domingo, 4 de outubro de 2015

REFUGIADOS FAZEM CAMPANHA DE SENSIBILIZAÇÃO EM SÃO PAULO.

Daniel Mello e Eliane Gonçalves – Repórteres da Agência Brasil
Refugiados do Benin e do Congo em São Paulo
O beninense Roberto Gédeon e o congolês Pitchou Luambo divulgam a campanha Refugiados, eu me importo, no Vale do Anhangabau, no centro da capital paulistaDaniel Mello/Agência Brasil





















Um grupo de refugiados lançou em São Paulo uma campanha para informar e sensibilizar a população sobre a situação dessas pessoas que deixam seus países de origem para escapar de perseguições ou violência. Entre as ações, está a venda de camisetas com a frase: Refugiados, eu me importo. A cada compra, o apoiador é convidado a posar ao lado de um dos estrangeiros para uma foto, que é postada na página do Facebook do grupo.
“Nós pensamos: 'Vamos sair um pouco da rede social. Porque não é todo mundo que está na rede social. Não é todo mundo que é seu amigo na rede social. Pegando a frase e estampando na camiseta, você vai sensibilizar milhares de pessoas”, diz o fundador do Grupo de Refugiados e Imigrantes Sem Teto (Grist), o advogado Pitchou Luambo, que veio há cinco anos para o Brasil da República Democrática do Congo.

GASTOS COM SUBSÍDIOS EXPLICAM MAIOR PARTE DO DÉFICIT PRIMÁRIO EM 2015.

Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil
Com déficit primário acumulado de R$ 14,01 bilhões nos oito primeiros meses do ano, o Governo Central (composto pelo Tesouro Nacional, 
pela Previdência Social e pelo Banco Central) enfrenta o desafio de equilibrar as contas públicas até o fim do ano. A maior parte do rombo, no entanto, não é explicada apenas pela queda na arrecadação, mas pelos gastos com subsídios, que subiram por causa do reconhecimento de dívidas de anos anteriores.
De acordo com o Tesouro Nacional, os gastos com subsídios e subvenções federais saltaram de R$ 6,108 bilhões de janeiro a agosto do ano passado para R$ 19,793 bilhões nos mesmos meses deste ano. A diferença, de R$ 13,685 bilhões, explica quase a totalidade do déficit primário – resultado negativo antes do pagamento dos juros da dívida pública – nas contas do Governo Central em 2015 e foi provocada pelo pagamento de dívidas a bancos oficiais.
Por meio dos subsídios e das subvenções, o Tesouro Nacional compensa os bancos públicos pelos juros inferiores às taxas de mercado oferecidos nos financiamentos oficiais. Em 2013, uma portaria do Ministério da Fazenda permitiu ao Tesouro adiar o pagamento de alguns subsídios por até 24 meses. Dessa forma, a maior parte dos subsídios pagos neste ano refere-se a operações realizadas em 2013.

CEARÁ: PMs RECEBERAM PROPINA DE TRAFICANTES INTERNACIONAIS.

A ocorrência que terminou em tiroteio entre policiais federais e militares elucidou a cobrança de suborno
A Polícia Federal (PF) concluiu que integrantes da quadrilha de tráfico internacional de drogas desarticulada pela 'Operação Cardume', na última terça-feira, pagaram propina a quatro policias militares, para a liberação de um traficante, no bairro Jóquei Clube, no último dia 13 de maio. Conforme as apurações, o detento de um presídio cearense teria autorizado a liberação do dinheiro para o suborno. A ocorrência terminou em tiroteio entre policiais federais e militares.

De acordo com o titular da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Decor), Janderlyer de Lima, os suspeitos de tráfico que os policiais teriam tentado extorquir eram integrantes de uma organização criminosa, comandada por dois empresários, que importa drogas da Bolívia e do Paraguaia e movimentava cerca de R$ 6 milhões por mês. "As investigações deixam muito claro que os policiais estavam lá para receber propina. Foram indiciados pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção ativa. As complicações deles são muitas".

HOMEM MATA A EX-MULHER E MAIS TRÊS A FACÃO APÓS ATAQUE DE CIÚMES NO PIAUÍ.


