de espera pode ser de anos. Segundo gestores de programas de fertilização ouvidos pelo G1, a inclusão da fertilização in vitro na tabela do SUS possibilitaria a ampliação de vagas e diminuiria o tempo na fila.
“O Hospital das Clínicas da UFMG há muitos anos se vira para oferecer o tratamento gratuitamente e temos uma fila muito grande. A única forma de aumentar [o número de ciclos de fertilização in vitro] seria com o financiamento do SUS”, diz Francisco de Assis Nunes Pereira, subcoordenador do laboratório de reprodução humana do HC da UFMG.
Veja abaixo informações sobre os hospitais que realizam fertilização in vitro na rede pública.
SÃO PAULO
Centro de Referência em Saúde da Mulher do Hospital Pérola Byington
Ciclos de fertilização realizados por ano: 300
Taxa de sucesso de gestação: 30%
Critérios para entrar na fila de espera: a mulher tem que ter produção de óvulos e o homem produção própria de espermatozóide; a mulher também tem que ter até 35 anos.
Características do atendimento: completamente gratuito.
Hospital Universitário de Ribeirão Preto
Ciclos de fertilização realizados por ano: 450
Taxa de sucesso de gestação: 30%
Critérios para entrar na fila de espera: ter avaliação básica e diagnóstico realizado na rede SUS; idades mais avançadas , pelo fato de ter menor resposta, não são priorizadas, em função da demanda.
Características do atendimento: a fertilização in vitro é gratuita, mas o paciente precisa comprar parte da medicação - o restante é fornecido pelo hospital.
Hospital Universitário da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)
Ciclos de fertilizações realizados por ano: 500
Taxa de sucesso de gestação: de 30 a 40%
Critérios para entrar na fila de espera: não há restrição de idade ou local de origem
Características do atendimento: a fertilização in vitro é gratuita, mas o paciente precisa comprar a medicação.
Hospital das Clínicas de São Paulo
Ciclos de fertilizações realizados por ano: 600
Taxa de sucesso de gestação: não informada.
Critérios para entrar na fila de espera: não informados.
Características do atendimento: não informados.
BRASÍLIA
Centro de Reprodução Assistida do Hospital Regional da Asa Sul (HRAS)
Ciclos de fertilização realizados por ano: 250
Taxa de sucesso de gestação: 32%
Critérios para entrar na fila de espera: encaminhamento de centros de saúde públicos que diagnosticaram necessidade de fertilização in vitro.
Características do atendimento: completamente gratuito.
RECIFE
Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP)
Ciclos de fertilização realizados por ano: 60
Taxa de sucesso de gestação: em torno de 35%
Critérios para entrar na fila de espera: não há restrição de idade ou local de origem; é analisada a reserva ovariana da paciente, ou seja, o que o ovário pode oferecer de óvulos.
Características do atendimento: completamente gratuito.
BELO HORIZONTE
Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Ciclos de fertilização realizados por ano: 220
Taxa de sucesso de gestação: de 10 a 50%
Critérios para entrar na fila de espera: encaminhamento da rede de saúde municipal de saúde pública de Belo Horizonte.
Características do atendimento: a fertilização in vitro é gratuita, mas o paciente precisa comprar a medicação.
PORTO ALEGRE
Hospital de Clínicas de Porto Alegre
Ciclos de fertilização realizados por ano: 250
Taxa de sucesso de gestação: 25 a 30%
Critérios para entrar na fila de espera: ter menos de 35 anos na chegada à fila de espera e não ser portador de doenças virais (hepatite B, C, HIV, HTLV I/II)
Características do atendimento: a fertilização in vitro é gratuita, mas o paciente precisa comprar a medicação.
Hospital Fêmina do Grupo Hospitalar Conceição
Ciclos de fertilização realizados por ano: primeira fertilização está prevista para maio de 2012 e a estimativa é realizar cerca de 120 ciclos por ano.
Critérios para entrar na fila de espera: serão definidos em março.
Características do atendimento: a fertilização in vitro será gratuita e o hospital está buscando formas de viabilizar a gratuidade dos medicamentos.

NO RIO DE JANEIRO 17 COMUNIDADES FAZEM NESTE DOMINGO SIMULADO PARA DIAS DE CHUVA FORTE.


