sábado, 19 de maio de 2012

A ORAÇÃO DO DIA PARA TODOS.


QUE DEUS ABENÇOE A TODOS NÓS!
Oh! meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno,
levai as almas todas para o céu e socorrei principalmente
as que mais precisarem!
Graças e louvores se dê a todo momento:
ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento!
Mensagem:"O Senhor é meu pastor, nada me faltará!"
"O bem mais precioso que temos é o dia de hoje!    Este é o dia que nos fez o Senhor Deus!  Regozijemo-nos e alegremo-nos nele!".
( Salmos )

A SANTA MISSA DE DOMINGO DIA 20/MAIO/2012.


— São Bernardino de Sena
Na Itália, Bernardino nasceu na nobre família senense dos Albizzeschi, em 8 de setembro de 380, na pequena Massa Marítima, em Carrara. Ficou órfão da mãe quando tinha três anos e do pai aos sete, sendo criado na cidade de Sena por duas tias extremamente religiosas, que o levaram a descobrir a devoção a Nossa Senhora e a Jesus Cristo.

Depois de estudar na Universidade de Sena, formando-se aos vinte e dois anos, abandonou a vida mundana e ingressou na Ordem de São Francisco, cujas regras abraçou de forma entusiasmada e fiel. Apoiando o movimento chamado "observância", que se firmava entre os franciscanos, no rigor da prática da pobreza vivida por são Francisco de Assis, acabou sendo eleito vigário-geral de todos os conventos dos franciscanos da observância.

Aos trinta e cinco anos de idade, começou o apostolado da pregação, exercido até a morte. E foi o mais brilhante de sua época. Viajou por toda a Itália ensinando o Evangelho, com seus discursos sendo taquigrafados por um discípulo com um método inventado por ele. O seu legado nos chegou integralmente e seu estilo rápido, bem acessível, leve e contundente, se manteve atual até os nossos dias. Os temas freqüentes sobre a caridade, humildade, concórdia e justiça, traziam palavras duríssimas para os que "renegam a Deus por uma cabeça de alho" e pelas "feras de garras compridas que roem os ossos dos pobres".

Naquela época, a Europa vivia grandes calamidades, como a peste e as divisões das facções políticas e religiosas, que provocavam morte e destruição. Por onde passava, Bernardino restituía a paz, com sua pregação insuperável, ardente, empolgante, até mesmo usando de recursos dramáticos, como as fogueiras onde queimava livros impróprios, em praça pública. Além disso, como era grande devoto de Jesus, ele trazia as iniciais JHS - Jesus Salvador dos Homens - entalhadas num quadro de madeira, que oferecia para ser beijado pelos fiéis após discursar.

As pregações e penitências constantes, a fraca alimentação e pouco repouso enfraqueciam cada vez mais o seu físico já envelhecido, mas ele nunca parava. Aos sessenta e quatro anos de idade, Bernardino morreu no convento de Áquila, no dia 20 de maio de 1444. Só assim ele parou de pregar.

Tamanha foi a impressão causada por essa vida fiel a Deus que, apenas seis anos depois, em 1450, foi canonizado. São Bernardino de Sena é o patrono dos publicitários italianos e de todo o mundo.

São Bernardino de Sena, rogai por nós!