Crime bárbaro aconteceu na madrugada deste domingo (4) em Madeiro.
Polícia disse que pelo menos duas pessoas foram degoladas.

Patrícia AndradeDo G1 PI
Crime ocorreu na casa onde três das vítimas moravam (Foto: Sousa Neto / Luzilândia On-line)Crime ocorreu na casa onde três das vítimas moravam (Foto: Sousa Neto / Luzilândia On-line)
Quatro pessoas, sendo três da mesma família, foram assassinadas a golpes de facão na madrugada deste domingo (4) após ataque de ciúmes de um homem na zona rural de Madeiro, a 244 km de Teresina. Segundo a polícia, o suspeito de ter cometido a chacina é ex-marido de uma das vítimas e teria ficado furioso ao vê-la em uma festa.
Corpos ficaram caídos na área externa da casa (Foto: Sousa Neto / Luzilândia On-line)Corpos ficaram caídos na área externa da casa
(Foto: Sousa Neto / Luzilândia On-line)
As vítimas foram identificadas como: Teresinha de Jesus, 32 anos (ex-companheira); Maria das Graças da Conceição, 71 anos e Francisca das Chagas dos Santos, 21 anos, avó e irmã de Teresinnha, respectivamente. Além delas, um amigo da família identificado apenas como Assis foi a outra pessoa morta.
Todos foram abordados quando já estavam em casa dormindo após retornarem de uma festa de Umbanda, religião da qual eram seguidores. A festividade aconteceu a poucos metros da residência.

Conforme a polícia, pelo menos duas das vítimas foram degoladas e uma delas chegou a ter a mão decepada ao tentar se defender dos golpes. O cenário de horror ocorreu na área externa da casa e as vítimas ainda estavam com as vestimentas umbandistas.

O PAPA FRANCISCO ABRE SÍNODO DEFENDENDO FAMÍLIA TRADICIONAL.






Em missa inaugural, pontífice prega "indissolubilidade" do casamento e condena divórcio, mas pede compaixão para divorciados. Reunião começa um dia após padre ser demitido de seus cargos no Vaticano por se declarar gay.
Ofuscado pela declaração de um padre polonês, que afirmou ser gay, começou neste domingo (04/10) no Vaticano o Sínodo dos Bispos sobre a futura orientação da Igreja Católica em relação à família. Até o dia 25 de outubro, o Papa debate com 270 bispos de todo o mundo sobre a posição da Igreja sobre questões envolvendo casamento, divórcio e família. O sínodo começou em uma atmosfera tensa, depois que o Vaticano foi abalado na véspera, com a do sacerdote Krzysztof Charamsa, que disse ser homossexual e fez graves acusações contra a Igreja.
O papa Francisco abriu o sínodo com uma missa, em que defendeu a "indissolubilidade" do casamento e condenou o divórcio. Ao mesmo tempo, ele pediu misericórdia em relação aos divorciados. Ele afirmou que a Igreja deve se sentir comprometida em "procurar os pares feridos e cuidar deles com o óleo do acolhimento e da compaixão". O pontífice condenou, ainda, "uma Igreja das portas fechadas, que se tornou um limite, em vez de uma ponte."

LOUCO É QUEM ME DIZ.

Torcedores folclóricos relembram momentos marcantes e paixão sem limites pelos grandes do futebol cearense

