sábado, 28 de abril de 2012

FÃS DE PEDRO LEONARDO LEVAM MENSAGENS DE APOIO AO HOSPITAL EM SP.



Novo boletim médico diz que quadro clínico é grave, porém estável.
Fãs da família estiveram neste sábado (28) na porta do Sírio-Libanês.

D
Comente agora
Fãs levam mensagens de apoio ao cantor Pedro em hospital de SP (Foto: Edson Paiva, 49, autônomo, morador de Jundiaí, diz que Pedro já tocou o berrante dele num show da dupla Pedro e Tiago em Jundiaí.)Edson Dantas mostra com orgulho berrante que afirma ter sido tocado durante show (Foto: Kléber Tomaz/G1)
Fãs do cantor Pedro Leonardo Dantas, de 24 anos, e do pai dele, o cantor Leonardo, estiveram neste sábado (28) na porta do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo.  A mineira Regina Lúcia Melo, de 56 anos, estava desde 10h da manhã aguardando uma visita de Leonardo para o filho. "Vim aqui dar uma força para ele, uma palavra da consolo, dizer que tem que ter fé e deixar nas mãos de Deus", disse.
“Nas últimas horas, o quadro sistêmico continuou estabilizado, sem alterações. A partir deste momento, iniciou-se o processo de redução gradual da sedação", informa o texto. Segundo a assessoria de imprensa do Sírio-Libanês, a redução dos sedativos é um procedimento usado para verificar as reações do paciente. É a primeira vez que isso ocorre desde a chegada de Pedro ao hospital paulistano, na quinta-feira (26).O autônomo Edson Paiva, de 49, viajou de  Jundiaí para fazer uma homenagem ao cantor Pedro. Ele levou para a porta do Sírio o berrante que ele afirma ter sido tocado em um show da dupla Pedro e Tiago em Jundiaí. No começo da tarde, representantes de fãs clubes também aguardavam no local. Com tataguem com nome da dupla, a fã Fabiana Gonçalves diz que só foi a um show de Pedro e torce muito por sua recuperação. "A primeira vez que eu o vi na TV eu me encantei. Não soube explicar", disse.

Ao lado de duas amigas, elas esperam ter uma chance para entregar uma camisa do fã clube para Tiago. "Eu me desesperei quando soube do acidente, mas é certeza da vitória, de que Deus está na vida dele", afirmou a fã Talita Oliveira, estudante.

Redução dos sedativos
Os fãs aguardam com expectativa novas notícias dos médicos, que iniciaram a redução da dosagem dos sedativos que mantêm o artista em coma induzido. O boletim desta manhã informa que o quadro clínico de Pedro é grave, porém estável.
A mineira Regina Lúcia Melo, de 56 anos, está desde às 10h da manhã aguardando a chegada do pai de Pedro, Leonardo.  (Foto: Letícia Macedo/G1)Regina mostra celular com foto ao lado da mulher
de Pedro. (Foto: Letícia Macedo/G1)
A mulher de Pedro, a arquiteta Thaís Gebelein, chegou ao hospital pouco antes das 11h deste sábado para visitar o marido, mas não quis conversar com os jornalistas. Segundo Ede Cury, assessora de imprensa do cantor Leonardo, pai de Pedro, o jovem ainda corre risco de morrer.
Nesta sexta (27), os médicos haviam informado que houve evolução no quadro clínico e neurológico, com melhora no resultado dos exame. Pedro está internado na UTI do Sírio-Libanês desde quinta-feira. O jovem, que sofreu um acidente de carro no dia 20, e foi trazido para São Paulo após uma viagem de avião que o trouxe de Goiânia. Ele respira com a ajuda de aparelhos e está em coma induzido.
Na manhã de sexta-feira, o cantor foi submetido novamente a um exame conhecido como doppler - espécie de ultrassom que mede o fluxo sanguíneo na cabeça. O resultado, segundo informou a médica Ludhmila Hajjar à TV Globo, é regular.
O inchaço no cérebro de Pedro é difuso, o que indica que não houve um afundamento do crânio - o cérebro do cantor como um todo está inchado e é preciso que ele desinche para se fazer uma avaliação do grau de comprometimento do órgão.
O acidente
Pedro Leonardo sofreu um acidente de carro na rodovia MGC-452 no dia 20 quando voltava de um show. O acidente próximo município de Tupaciguara (MG). Ele foi inicialmente levado ao Hospital Municipal de Itumbiara, onde passou por cirurgia para conter hemorragia abdominal, e foi transferido no mesmo dia para Goiânia.