Domingo da Ascenção de Nosso Senhor Jesus Cristo — ANO B(BRANCO, GLÓRIA, CREIO, PREFÁCIO DA ASCENSÃO – OFÍCIO DA SOLENIDADE)
"O ressuscitado continua conosco."
NOTA ESPECIAL: VEJA NO FINAL DA LITURGIA OS COMENTÁRIOS DO EVANGLEHO COM SUGESTÕES PARA A HOMILIA DESTE DOMINGO. VEJA TAMBÉM NAS PÁGINAS "HOMILIAS E SERMÕES" E "ROTEIRO HOMILÉTICO" OUTRAS SUGESTÕES DE HOMILIAS E COMENTÁRIO EXEGÉTICO COM ESTUDOS COMPLETOS DA LITURGIA DESTE DOMINGO.
ASCENSÃO DO SENHOR • DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS • INÍCO DA SEMANA PREPARATÓRIA DE PENTECOSTES
Ambientação:
Sejam bem-vindos amados irmãos e irmãs!
INTRODUÇÃO DO FOLHETO DOMINICAL PULSANDINHO: A Solenidade da Ascensão de Jesus que hoje celebramos sugere que, no final do caminho percorrido no amor e na doação, está a vida definitiva, a comunhão com Deus. Sugere também que Jesus nos deixou o testemunho e que somos nós, seus seguidores, que devemos continuar a realizar o projeto libertador de Deus para os homens e para o mundo. O cristão está chamado a participar na totalidade do mistério de Cristo e, consequentemente, da sua glorificação. Celebrando a Ascensão do Senhor, olhamos para o alto, não para fugir às responsabilidades terrenas, mas para acolher a graça que nos faz caminhar na terra como cidadãos do Céu. O envio missionário que Jesus dirige aos discípulos os torna comunicadores da Boa Nova da salvação a todas as pessoas e por todos os meios legítimos. Celebramos hoje o Dia Mundial da Comunicação Social.
INTRODUÇÃO DO FOLHETO DOMINICAL O POVO DE DEUS: Celebramos hoje a ascensão de Cristo à sua glória original e eterna, pois como diz o salmo, "por entre aclamações o Senhor se elevou". Hoje é também o dia Mundial das Comunicações Sociais, além de ser a abertura da Semana Preparatória de Pentecostes. Isso nos leva a celebrar este dia na esperança de que os meios de comunicação social formem as consciências para o amor, o respeito, a cidadania e o bem comum. Por isso, é também o momento de rezarmos, de forma especial, pela nossa Radio Nove de Julho e o fortalecermos por meio das coletas de hoje. Preparemo-nos para o Pentecostes, participando da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, na certeza de que "todos seremos transformados pela vitória de nosso Senhor Jesus Cristo" (cf. 1Cor 15, 51-58).
Sintamos o júbilo real de Deus em nossos corações e cheios dessa alegria divina entoemos alegres cânticos ao Senhor!
Antífona da entrada: Homens da Galiléia, por que estais admirados, olhando para o céu? Este Jesus há de voltar do mesmo modo que o vistes subir, aleluia! (At 1,11)
Oração do dia
Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso filho, já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Primeira Leitura (Atos 1,1-11)
Leitura dos Atos dos Apóstolos.
1 1 Em minha primeira narração, ó Teófilo, contei toda a seqüência das ações e dos ensinamentos de Jesus,
2 desde o princípio até o dia em que, depois de ter dado pelo Espírito Santo suas instruções aos apóstolos que escolhera, foi arrebatado (ao céu).
3 E a eles se manifestou vivo depois de sua Paixão, com muitas provas, aparecendo-lhes durante quarenta dias e falando das coisas do Reino de Deus.
4 E comendo com eles, ordenou-lhes que não se afastassem de Jerusalém, mas que esperassem o cumprimento da promessa de seu Pai, "que ouvistes", disse ele, "da minha boca;
5 porque João batizou na água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo daqui há poucos dias".
6 Assim reunidos, eles o interrogavam: "Senhor, é porventura agora que ides instaurar o reino de Israel?"
7 Respondeu-lhes ele: "Não vos pertence a vós saber os tempos nem os momentos que o Pai fixou em seu poder,
8 mas descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará força; e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até os confins do mundo".
9 Dizendo isso elevou-se da (terra) à vista deles e uma nuvem o ocultou aos seus olhos.
10 Enquanto o acompanhavam com seus olhares, vendo-o afastar-se para o céu, eis que lhes apareceram dois homens vestidos de branco, que lhes disseram:
11 "Homens da Galiléia, por que ficais aí a olhar para o céu? Esse Jesus que acaba de vos ser arrebatado para o céu voltará do mesmo modo que o vistes subir para o céu".
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.
Salmo responsorial 46/47
Por entre aclamações, Deus se elevou,
o Senhor subiu ao toque da trombeta!
Povos todos do universo, batei palmas,
gritai a Deus aclamações de alegria!
Porque sublime é o Senhor, o Deus altíssimo,
o soberano que domina toda a terra.
Por entre aclamações, Deus se elevou,
o Senhor subiu ao toque da trombeta.
Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa,
salmodiai, ao som da harpa, ao nosso rei!
Porque Deus é o grande rei de toda a terra,
ao som da harpa acompanhai os seus louvores!
Deus reina sobre todas as nações,
está sentado no seu trono glorioso.
Segunda Leitura (Efésios 1,17-23)
Leitura da carta de São Paulo aos Efésios.
Irmãos, 1 17 "rogo ao Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê um espírito de sabedoria que vos revele o conhecimento dele;
18 que ilumine os olhos do vosso coração, para que compreendais a que esperança fostes chamados, quão rica e gloriosa é a herança que ele reserva aos santos,
19 e qual a suprema grandeza de seu poder para conosco, que abraçamos a fé. É o mesmo poder extraordinário que
20 ele manifestou na pessoa de Cristo, ressuscitando-o dos mortos e fazendo-o sentar à sua direita no céu,
21 acima de todo principado, potestade, virtude, dominação e de todo nome que possa haver neste mundo como no futuro.
22 E sujeitou a seus pés todas as coisas, e o constituiu chefe supremo da Igreja,
23 que é o seu corpo, o receptáculo daquele que enche todas as coisas sob todos os aspectos.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.
Aclamação do Evangelho
Aleluia, aleluia, aleluia.
Ide ao mundo, ensinai aos povos todos; convosco estarei, todos os dias, até o fim dos tempos, diz Jesus (Mt 28,19s).