 por Irailton Menezes/Ivan Bezerra - Repórteres
O alvinegro Valdeci não esquece a ocasião em que "perdeu os dentes" para expressar sua louca paixão: "olhei para o chinelo e disse; 'este não'. Aí olhei para o rádio e disse: 'também não'. Daí pensei e achei mais fácil jogar a dentadura' ( FOTO: BRUNO GOMES )
Campeão é figura conhecida por vários torcedores do Fortaleza e sua forma espontânea de torcer já o fez até desistir de uma relação amorosa, simplesmente pelo fato de que ela torcia pelo maior rival e lhe fez uma brincadeira ( FOTO: KIKO SILVA )
Aguiar Martins é um torcedor comedido, mas só na aparência. Em dias de jogo do Tubarão da Barra, ele se transforma nas arquibancadas ( FOTO: JL ROSA )
Ser um torcedor fiel no dito "País do Futebol" não é novidade. Ir ao estádio, comprar a camisa do clube e comentar diariamente sobre a rotina do time com os amigos é comum. Fato que não se aplica a três figuras bem conhecidas das arquibancadas do futebol cearense: Valdeci Cordeiro, (apaixonado pelo Ceará), Jocelito Gonçalves Carneiro, ou simplesmente "Campeão" (ídolo, fora de campo, da torcida do Fortaleza) e Aguiar Martins, para muitos conhecido apenas como o "Corneteiro" da Barra (sempre ao lado do Ferroviário).
Nos três casos, a admiração pelo clube do coração começou bem cedo, por influência da família. "Quando tinha cinco anos, meu pai me levou para o Castelão e perguntou, olhando para as arquibancadas: Filho, quais são as cores mais bonitas ali? Logo respondi que eram preto e branco. Foi nessa hora que comecei a amar o Ceará", recorda Valdeci, hoje com 44 anos.
O admirador do Alvinegro costuma não só ir aos jogos, mas também frequentar os treinos em Porangabuçu. Para ir ao Castelão, o torcedor não encontra muita dificuldade, já que mora em um bairro vizinho (Passaré). Mas quem disse que ele se importa de ir caminhando até Carlos de Alencar Pinto em dias de treinos? "Eu saía de casa cedo, todos os dias, até o dia em que o Vavá (então jogador do Ceará) me deu uma bicicleta de presente. Infelizmente, não a tenho mais, mas fazer o que, não é? O mais importante é a vida da gente", comenta o torcedor.
Objeto inusitado
Conhecido pela massa alvinegra há bastante tempo, Valdeci não poderia deixar de lembrar de um dos momentos mais atípicos em sua trajetória pelas arquibancadas. "Foi em 1996. O Ferroviário vencia o Ceará por 1 a 0, no Presidente Vargas. Teve uma falta no jogador do Ceará, mas o juiz, César Augusto, entendeu que foi a favor do Ferroviário. Eu, muito chateado, procurei um objeto pra jogar no campo. Olhei para o chinelo e disse; 'esse não'. Aí olhei para o rádio e disse: 'também não'. Daí pensei e achei mais fácil jogar os dentes. Isso mesmo: joguei a minha dentadura na direção do árbitro", relembra Valdeci, sem qualquer sinal de arrependimento.
Amor inegociável
Do bairro Vila União, vem um dos torcedores mais apaixonados pelo Fortaleza: Jocelito Gonçalves Carneiro, o popular "Campeão". Tendo trabalhado como servente de pedreiro na juventude, certa vez, conseguiu demolir uma viga muito maciça, feito que nenhum de seus colegas de profissão haviam conseguido. De imediato, recebeu o apelido, dado pelo engenheiro da obra: "Esse é um campeão". E pegou.
Seu jeito simples, com palavras não muito bem pronunciadas, mas saídas do coração, fez dele o xodó de muitos torcedores do Fortaleza. Em suas atitudes espontâneas e sua risada cheia, fica difícil não enxergar pura devoção ao Leão.
Ao frequentar o Estádio Presidente Vargas, desde quando as arquibancadas eram de madeira, seu amor pelo Tricolor, conta, surgiu de um clube que tinha as mesmas cores, o Nacional. "Foi amor à primeira vista", lembra ele, com o sorriso aberto. E é bom não duvidar, porque, pelo Fortaleza, ele já trocou até de mulher. "Gostava de uma viúva do bairro Jardim Iracema e quando fiquei viúvo também, a gente se casou. Quando foi um dia, ela estava achando graça. Perguntei: mulher, que é que tu tanto acha graça? Ela respondeu: é porque o Ceará ganhou. Eu disse a ela: pois fique com o seu Ceará, que vou embora agora". E foi mesmo. Até hoje, aos 71 anos, ele considera inconcebível, para ele, viver com uma mulher que torça por outro clube que não o Leão do Pici.