A mãe de Pedro Leonardo, Maria Aparecida Dantas, também esteve no hospital acompanhado a remoção do filho. Muito apreensiva, ela disse que está tentando pensar que o filho está indo para um show: "Quero pensar que ele está indo fazer um dos seus shows, que está me pedindo a benção, como sempre faz antes de viajar. Estou muito confiante e  entreguei nas mãos de Deus".fonte G1 SP/camocim belo mar blog

TERMINA SÁBADO O PRAZO PARA REGISTRA FREQUÊNCIA ESCOLAR DE ALUNOS DO BOLSA FAMÍLIA.



Termina sábado o prazo para registrar frequência escolar de alunos do Bolsa Família
Cerca de 76% dos alunos de 6 a 15 anos atendidos pelo Programa Bolsa Família tiveram a frequência escolar registrada até 25 de abril no sistema do Ministério da Educação (MEC). As informações constam do relatório parcial sobre a presença às aulas no bimestre de fevereiro e março. Os técnicos municipais têm até 28 de abril para registrar a frequência de 16,2 milhões de crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos.

Dados divulgados pelo MEC informam que estados como Ceará, Maranhão e Rio Grande do Sulestão à frente da média nacional no monitoramento da contrapartida do programa de transferência de renda do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Crianças e adolescentes de até 15 anos precisam frequentar 85% das aulas e jovens de 16 e 17 anos, pelo menos 75%, para manter o benefício.

Segundo o MEC, em fevereiro e março foram acompanhados 76,18% dos estudantes entre 6 e 15 anos e 66,17% dos de 16 e 17 anos, o que significa monitoramento de 12,2 milhões de crianças e adolescentes. O esforço para que os filhos dos beneficiários do Bolsa Família permaneçam na escola é uma estratégia para combater a pobreza das futuras gerações. Por isso, é fundamental que governo federal, estados e municípios atuem de forma integrada no acompanhamento da frequência escolar e na oferta de ensino à população pobre.

De acordo com a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc) do MDS, o descumprimento dessa contrapartida por cinco períodos leva ao cancelamento do benefício. Além da frequência à escola, os beneficiários precisam manter a agenda de saúde em dia. Nesse caso, o acompanhamento é semestral e o prazo termina em 29 de junho.

Quanto maior a taxa de acompanhamento, segundo a Senarc, mais elevado será o indicador de educação e de saúde para cálculo do Índice de Gestão Descentralizada Municipal (IGD-M), recurso financeiro mensal repassado pelo MDS para apoiar as ações administrativas do Bolsa Família no município.

fonte ASCOM/camocim belo mar blog

CANTOR PEDRO LEONARDO COMEÇA A RECEBER DOSES MENORES DE SEDATIVO.



Novo boletim médico diz que quadro clínico é grave, porém estável.
Cantor está em coma induzido.