EVANGELHO (Marcos 16,15-20)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.
16 15 E disse-lhes Jesus: "Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.
16 Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.
17 Estes milagres acompanharão os que crerem: expulsarão os demônios em meu nome, falarão novas línguas,
18 manusearão serpentes e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal; imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados".
19 Depois que o Senhor Jesus lhes falou, foi levado ao céu e está sentado à direita de Deus.
20 Os discípulos partiram e pregaram por toda parte. O Senhor cooperava com eles e confirmava a sua palavra com os milagres que a acompanhavam.
- Palavra da Salvação.
- Glória a Vós, Senhor!
HOMILIA - CREIO - PRECES(Ver abaixo ao final desta liturgia 3 sugestões de Homilia para este domingo)
Sobre as oferendas
Ó Deus, nós vos apresentamos este sacrifício para celebrar a admirável ascensão do vosso filho. Concedei, por esta comunhão de dons entre o céu e a terra, que nos elevemos com ele até a pátria celeste. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da comunhão: Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos, aleluia! (Mt 28,20)
Depois da comunhão
Deus eterno e todo-poderoso, que nos concedeis conviver na terra com as realidades do céu, fazei que nossos corações se voltem para o alto, onde está junto de vós a nossa humanidade. Por Cristo, nosso Senhor.
FORMAÇÃO LITÚRGICA
Liturgia da Palavra - Deus nos fala
A Liturgia da Palavra é diálogo amoroso e comprometedor entre Deus e seu povo, congregado em Cristo e animado pelo seu Espírito. A homilia, como parte integrante deste diálogo, merece nossa aten- ção. Vamos, então aprofundá-la! Homilia significa conversa familiar. Um diálogo fraterno, continuando o assunto da conversa que Deus vem fazendo conosco através das leituras e dos fatos da vida. Ela tece harmoniosamente uma relação entre a Bíblia, a celebração e a vida. Estabelece um elo entre a proposta de Deus e a resposta da assembléia. A homilia é ação simbólica, assim como cada momento da liturgia da palavra. "Cristo está presente na sua Palavra, quando na Igreja se lê e comenta a Escritura" (SC 7). Esta afirmação do documento conciliar sobre a liturgia nos lembra a experiência dos discípulos de Emaús, que sentiram o coração arder quando, pelo caminho, Jesus lhes falava e explicava as Escrituras (cf. Lc 24,32). Homilia não pode ser confundida com sermão, discurso temá- tico ou pregação com caráter moralizante. Não é estudo bíblico ou catequético nem reflexão e, muito menos, deve ser substituída por desabafos pessoais de quem a faz. Não basta simplesmente explicar os textos bíblicos. É preciso interpretá-los a partir da realidade, atualizando-os na vida concreta da comunidade celebrante, tendo como referência o mistério de Cristo. Ele faz arder os corações, abrindo-os à conversão, à transformação pessoal, comunitária e social. A homilia é o momento da comunidade expressar e firmar seu compromisso com o Senhor, como parceira da aliança, como se deu aos pés do Sinai, quando Deus propôs ao povo de Israel: "Se ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, sereis minha propriedade exclusiva dentre todos os povos". O povo, prontamente, respondeu: "Faremos tudo o que o Senhor falou" (Ex 19,7-8).
TEXTOS BÍBLICOS PARA A SEMANA:

2ª Br - At 19,1-8; Sl 67; Jo 16,29-33
3ª Br - At 20,17-27; Sl 67; Jo 17,1-11a
4ª Br - At 20,28-38; Sl 67; Jo 17,11b-19
5ª Br - At 22,30; 23,6-11; Sl 15; Jo 17,20-26
6ª Br - At 25,13b-21; Sl 102; Jo 21,15-19
Sb Vm - At 28,16-20.30-31; Sl 10(11); Jo 21,20-25
Pentecostes. At 2,1-11; Sl 103; 1Cor 12,3b-7.12-13 ou Gl 5,16-25; Jo 20,19-23 ou Jo 15,26-27; 16,12-15