MULHER MORRE BALEADA AO ENTRA POR ENGANO EM FAVELA DE NITERÓI NO RIO DE JANEIRO.

Casal de idosos tinha intenção de chegar a um restaurante em São Francisco, mas acabou parando dentro da favela do Caramujo, seguindo orientações de aplicativo de trânsito

ADRIANA CRUZMARIA INEZ MAGALHÃES E TIAGO FREDERICO
José Francisco e Regina tinham 48 anos de casados
Foto: Reprodução
Rio - Uma senhora morreu baleada por três tiros após entrar por engano na favela do Caramujo, em Niterói, na Região Metropolitana, na noite deste sábado. A vítima Regina Stringari Múrmura, 69 anos, seguia com seu marido, José Francisco Antônio Múrmura, 70 anos, que é juiz arbitral e administrador de empresas, para um restaurante, na Avenida Quintino Bocaiúva, em São Francisco. O casal estava num Citroën C4 Lounge e seguia orientações do aplicativo de trânsito Waze para chegar ao local quando pegaram o caminho errado, foram emboscados por dez traficantes. Ao serem liberados da falsa blitz, bandidos atingiram o veículo com 20 tiros.
Regina e José Francisco saíram do Leme, Zona Sul do Rio, onde moram, por volta de 19h30 deste sábado. Na descida da Ponte Rio-Niterói, o aplicativo os orientou a seguir pela esquerda, via Alameda São Boaventura. No meio do caminho, acabaram acessando a favela. Ainda atônito, José Francisco desabafou : "Foi um absurdo. Erramos o caminho e caímos na favela. Eu e minha esposa tínhamos 48 anos de casado e havíamos nos conhecido oito anos antes. As autoridades precisam ficar alertas. Eu levei uma coronhada na cabeça, meu carro foi cercado por mais de 10 pessoas".
Blitz de bandidos
Ao entrar na favela do Caramujo, o veículo onde o casal de idosos estava passou por um grupo de homens armados que deram ordem de parada. Francisco não obedeceu e seguiu com o carro rumou ao interior da favela. O casal foi parar numa rua sem saída. Foi quando Francisco se viu obrigado a retornar pelo mesmo caminho. Na volta, ele foi abordado novamente pelos criminosos, que realizaram disparos em direção ao veículo. Assim que verificaram que ele não era policial, os criminosos deixaram ele passar, mas quando o casal saía com o carro, o grupo efetuou novos disparos. Um deles acabou atingindo Regina, que estava no banco do carona.

GOVERNADOR DO CEARÁ CAMILO SANTANA GARANTE QUE ÁGUA É PRIORIDADE EM SEU GOVERNO DURANTE PROCISSÃO EM CANINDÉ-CE.

Além do governador do Ceará, Cid Gomes e outras lideranças políticas também marcaram presença. A Paróquia do Município informou que os festejos de 2016 mudarão de data por conta das Eleições

   por Fernando Maia
O governador do Ceará Camilo Santana, o ex-governador Cid Gomes, o deputado federal José Guimarães (PT-CE) e outros políticos marcaram presença na procissão em Canindé
O governador Camilo Santana chegou nesta tarde a Canindé, onde participa da última procissão deste ano. Antes da caminhada, o governador  falou sobre a importância de São Francisco e o exemplo que ele nos deixou aoabdicar dos bens materiais para se dedicar aos mais pobres. "Hoje, o próprio Papa Francisco prega este sentimento de solidariedade com o mundo todo", completou.
Camilo reiterou o seu compromisso degarantir água a todos os municípios cearenses, devendo seguir a mesma política adotada pelo seu antecessor Cid Gomes, o qual também participa do encerramento dos festejos de São Francisco, em Canindé. Também marcaram presença os deputados estadual e federal, respectivamente, Zezinho Albuquerque e José Guimarães, bem como o prefeito interino da cidade, Paulo Justa.
O problema da falta de água continua castigando a população de Canindé, motivo de preocupação por parte das autoridades e das comunidades. Carros pipas abastecem o município a cada três dias. Apesar da calamidade, Frei Marconi, reitor do Santuário de Canindé,