Da Agência Brasil
Rio de Janeiro - Dezessete comunidades do Rio de Janeiro – localizadas em áreas de risco e com Sistema de Alerta e Alarme para chuvas fortes – vão fazer amanhã (25) o primeiro simulado do ano. O objetivo do exercício executado pela Defesa Civil do município é orientar a população sobre o que deverá ser feito quando as sirenes do aparelho forem acionadas. Nesta primeira fase, as ações serão concentradas nas áreas da zona norte e, posteriormente, na zona sul da capital fluminense.
De acordo com o subsecretário da Defesa Civil do Município, Márcio Mota, cerca de 450 pessoas – entre técnicos do órgão, agentes comunitários, do meio ambiente e voluntários – vão orientar moradores de mais de 1,6 mil residências sobre o acesso aos pontos seguros. Ele ressaltou a importância de a população adotar medidas preventivas antes de abandonar as casas.
"Em dias de chuvas forte, em que há um risco alto de deslizamento, as sirenes serão acionadas e as pessoas deverão seguir para um ponto de apoio. Porém, elas precisam seguir certos procedimentos como pegar objetos pessoais, se toma remédio controlado, levem seus remédios, lembrar de apagar a luz e fechar o gás", explicou.
Segundo o subsecretário, os moradores das áreas onde estão sendo instalados os equipamentos de alerta vão receber material educativo, como cartilhas, para orientá-los sobre o funcionamento do sistema. Mota destacou que a população tem cooperado com o novo sistema.
"Sendo um sistema novo para o órgão público, é muito mais novo para uma sociedade que não tem ainda desenvolvido o costume da prevenção. Mesmo assim, estamos fazendo reuniões, explicando a todos eles que o único objetivo das sirenes é salvar vidas. As pessoas estão entendendo bem", ressaltou.
Um mapeamento elaborado pela Fundação Instituto de Geotécnica do Município do Rio de Janeiro (Geo-Rio) considerou que mais de 35 comunidades e um total de 3.468 imóveis estão em áreas de risco e, com isso, receberam o equipamento. Em caso de ocorrência de chuvas, a comunicação é feita por meio de mensagens enviadas para o celular das lideranças locais.
Desde janeiro do ano passado, quando foi implantado o Sistema de Alerta e Alarme, cinco exercícios foram feitos em 66 comunidades beneficiadas com o equipamento. Desde então, 220 pontos de apoio foram pré-definidos pelos prefeitura, e 116 estações de sirenes auxiliaram mais de 16 mil famílias.
Edição: Talita Cavalcante/camocim belo mar blog

CEARÁ REGISTRA 18 NOVOS CASOS DE GREPE A, DIZ SECRETARIA DE SAÚDE.

No total, Ceará tem 32 casos da doença registrados neste ano, diz Sesa.
Secretaria da Saúde destaca que casos não são motivo para alarde.

Do G1 CE
Em uma semana, o número de casos suspeitos de gripe A no Ceará aumento de 14 para 32, segundo boletim da Secretaria de Saúde do Ceará divulgado nesta sexta-feira (23). Ainda de acordo com a secretaria, em 53 casos suspeitos foram descartada a possibilidade da doença e outros cinco casos aguardam exame laboratorial que pode confirmar ou não a gripe A.
Conforme a Secretaria da Saúde do Ceará, os casos continuam concentrados em Fortaleza em Beberibe, litoral do Ceará. A capital cearense registra 17 casos da doença e Beberibe, 15. Outros dois óbitos foram confirmados pela secretaria, um em cada cidade, na semana passada.
A secretaria diz que gestantes, crianças e idosos estão na faixa de risco de contrair a doença, mas ressalta que não "causo de alarde" no estado. Dos 32 casos da doença, três são em gestantes. Os médicos recomendam limpeza das mãos com álcool em gel, alimentação saudável e regular para reduzir a chance de contrair a doença.
Em 2011, o Ceará registrou um princípio de surto de gripe A, concentrado na cidade de Pedra Branca, interior do estado. Para a Secretaria da Saúde, o número de casos registrados neste ano não se configura como surto.
tópicos:

PARA FAMÍLIAS,SALDO DA SEMANA DE MOBILIZAÇÃO PELO SÍNDROME DE DOWN É POSITIVO.


Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil


Brasília – Como parte das comemorações do Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado esta semana no dia 21 (quarta-feira), cerca de 30 crianças se reuniram hoje (24) para um piquenique no Zoológico de Brasília. Para as famílias, o resultado da semana de mobilização é positivo. Diretora do programa Ápice Down, Nádia Quadros, avalia que nos últimos anos houve um salto “muito qualitativo” na garantia de direitos dos portadores da síndrome.
“Cada vez mais o Down se empodera e se torna protagonista de sua própria história. Com isso, a sociedade acredita e eles ganham mais espaço”, diz.
Ela acredita que o avanço da inclusão na sociedade tem sido mais fácil porque agora existem pais que são representantes políticos, como o deputado federal Romário (PSB-RJ), que tem uma filha portadora da síndrome.
Mãe de Lia Luiza, de 6 anos, Lourdes Lima aposta que eventos como o piquenique são importantes para desconstruir alguns mitos que existem em torno da síndrome e assim acelerar o processo de inclusão.
“É interessante que a gente tenha essa visibilidade porque a gente mostra que são pessoas comuns, crianças que gostam de brincar como qualquer outra. Nos últimos seis anos [idade de Lia] posso dizer que muitas coisas mudaram. É importante essa parceria com os veículos de comunicação nessa divulgação porque a partir do momento que você conhece não discrimina, você respeita”, diz Lourdes, que também é presidente da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down.
Além de divulgar informações e dar visibilidade à causa, esses eventos também são importantes porque permitem uma interação maior entre as famílias. Ainda estão previstos para amanhã (25), em Brasília, uma caminhada no Parque da Cidade e um desfile de crianças e jovens portadores da síndrome.
“Nesses encontros, a família vê que não está sozinha. Você termina aprendendo porque há crianças de todas as idades e de repente uma família já passou por uma fase que você está vivendo e há uma troca de conhecimento. As pessoas ficam mais felizes e seguras”, diz Lourdes.

Edição: Lílian Beraldo/camocim belo mar blog

O GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ DECRETA LUTO DE 3 DIAS PELO A MORTE DE CHICO ANYSIO.

Pelo twitter, Cid Gomes afirmou se solidarizar com a família do humorista.
Chico Anysio morreu nesta sexta-feira (23) em hospital do Rio de Janeiro.

Do G1 CE
Comente agora
O governador do Ceará, Cid Gomes, decretou luto de três dias no estado pela morte do humorista cearense Chico Anysio. "O Governo do Estado do Ceará se solidariza com a família do grande artista Chico Anysio, símbolo e porta-voz da alegria cearense", disse por meio do perfil oficial do governo no twitter.
Chico Anysio morreu nesta sexta-feira (23), aos 80 anos. Ele estava internado no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio, havia três meses. Ao longo de seus 65 anos de carreira, Chico Anysio criou mais de 200 personagens e foi um dos maiores humoristas do Brasil com destaque no rádio, na TV, no cinema e no teatro (abaixo, nesta reportagem, relembre sua trajetória). Ele deixa oito filhos e completaria 81 anos no dia 12 de abril.
Caçula de oito irmãos, Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho nasceu no dia 12 de abril de 1931, no município de Maranguape, no Ceará. A cidade constantemente era citada de forma saudosa pelo humorista – seu personagem mais popular, o Professor Raymundo, era de lá.

“Maranguape, cidade de que tanto falo, representa uma grande saudade. Foi um pequeno paraíso, o Éden da minha infância durante gloriosos anos. Foi lá que aprendi a ler sozinho”, escreveu o humorista em seu site oficial.
saiba mais

VELÓRIO DE CHICO ANYSIO SERÁ ABERTO AO PÚLBLICO E FÃS.


Corpo do ator será velado o Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Morte de Chico Anysio comove o país / Roberto Filho e Philippe Lima/AgNews Morte de Chico Anysio comove o país Roberto Filho e Philippe Lima/AgNews O corpo de Chico Anysio será velado no Theatro Municipal, no centro do Rio de Janeiro. A entrada será aberta ao público a partir das 14h deste sábado, dia 24.