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO
1. "NOVO HOMEM"(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP
Meu grupo imaginário de debatedores do evangelho aspirantes a teólogos, se reuniu para refletir o evangelho desse domingo, Festa da Ascensão do Senhor. O Mota, que é o homem encarregado de comprar as hóstias e partículas da paróquia deu início a conversa. “Bom, nessa não caio mais, a apoteótica subida de Jesus ao céu é coisa secundária, os holofotes estão voltados para os discípulos, que recebem a missão, que será acompanhada de sinais prodigiosos”. Certo? Nem mal havia perguntado, o Ernesto, aquele que é líder em uma empresa, retrucou: “Epa! Se é festa da ascensão, a cena principal é Jesus subindo ao céu, pode conferir, vamos ver aqui...” O grupo abriu o Novo Testamento e a Dona Maria, empregada doméstica, observou “Olha, acho que esqueceram de avisar o Marcos que esse domingo é a festa da ascensão, tem três ou quatro palavras dizendo que Jesus foi elevado ao céu e mais nada”
E antes que o grupo esquentasse ainda mais a conversa, eu convidei todos a lerem o capítulo 16 , onde está inserido esse evangelho. A constatação foi a que eu já esperava “Se a ascensão fosse uma prova final, os coitados dos discípulos tomariam zero e seriam reprovados...” - comentou a catequista Roseli. De fato, o quadro que Marcos descreve, antes desse evangelho é meio tenebroso, as mulheres cheias de medo não disseram nada a ninguém, embora tivessem recebido do jovem vestido de branco, a missão de anunciar aos discípulos, Maria de Magdala até que anunciou aos discípulos, mas eles estavam aflitos e choravam, ouviram dizer que Jesus estava vivo, porque ela o tinha visto, mas não acreditaram. Quanto aqueles dois na estrada de Emaús, demorou para “cair a ficha” e perceber que Jesus caminhava com eles, daí foram anunciar ao restante, mas eles duvidaram. Quando Jesus se manifestou aos onze censurou-lhes a incredulidade e a dureza de coração, por não darem crédito ao anúncio. “É isso aí, tomaram a maior esfrega, foi bem feito!” – concluiu o Ernesto.  “Eu é que não seria louco de confiar uma missão tão importante a um grupo desse!” – exclamou o Mota decepcionado.
Os discípulos não tinham poderes sobrenaturais, Jesus não confiou a missão a super-homens, o texto anterior nos mostra isso, e aí é que está o bonito da história, nós também muitas vezes temos dúvidas, não acreditamos, e diante de certos acontecimentos, demora para “cair a nossa ficha”, por isso a ascensão de Jesus marca o início da missão da  Igreja,  e daí a gente começa a se ver nesse evangelho, e principalmente no relato de Lucas em Atos, primeira leitura, quando vivenciamos uma fé da magia e ficamos olhando para o céu, esperando que Jesus volte para consertar tudo o que está errado.
“Olha, confesso que estou meio boiando” – comentou o Mota. “se é a Festa da Ascensão, ou em outras palavras, é a festa da subida de Jesus ao céu, é a sua volta para o Pai, como então descartarmos aquilo que no evangelho parece essencial?”, perguntou a esperta Roseli. De alguém que subiu na vida., a gente afirma que está em ascensão, na encarnação Jesus desceu, e esvaziando-se de si mesmo rebaixou-se á condição de escravo ao morrer na cruz, mas estando no fundo do poço, como podemos dizer, ele fez da condição humana o ponto de apoio para subir e alcançar a glória no mais alto do céu.
E assim, a natureza humana tão frágil e decaída, dominada pelo mal, se vê resgatada em sua dignidade maior, porque o Divino vem ao encontro do humano e se entrelaça na comunhão. Em Jesus toda a humanidade sobe, porque o céu se abre, o ser humano atinge a sua plenitude resgatando o paraíso do Eden que havia perdido. “Então esse “Sobe e Desce” de Jesus, nos evangelhos é apenas uma força de expressão?” – perguntou o Ernesto.
Na verdade Jesus nunca saiu do lado do Pai, mas também nunca nos deixou, esse entrelaçamento do Divino e humano, por livre iniciativa de Deus, é o mistério do Verbo encarnado, onde uma pessoa histórica e real, Jesus de Nazaré, dá um novo significado á vida do homem, trazendo aquele paraíso que perdemos, aqui dentro de nós e podemos falar sem medo, que festa da ascensão é a nova criação que agora se concretiza e se realiza em toda a humanidade, através de Jesus de Nazaré.
O anúncio do evangelho é exatamente essa Boa Nova, de que todo o homem é em Cristo nova Criatura, redimida, liberta e salva, destinada á comunhão plena com Deus em seu paraíso, e desta vez não há o perigo de sermos ludibriados pela serpente, fomos vacinados com a graça de Deus que recebemos no santo batismo.
