terça-feira, 21 de outubro de 2014

A PALAVRA DO DIA

Evangelho (Lc 12,35-38)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 35Que vossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas.36Sede como homens que estão esperando seu senhor voltar de uma festa de casamento, para lhe abrirem, imediatamente, a porta, logo que ele chegar e bater. 37Felizes os empregados que o senhor encontrar acordados quando chegar. Em verdade, eu vos digo: Ele mesmo vai cingir-se, fazê-los sentar-se à mesa e, passando, os servirá. 38E caso ele chegue à meia-noite ou às três da madrugada, felizes serão, se assim os encontrar!

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

BMW TERÁ DE PAGAR R$ 400 MILHÕES POR ACIDENTE QUE MATOU CANTOR JOÃO PAULO.

Montadora ainda pode recorrer; decisão obriga também o pagamento de 10% do valor da indenização ao advogado da viúva e a doação de um carro no valor de R$ 500 mil

IG/cbm
São Paulo - O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) condenou a montadora alemã BMW a pagar uma indenização de R$ 400 milhões por dano moral à viúva do cantor e compositor João Paulo, que fazia dupla com Daniel. João Paulo morreu carbonizado após a sua BMW 328i/A capotar e explodir na Rodovia dos Bandeirantes — no quilômetro 40, no município de Franco da Rocha, na Grande São Paulo —, em 12 de setembro de 1997.
A montadora, que ainda pode recorrer, também terá de pagar honorários de 10% da ação aos advogados da família e dar um veículo da marca com o valor em torno de R$ 500 mil (similar ao modelo do acidente, com acréscimo de juros e correção monetária).
Cantor João Paulo, que fazia dupla com Daniel, morreu carbonizado em setembro de 1997
Foto:  Divulgação
Em janeiro passado, o juiz responsável pelo caso aceitou o recurso da montadora (que já havia sido condenada a pagar R$ 350 milhões) e remeteu o processo ao TJ-SP. A decisão desta segunda-feira foi favorável à viúva, autora da ação.
“A primeira perícia foi realizada no ano do acidente. Naquela época, não havia conhecimento técnico suficiente para verificar as causas. Ninguém sabia o que era um freio ABS ou air bag. Discordamos da decisão anterior, que culpava o cantor por estar em alta velocidade, o que não se comprovou. Por esse motivo pedimos uma nova perícia”, diz o advogado da viúva, Edilberto Acácio da Silva.

CHUVA DE METEOROS É VISTO NO CEARÁ E CAUSA SURPRESA.

FENÔMENO ASTRONÔMICO
fonte:dn/cbm
Image-0-Artigo-1724949-1
De acordo com especialista, o evento é comum nesta época do ano, quando a Terra passa próximo a fragmentos deixados pelo cometa Halley
FOTO: REPRODUÇÃO
Por volta das 18h30 de ontem, os cearenses foram surpreendidos por uma chuva de meteoros. O evento cósmico pôde ser percebido em diversas localidades do Estado, como Fortaleza, Itapipoca, Acopiara, Canindé e Quiterianópolis, de acordo com o relato dos leitores do Diário do Nordeste por meio do Facebook.
"Estava saindo do prédio com a minha namorada e vimos um forte clarão amarelo, decidimos filmar e conseguimos registrar o rastro de luz passando rapidamente", afirmou Diego Oliveira, que viu o fenômeno próximo ao bairro Benfica.
Segundo Heliomárzio Moreira, coordenador do Observatório Astronômico do Colégio 7 de Setembro e membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Astronomia e Cosmologia (Gepac) do Instituto Federal do Ceará (IFCE), o evento observado trata-se de uma chuva de meteoros Orionídeos, comumente observado neste período do ano.
"Nesta época, temos uma máxima de chuva de meteoros em função do cometa Halley, que passou em 1985 nas proximidades do Sol. Neste período do ano, a Terra passa próximo a esses fragmentos deixados pelo Halley. A radiante, ou seja, o ponto do céu em que podemos ver esses objetos, é a constelação de Orion, que conhecemos popularmente como Três Marias", explica Heliomárzio Moreira.

O QUE DE MELHOR E PIOR PODE ACONTECER A CEARÁ E ICASA NA RODADA

PROGNÓSTICOS
fonte:jogada

Alvinegro pode terminar rodada no G-4 ou ver aproximação do 6º colocado, Náutico.

icasa
Ceará e Icasa buscam objetivos diferentes na Série B
KLÉBER GONÇALVES
Em situações opostas na tabela, Ceará eIcasa precisam mais do que uma vitória no jogo desta terça-feira (21), no Romeirão, em Juazeiro do Norte, para seguirem em busca de suas metas na Série B. Além de faturarem os 3 pontos, os dois cearenses precisam "ligar o secador" e torcerem por tropeços de seus adversários diretos.
Caso o Ceará derrote o Icasa e o Avaí perca para a Ponte Preta, o alvinegro volta para o seleto grupo dos 4 primeiros colocados na tabela. Mas se o Avaí pelo menos empatar com a Macaca, a entrada do alvinegro no G-4já não será mais possível, mesmo vencendo o Verdão.
Uma derrota do Vovô não fará com que ele perca a 5ª posição, mas poderá deixar a equipe de Porangabuçu a 5 pontos da zona de acesso, caso Avaí, Vasco e Joinville vençam seus jogos. Além disso, caso seja derrotado, o time de Sérgio Soares poderá ver a aproximação de Náutico e Santa Cruz, que, caso vençam Boa Esporte e Vila Nova, respectivamente, ficarão a apenas 2 pontos da equipe cearense.

SEM PRATOS, REFEIÇÃO DE PRESOS É SERVIDA EM SACOS NO PIAUÍ.


Internos da Penitenciária Mista de Parnaíba (a 354 km de Teresina), no Piauí, estão se alimentando em sacos plásticos em vez de vasilhas ou pratos. Sem talheres, presos se alimentam com as mãos e mostram a precariedade da unidade prisional. A denúncia é do Sinpoljuspi (Sindicato dos Agentes Penitenciários), que registrou o problema em videos e fotos na semana passada.
Esta é a segunda vez que refeições servidas a internos do sistema prisional do Piauí são flagradas em sacos plásticos. Em agosto de 2012, presos da Penitenciária Major César de Oliveira, localizada em Altos (região metropolitana de Teresina), estavam recebendo refeições em sacos plásticos reaproveitáveis.

ILHA DO CAJU É PARAÍSO ECOLÓGICO NO DELTA DO PARNAÍBA.


Localizada no Delta do Parnaíba – único em mar aberto das américas, na região litorânea dos estados do Piauí e Maranhão – a Ilha do Caju é impressiona por suas belezas naturais. 
Refúgio de diversas espécies de aves, répteis e mamíferos, o lugar é cercado de mangues, lagoas, dunas, matas, campos e alagados de água salgada. A ilha pertence ao município de Araioses, no Maranhão.