No domingo, dia 25, o humorista será cremado no cemitério do Caju, na Zona Portuária do Rio, em uma cerimônia restrita à família e aos amigos mais próximos.

Chico Anysio morreu na tarde desta sexta-feira, às 14h52, no Hospital Samaritano, em Botafogo. Segundo boletim médico divulgado pela assessoria de imprensa do local, ele não resistiu a uma parada cardiorespiratória. A causa da morte foi falência múltipla dos órgãos decorrente de choque séptico causado por infecção pulmonar.

Em nota, o governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral lamentou a morte do humorista e decretou luto oficial de três dias pelo falecimento.

"Chico soube fazer com maestria e leveza a transição do rádio para a televisão. Divertiu e semeou para sempre este encanto a todos os brasileiros com os seus mais de 200 personagens", afirma o coumicado.

Leia abaixo o boletim médico emitido pelo Hospital Samaritano:

Nota de Falecimento – Paciente Francisco Anysio Paula Filho

Francisco Anysio Paula Filho faleceu hoje, dia 23 de março, às 14:52h, no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro, aos 80 anos. O paciente não resistiu a uma parada cardiorespiratória. O falecimento ocorreu por conta de falência múltipla dos órgãos decorrente de choque séptico causado por infecção pulmonar.

No dia 22 de dezembro de 2011, o paciente deu entrada no Hospital Samaritano com um quadro de hemorragia digestiva. Após alguns dias internado no CTI da unidade, Francisco Anysio Paula Filho apresentou, também, um quadro de pneumonia e passou a respirar com a ajuda de aparelhos durante quase todo o período que esteve internado.

No início de janeiro, Francisco Anysio Paula Filho, apresentou leve melhora na infecção pulmonar e os médicos iniciaram o processo de retirada do respirador.

No dia 14 de janeiro, o estado do paciente piorou e Francisco Anysio Paula Filho foi submetido a uma laparotomia exploradora (cirurgia abdominal para determinar os motivos do sangramento no intestino, retirando um segmento do intestino delgado que tinha sofrido uma perfuração por isquemia intestinal). No mesmo período, o paciente desenvolveu insuficiência renal passando a receber sessões de hemodiálise.

Em fevereiro, o paciente apresentava discreta melhora no quadro clínico e as sessões de hemodiálise foram suspensas, assim como a redução dos medicamentos para controlar a pressão arterial.

O paciente estava lúcido, permanecia algumas horas do dia sem ajuda do suporte mecânico para respirar e passava diariamente por sessões de fisioterapia respiratória e motora. No fim do mês, Francisco Anysio Paula Filho, foi diagnosticado com um novo quadro de pneumonia, passou a fazer uso de antibióticos e voltou a respirar com ajuda de aparelhos.

O paciente permaneceu com o mesmo quadro clínico até meados de março. No dia 21, o paciente apresentou piora no quadro cardiocirculatório com queda da pressão arterial e falência dos rins. Voltou a respirar com ajuda de aparelhos durante todo o dia e foi submetido a sessões de hemodiálise.

Luiz Alfredo Lamy
Clínico Geral Intensivista.fonte daredaçãoband/camocim belo mar blog

APÓS PESAR 100KG NA ADOLESCÊNCIA A EX-BBB 12 MONIQUE AMIN É ESTRELA DO PAPARAZZOZO.




A ex-BBB Monique Amin posou para o site Paparazzo do qual será estrela de um ensaio em breve.Monique foi eliminada do BBB 12 e nesta sexta-feira, 23, posou para seu primeiro ensaio sensual  pós confinamento no bairro de Santa Tereza, no Rio de Janeiro.Em entrevista ao Paparazzo a catarinense disse que não tem problemas em mostrar o corpo e falou sobre autoestima.
 


“Para mim é tudo novidade, mas estou tranquila. Não tenho vergonha de mostrar meu corpo”, Disse Monique ao Paparazzo.Monique que vivia reclamando de seu peso dentro da casa engordou5 kgno confinamento e preferiu não revelar seu peso atual, mas disse que acha que fica bem com68 kg. Monique revelou que chegou a pesar cem quilos e que na adolescência, foi chamada de “balofa”.“Não como direito desde que saí da casa, por nervosismo, ansiedade. Quando ia me imaginar no Paparazzo?” disse a bela Monique