O mundo inteiro precisa saber dessa Boa Nova, é essa precisamente a missão primária da nossa Igreja, acreditar que o anúncio é verdadeiro, e ser batizado, é condição essencial para quem quer passar por essa renovação espiritual que chamamos de salvação, onde somos configurados a Cristo e com ele já estamos no céu, mesmo ainda estando a caminho, por esta vida terrena. Se ele é a cabeça e nós os membros, não há como duvidar disso, pois o corpo forma uma unidade da qual a nossa Igreja é a expressão mais fiel. É por esta razão que o Senhor age com o discípulo, e confirma a palavra, por meio dos sinais, atestando a sua autenticidade, mesmo vindo de homens tão frágeis como todos nós. É a chancela, o carimbo de aprovação, que o Espírito imprime em nossa missão. (FESTA DA ASCENSÃO – Marcos 16, 14-19)
José da Cruz é Diácono da
Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP
E-mail  cruzsm@uol.com.br
2. A missão é o testemunho do amor misericordioso
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por José Raimundo Oliva - e disponibilizado no Portal Paulinas)
O evangelho de Marcos originalmente terminava em Mc 16,8 com o anúncio do anjo às mulheres, dizendo que Jesus ressuscitara e precedia os discípulos na Galileia. Provavelmente no segundo século, a Igreja, já estruturada, julgou inconveniente a falta das narrativas das aparições do Ressuscitado neste evangelho. Foram, então, acrescentadas três narrativas de aparições, que são resumos das narrativas de aparições dos outros evangelhos, particularmente de Lucas e João.
Nesta elaboração tardia, tipicamente institucional, a fala atribuída a Jesus, após as três aparições, vai no sentido de afirmar o poder excludente da Igreja, na qual a profissão de fé seguida do batismo já estava consagrada como caminho único e absoluto da salvação. Também ficam afirmados poderes excepcionais conferidos ao crente, como sinais da sua fé, o que contraria a realidade da simplicidade da fé a ser vivida no dia a dia pelos comuns dos mortais. Com uma visão amadurecida, compreende-se que não cabe à missão impor, condenar ou praticar ações espetaculares. A missão é o testemunho do amor misericordioso, a valorização e o cultivo das manifestações de vida encontradas nas diversificadas comunidades, vendo nelas o sinal da presença de Deus entre os povos, sem exclusões.
Os últimos versículos fazem alusão à ascensão aos céus, conforme narrada por Lucas em seu evangelho e mais desenvolvida nos Atos dos Apóstolos (primeira leitura), com um sumário de missão. A exaltação do Ressuscitado retirado da terra e glorificado no céu (segunda leitura) foi resultado da influência do messianismo escatológico nas mentes dos discípulos de origem no judaísmo. Esta visão, que relegou a segundo plano a revelação e a comunicação de Deus na vida e no testemunho de amor do Jesus histórico, influenciou durante séculos a teologia, a espiritualidade e a pastoral da Igreja, remetendo a fé em Jesus a uma recompensa na vida gloriosa futura e celestial. Hoje, resgatando-se as memórias de Jesus de Nazaré, na sua humanidade plena, a fé na sua presença, vivo, nas comunidades nos move ao alegre empenho em construir um mundo novo solidário e fraterno, em que todos se unam em torno do projeto da vida plena para todos, sem restrições.
Oração
Senhor Jesus, contemplando tua ascensão para junto do Pai, assumo a tarefa de levar, ao mundo inteiro e a toda criatura, a mensagem do teu Evangelho.
3. A SUBIDA AOS CÉUS(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).
O Evangelho de Marcos, em sua redação original, encerrava-se no versículo 8 do capítulo 16, com o encontro do túmulo vazio pelas mulheres. Os versículos 9 a 20, que o concluem, são um acréscimo tardio. A Igreja já estruturada teria julgado inconveniente a falta de narrativas das aparições do ressuscitado neste Evangelho. Foram, então, acrescentadas três narrativas, resumos das narrativas de aparições dos outros Evangelhos. A fala atribuída a Jesus, após as três aparições (v. 16), é no sentido de afirmar o poder excludente da Igreja, na qual a profissão de fé seguida do batismo já estava consagrada como caminho único e absoluto da salvação. Também ficam afirmados poderes excepcionais conferidos ao crente, o que contraria a simplicidade da fé a ser vivida no dia-a-dia pelos comuns dos mortais. Hoje se compreende que a prática missionária não é condenatória nem marcada por ações espetaculares. A missão é o testemunho do amor misericordioso e o reconhecimento, a valorização e o cultivo dos sinais de vida encontrados nos diversos povos e culturas. A subida aos céus está associada à narrativa de Lucas em seu Evangelho e mais desenvolvida nos Atos dos Apóstolos (primeira leitura). A exaltação do ressuscitado, retirado da terra e glorificado no céu (cf. segunda leitura), foi resultado da influência do messianismo escatológico davídico, presente nas mentes dos discípulos de origem judaica. Hoje, a fé na presença de Jesus vivo nas comunidades nos move ao alegre empenho em construir um mundo novo, solidário e fraterno, com união em torno do projeto de vida plena para todos, sem restrições.fonte NPD Brasil/camocim belo mar blog