K
19 comentários
O novo boletim médico do cantor Pedro Leonardo Dantas, de 24 anos, divulgado na manhã deste sábado (28), informa que os médicos do Hospital Sírio-Libanês, deSão Paulo, iniciaram a redução da dosagem dos sedativos que mantêm o artista em coma induzido. O boletim informa que o quadro clínico de Pedro é grave, porém estável.
“Nas últimas horas, o quadro sistêmico continuou estabilizado, sem alterações. A partir deste momento, iniciou-se o processo de redução gradual da sedação", informa o texto. Segundo a assessoria de imprensa do Sírio-Libanês, a redução dos sedativos é um procedimento usado para verificar as reações do paciente. É a primeira vez que isso ocorre desde a chegada de Pedro ao hospital paulistano, na quinta-feira (26)Nesta sexta (27), os médicos haviam informado que houve evolução no quadro clínico e neurológico, com melhora no resultado dos exame. Pedro está internado na UTI do Sírio-Libanês desde quinta-feira. O jovem, que sofreu um acidente de carro no dia 20, e foi trazido para São Paulo após uma viagem de avião que o trouxe de Goiâniax. Ele respira com a ajuda de aparelhos e está em coma induzido.A mulher de Pedro, a arquiteta Thaís Gebelein, chegou ao hospital pouco antes das 11h deste sábado para visitar o marido, mas não quis conversar com os jornalistas. Segundo Ede Cury, assessora de imprensa do cantor Leonardo, pai de Pedro, o jovem ainda corre risco de morrer.
Na manhã de sexta-feira, o cantor foi submetido novamente a um exame conhecido como doppler - espécie de ultrassom que mede o fluxo sanguíneo na cabeça. O resultado, segundo informou a médica Ludhmila Hajjar à TV Globo, é regular.
O cantor sertanejo Pedro, filho de Leonardo (Foto: Divulgação)O cantor sertanejo Pedro, filho de Leonardo (Foto:
Divulgação)
O inchaço no cérebro de Pedro é difuso, o que indica que não houve um afundamento do crânio - o cérebro do cantor como um todo está inchado e é preciso que ele desinche para se fazer uma avaliação do grau de comprometimento do órgão.
TratamentoDe acordo com Ede Cury, assessora de imprensa do cantor Leonardo, pai de Pedro, o médico Roberto Kalil filho deverá se reunir com Leonardo todas as vezes que for necessário fazer mudanças no tratamento ou a realizar novos exames. Esses encontros serão feitos à noite, durante a visita do cantor ao filho.
O acidente
Pedro Leonardo sofreu um acidente de carro na rodovia MGC-452 no dia 20 quando voltava de um show. O acidente próximo município de Tupaciguara (MG). Ele foi inicialmente levado ao Hospital Municipal de Itumbiara, onde passou por cirurgia para conter hemorragia abdominal, e foi transferido no mesmo dia para Goiânia.fonte G1 SP/camocim belo mar blog

INSTALAÇÃO DE BELO MONTE ALTERA ROTINA DE MORADORES DE ALTAMIRA.



P
Altamira (PA) - Em menos de um ano, o município de Altamira teve sua rotina mudada com a instalação do canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Se, por um lado, o comércio teve muito a comemorar, por outro, o inchaço populacional deixou evidente a falta de planejamento para esse crescimento.
“Aumentar meu lucro em 80% é ótimo, mas o aluguel ter aumentado de R$ 400 para R$ 1,5 mil é péssimo”, resume Darlene Peres Monteiro, de 28 anos, dona de uma lanchonete na cidade. Na opinião do gari Adir Ribeiro dos Santos, de 42 anos, Altamira ficou mais suja. “A sujeira da cidade aumentou em mais de 80%. Agora, tenho de fazer o mesmo trajeto de limpeza três vezes por dia para deixar as ruas do jeito que ficavam antes”, avalia.
“Infelizmente as pessoas que vieram de fora costumam sujar a cidade mais do que os antigos moradores”, disse o gari à Agência Brasil, ao apontar em direção à Rua 1° de Janeiro. “É lá onde fica um dos refeitórios dos trabalhadores que estão na cidade. Eles saem de lá e jogam os pratos e copos descartáveis no chão”, lamenta Adir.
O gari pensa em aproveitar o boom de Belo Monte para conseguir um emprego melhor. Já fez, inclusive, um curso de pedreiro no centro de capacitação do Consórcio Construtor de Belo Monte (CCBM), na busca por uma vaga na obra.
A Norte Energia, empresa responsável pela construção e operação da usina, diz que, para aliviar os problemas de sujeira na cidade, repassou três caminhões coletores de lixo, além de um trator e uma pá mecânica para a prefeitura. Está também prevista a construção de um aterro sanitário na cidade, que ainda está na fase de projeto.
Apesar de a sujeira nas ruas dar muito trabalho ao gari, são os problemas de trânsito os que mais o afligem. “Em menos de seis meses, dois colegas meus, que também trabalham na limpeza, foram atropelados. Antes o trânsito era mais solto. Agora não tem mais espaço, e os carros ficam a toda hora tirando fino da gente e desrespeitando a sinalização”.
Altamira tem novas placas e sinais de trânsito, instalados pela Norte Energia. De acordo com a empresa, foram colocadas 5 mil placas, para sinalização de trânsito e das ruas, além de 138 semáforos e R$1,8 milhões gastos com veículos para ajudar nos serviços públicos do município.
“Eles colocaram muitos sinais, mas os carros sempre estão desobedecendo as regras e furam sinal a toda hora. É por isso que digo: não adiante ter sinal se as pessoas não sabem usá-lo”, argumenta Adir.
Os bancos também são problema. “As filas sempre atravessam quarteirão porque a população aumentou e atendimento não”, critica Adir. “Os bancos daqui já eram uma tragédia. Agora são um inferno", corrobora a comerciante Jaciléia Xavier de Melo, de 31 anos.
A situação poderá ficar ainda mais crítica quando os salários dos operários passarem a ser creditados nessas instituições financeiras. Mas isso, de acordo com a Norte Energia, poderá ser amenizado caso a empresa consiga instalar agências bancárias nos canteiros de obra. Isso depende, ainda, de autorização do Banco Central.
"A energia da cidade também piorou. Toda semana falta energia em diversos pontos. Já a água, que era uma negação, conseguiu ficar ainda pior”,acrescentou Jaciléia. A água é um dos principais problemas de Altamira, segundo o diretor de Enfermagem do Hospital Santo Agostinho, Renato da Silva. Ele explica que não há tratamento de água na cidade como um todo, o que torna “muito comum”, a ocorrência de infecções intestinais.
Jaciléia aponta algumas vantagens trazidas pela obra. “Além da sinalização da cidade, melhoraram as escolas, depois que a empresa [Norte Energia] ampliou o número de salas, montou a sala de informática e ampliou os livros da biblioteca [no Colégio Antônio Godin Lins]. Isso deixou minha filha mais motivada para ir à escola, melhorando em vários aspectos seu rendimento".
Apenas para atender ao Projeto Básico Ambiental, a Norte Energia diz já ter investido R$ 175 milhões em ações de saúde, educação, segurança, saneamento e infraestrutura em todos municípios localizados na área de influência da usina.
Tendo como base dados da saúde e da limpeza de Altamira, o secretário de Planejamento do município, Carlos Bórtolli, disse à Agência Brasil que a população cresceu de 99 mil habitantes, em 2010, para algo entre 143 mil e 148 mil habitantes em 2012.
Ele argumenta que todos os problemas apontados pela população têm a mesma origem. “Faltaram medidas adequadas para o boom populacional disparado por Belo Monte. Isso deveria ter sido mais bem planejado por parte do Estado e da Norte Energia. Tão bem ou melhor do que o projeto e a engenharia dedicados à usina".
Edição: Talita Cavalcante/camocim belo mar belo