GRANJA:MENINO DE 14 ANOS ESTÁ DESAPARECIDO.





O Conselho Tutelar de Granja pede ajuda de quem souber do paradeiro do adolescente FELIPE DE PINHO PEREIRA (FILIPE), 14 Anos, 150cm Aproximadamente,   que desapareceu no dia 18/05/2012 por volta das 10:00H da Manhã, entrar em contato com o Conselho tutelar de Granja pelo fone (88) 3624 1332 ou pelos telefones (88) 9950 4369 (Bartolomeu – Conselheiro Tutelar); (88) 9419 1984/ (88) 9714 3354 (William); (88) 9271 2496(Izaque).




Com informações do Impacto Granja/via timonha acontece/camocim belo mar blog

SÉRIE-B PÕS 'ÁGUA NO CHOPE' DO VOVÔ NO PV.


No jogo de entrega da taça e faixas de campeão, Ceará perde para o América/MG no PV em sua estreia
 
O América Mineiro carimbou a faixa de campeão cearense do Ceará. No jogo de estreia do Alvinegro na Série B, no qual o clube recebeu as faixas de campeão e a taça confeccionada a pedido da diretoria, o Coelho fez 2 a 1 no PV lotado, frustrando a expectativa da torcida alvinegra de começar bem na competição.
Foi a primeira derrota de PC Gusmão em sua terceira passagem pelo Alvinegro. 
Após o mau resultado, o Ceará busca a reabilitação no sábado, dia 26, quando visita o Guaratinguetá/SP, às 16h20.

Aproveitando a empolgação da torcida que lotou o PV, o Ceará começou a todo vapor, tocando bem a bola e trabalhando as jogadas pela esquerda, com Márcio Careca, Rogerinho e Misael. 
Embora mais presente ao ataque, as primeiras investidas do Vovô, em finalizações de Eusébio e Rogerinho, pararam na zaga, nem chegando ao gol do americano Neneca.

Diferente do time mineiro, que logo em seu primeiro ataque, abriu o placar aos sete minutos. O meia Rodriguinho – eleito o melhor jogador da posição no campeonato mineiro -– bateu de esquerda rasteiro e venceu o goleiro Fernando Henrique, marcando o primeiro gol da partida.

Sem um centroavante de ofício, com Romário (suspenso), Mota (de licença), Lima (nem relacionado) e Itamar (ainda não regularizado), o Ceará, mesmo com o domínio total do jogo, sofreu para levar perigo ao gol do Coelho, já que os cruzamentos na área não encontravam os baixinhos Misael e Ederson, que ganhou a vaga de Henrique Dias. Assim, os laterais, eram forçados a arriscar de longe. Sem dominar o fundamento, Apodi e Márcio Careca erram o alvo, chutando para fora. Um bom chute só saiu aos 31, com Rogerinho, mas Neneca encaixou.
E se faltava um centroavante ao Ceará para finalizar com precisão, não era o caso do América. O Coelho “ensinou” ao Vovô como se faz. Aos 33 minutos, Bruno Meneghel cruzou para Fábio Júnior, que com a frieza de um matador, dominou no peito e fuzilou Fernando Henrique para fazer 2 a 0. O gol sofrido silenciou a torcida no PV.

Ceará perde para o América/MG

O Vovô foi surpreendido pelo América Mineiro no Presidente Vargas ao sofrer dois gols no primeiro tempo. Mesmo reagindo na etapa final, a equipe amargou a derrota na estreia da Série B foto: Natinho Rodrigues


No lance seguinte, aos 34, Misael partiu em velocidade, chutando cruzado para fora. 
Sem poder de ataque, restava aos laterais arriscarem. E aos 42, Apodi chutou forte, e Neneca espalmou. Foi a última chance do primeiro tempo.

Reação

Determinado a mudar a situação da partida, o técnico PC Gusmão fez duas alterações que deram nova cara ao time. Tinga e Reina deram mais opções ofensivas. Aos 7 minutos, Tinga cruzou na área, e o zagueiro Daniel Marques, de cabeça, diminuiu.

O gol incendiou o jogo. Empurrado pela torcida, o Ceará aumentou a pressão, sempre em extrema velocidade. Mesmo alugando o campo americano ao trocar muitos passes, à medida em que o tempo passava, o resultado pesava, e depois dos 25 minutos, o ímpeto do Alvinegro na partida diminuiu.
Mas o Vovô quase chegou ao empate aos 35. Tinga chutou cruzado, Neneca espalmou e Henrique Dias quase chegou na bola.

Em lance parecido, aos 45, Rogerinho chutou forte e o goleiro Neneca voltou a aparecer, espalmando para fora.
Com o jogo no fim, aos 48, o time da casa buscou a todo custo o empate, mas a reação no segundo tempo acabou não sendo o suficiente, pela desvantagem que o time tinha após a etapa inicial. “Não fizemos um bom primeiro tempo, o segundo foi bom, mas infelizmente aconteceu a derrota. Mas é preciso calma. Esse foi apenas o primeiro jogo e não foi porque perdemos na estreia que não subiremos mais ou mesmo deixaremos de almejar o título. O campeonato é longo”, finalizou o goleiro Fernando Henrique.

Ficha técnica
Ceará 1
F. Henrique; Apodi, Daniel Marques, Potiguar e M. Careca; Heleno, Régis (Reina), Eusébio e Rogerinho; Ederson (Tinga) e Misael (Henrique Dias)
Técnico: PC Gusmão

América/Mg 2
Neneca, Boiadeiro (Patrick), Gabriel, Everton e Bryan; Dudu, L. Ferreira, Gilberto (Lula) e Rodriguinho; Bruno Meneghel (Adeílson) e Fábio Júnior
Técnico: Givanildo Oliveira

Série B do Brasileiro - 2012
Estádio: Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)
Data: 18 de maio de 2012
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE) Assistentes: José Pedro Wanderlei da Silva (PE) e Thyago Costa Leitão (PI)
Renda: R$ 193.501,00
Público: 16.147 pagantes
Gols: Rodriguinho (7/1ºT) e Fábio Júnior [RESUMO1](33/1ºT)[/RESUMO1]; D. Marques (7/2ºT)
Cartões Amarelos: Misael, Potiguar e Ederson (CEA), Patrick, Fábio Júnior, Bryan e Boiadeiro (AME)fonte DN/camocim belo mar blo
g

CE,CONSTRUIR 1500 CISTERNAS PARA COMBATER EFEITOS DA SECA,DIZ GOVERNO DO CEARÁ.



Governador do Ceará diz que pode haver 'dificuldade' de entregar a tempo.
Agricultores terão antecipado parcela do 'Garantia Safra', diz Cid Gomes.