PROFISSIONAIS DA BAND SERÃO ENTERRADOS HOJE.



Repórter Enildo Paulo Pereira, o Paulão, e o cinegrafista Ezequiel Barbosa são velados desde a noite de ontem
Repórter e cinegrafista da Band são velados no cemitério Parque Jardim da Paz / Bruno Alencastro/ Agência RBS/ AERepórter e cinegrafista da Band são velados no cemitério Parque Jardim da PazBruno Alencastro/ Agência RBS/ AE

Os dois integrantes da equipe de jornalismo daBand, mortos em um acidente na serra gaúcha, serão enterrados neste sábado. Os corpos do repórter Enildo Paulo Pereira, o Paulão, de 59 anos, e do cinegrafista Ezequiel Barbosa, de 27 anos, chegaram na noite de ontem ao Cemitério Parque Jardim da Paz, em Porto Alegre e são velados desde então.

Cinegrafista era experiente em coberturas policiais

Repórter morto em acidente cobria noticias policiais havia 17 anos

Paulão e Ezequiel se envolveram em um acidente, por volta de 6h de ontem, na rodovia ERS-122, em Farroupilha, em um ponto conhecido como “curva da morte”. Um caminhão desgovernado carregado de laranjas atingiu os carros da reportagem da Band, RBS e Record, além de três veículos da Polícia Civil, que seguiam para uma operação policial. Um carro do SBT, que também acompanhava os policiais, conseguiu escapar.

O condutor do caminhão foi submetido ao teste do bafômetro, mas não foi constatado uso de bebidas alcoólicas. Mais tarde, em depoimento, o caminhoneiro confessou ter tomado um comprimido de "rebite" (medicamento usado para conter o sono).

Paulão e Ezequiel estavam na Band desde setembro do ano passado. Paulão era repórter da edição gaúcha do Brasil Urgente e contava com décadas de experiência no jornalismo policial. O cinegrafista era um de seus principais parceiros de cobertura.
 fonte bandnoticias/camocim belo mar blog