O governador Cid Gomes (PSB) anunciou nesta sexta-feira (18) a implantação de 1500 sistemas de abastecimento de água. As “cisternas”, como são conhecidas, serão construídas com R$ 180 milhões do governo federal. No entanto, o governador reconheceu a dificuldade para executar as obras. “Eu estou preocupado que a gente não dê conta de fazer. Recursos vão estar disponíveis para que a gente implante”, disse Cid, durante entrevista coletiva, após reunião com demais governadores do Nordeste sobre oportunidades de negócios para a região, em Fortaleza.
Segundo Cid, o problema é fazer a tempo os projetos. “A execução disso não é tarefa fácil. Nós vamos perfurar mais de mil poços”, explicou. A ação é uma das medidas de enfrentamento à seca, previstas pelo governo federal em conjunto com os estados. “Há medidas emergenciais. Mas também medidas para que a gente esteja preparado para conviver melhor com a seca”, disse.
Cid Gomes citou ainda a estratégia do mercado de se aproveitar da escassez para elevar preços. “São medidas que vão permitir que numa seca que venha próximo ano, estejamos preparados. Há alguma coisa relevante já sendo feita. Nós não estamos sendo pegues de surpresa”, afirmou .No Ceará, cerca de 240 mil agricultores estão inscritos no programa Garantia Safra, segundo o governador. “Isso quer dizer que eles já começarão, nós estamos trabalhando para isso, para receber em junho, parcelas que, com certeza vão atenuar. E isso sem dever favor a ninguém, sem ter de pedir esmola a ninguém”.
Financiamentos
Segundo o presidente do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Jurandir Santiago, uma das medidas da instituição financeira para combater a seca é financiamento com juros e prazos diferenciados para os micro e pequenos agricultores familiares. A ação foi feita com autorização do Conselho Monetário Nacional e prevê financiamentos de até R$ 12 mil para os micro e pequenos agricultores. “É extramente significativo para essas famílias. Com uma taxa de juros de 1% ao ano, com prazo de dez anos para pagar, com carência de três anos”, acrescentou Santiago.
Além disso, o presidente do BNB explica que quem pagar em dia tem direito a desconto de 40% no valor da prestação. “Ele vai pagar menos do que o que ele está tomando emprestado”, afirmou.
De acordo com o presidente do BNB, também está disponível nas agências do banco a possibilidade de renegociação de financiamento de dívidas de micro e pequenos agricultores rurais que tenham financiamento com o BNB e que se localizem nas cidades em situação de emergência, em função da seca.
"Se o produtor rural tem uma prestação que vence em 2012, e a cidade dele está dentro da emergência em função da seca, o banco vai pegar a parcela que ele teria de pagar este ano e prorrogar para os anos seguintes", explicou.fonte G1 CE/camocim belo mar blo
g

MULHER QUE PARTICIPOU DE ASSALTO A CARRO EM CAMOCIM É PRESA COM QUADRILHA EM PARNAÍBA-PI.



Ticiane Sousa cumpriu pena na cadeia de Camocim, onde seu marido ainda continua preso.
Cumprindo mandado de busca e apreensão domiciliar expedido pela juíza da 2ª Vara Criminal de Parnaíba DrªBenedita Maria Barros Araujo Lima, policiais da Força Tática, Serviço Reservado do 2° BPM e Policiais Civis prenderam por volta das 6h de hoje (18), a mulher Ticiane Sousa Costa, 35 anos e os elementos Pedro Paulo Brito de Oliveira, 20 anos e Antonio Pereira da Silva, 60 anos residentes em Fortaleza-CE e Anderson Alves Cunha, 29 anos o “madruga” residente em Teresina-PI.

LANÇAMENTO DA 1ª NAVA ESPACIAL PRIVADA RUMO À ISS E ABORTADO.



Problema em um dos motores do Falcon 9 teria causado o cancelamento.
Missão é esperada como o início de uma nova era da exploração espacial.


Foi abortado na manhã deste sábado (19), na base de Cabo Canaveral, nos Estados Unidos, o lançamento da primeira nave espacial construída pela iniciativa privada rumo à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).
Um provável problema de elevada pressão em um dos motores do foguete Falcon 9 teria causado o cancelamento, de acordo com a SpaceX, empresa responsável pela missão.
Uma coletiva de imprensa será concedida às 7h30 (horário de Brasília) deste sábado para detalhar os problemas encontrados na tentativa de lançamento deste sábado. A nave levava a cápsula não-tripulada Dragon, carregando cerca de 500 quilos de suprimentos.
Assista no vídeo acima uma animação do que é previsto para a missão.
A SpaceX recebeu US$ 1,6 bilhão da agência espacial americana (Nasa) para fazer 12 voos de reabastecimento da ISS, após a aposentadoria dos ônibus espaciais no ano passado. Este voo, por ser um teste, não conta como um deles.
Outra empresa contratada para o mesmo serviço, a Orbital Technologies, ainda não colocou uma nave em órbita.
O desafio é grande e a Nasa já adiantou que mesmo que algo dê errado, o projeto vai continuar. No material de divulgação à imprensa, a própria SpaceX se dizia preparada para problemas. “Se algum aspecto da missão não tiver sucesso, a SpaceX vai aprender com a experiência e tentar de novo.”
Se a missão conseguir superar esses desafios, os voos robóticos de reabastecimento da estação podem começar a virar rotina. E mais: tanto o Falcon 9 quando a Dragon foram projetados para carregar astronautas.
Caso a empresa consiga provar que consegue voar com segurança, os americanos – que estão sem naves próprias desde a aposentadoria de Discovery, Endeavour e Atlantis – finalmente poderão voltar ao espaço por conta própria.
Ilustração mostra como seria acoplagem da Dragon na ISS (Foto: Space X)Ilustração mostra como seria acoplagem da Dragon na ISS (Foto: Space X).fonte G1 sp/camocim belo mar blo
g