sábado, 26 de abril de 2014

A SANTA MISSA DESTE DOMINGO DIA 27 DE ABRIL DE 2014.

 Santa Zita, padroeira das empregadas do lar
Com muito carinho e devoção lembramos – neste dia – da santidade de vida de Santa Zita, padroeira das empregadas do lar. Nascida em Lucca (Itália), no ano de 1218, em uma família pobre e camponesa, mas que soube comunicar a ela a riqueza da vida em Deus.
Como simples empregada, sem estudos e cultura, Zita consagrou-se inteiramente ao Senhor, sem deixar sua vida simples. O segredo da espiritualidade desta santa era muito concreto, pois consistia em se questionar se esta ou aquela atitude agradava ou não ao Senhor. Desta forma, abriu-se para a santificação de Deus.
Santa Zita, com vinte anos, foi trabalhar numa família nobre e lá, não deixou de participar em todas as manhãs da Santa Missa na comunidade. Ela ajudava aos pobres e visitava os doentes nos tempos de folga, desta forma conquistou a admiração dos patrões. Conquistou também muitos corações para o Senhor e, merecidamente, o Céu.
Santa Zita, rogai por nós!

'FICO TRÊS MESES SEM SEXO NA BOA. NÃO SOU VICIADA',DIZ A EX-BBB ANGELA.

A ex-BBB Angela em ensaio para o Paparazzo que vai ao ar neste sábado, 26
A ex-BBB Angela em ensaio para o Paparazzo que vai ao ar neste sábado, 26
Foto: Marcos Serra Lima/Paparazzo


Aos 26 anos, Angela teve poucos namorados. Foram três relacionamentos sérios até hoje.










Angela Munhoz se apresentou para a equipe do Paparazzo como uma jovem tímida e discreta. Logo na maquiagem, a advogada criminalista, que faturou o segundo lugar no “BBB 14”, foi se soltando. Ela contou que deixou a cidade da família, São Roque, aos 18 anos para estudar Direito na capital, e que essa independência a tornou uma mulher forte. No entanto, reconhece que seu jeito assusta o sexo oposto. “Uma mulher muito independente assusta os homens. Apesar de que, acho que o homem consciente vai admirar uma mulher que conquista as coisas pelo seu trabalho”, acredita.
Aos 26 anos, Angela teve poucos namorados. Foram três relacionamentos sérios até hoje. O primeiro, aos 16, foi com quem ela perdeu a virgindade. “A gente ainda se dá superbem. Gosto de namorar e tenho poucos casinhos. Gosto de ficar em casa assistindo a filminho, namorando...”.

SAMPAIO CORRÊA GOLEIA O ICASA EM PLENO ROMEIRÃO,EM JUAZEIRO DO NORTE CEARÁ.

SÉRIE B
Redação Web | CBM

Com gols de Willian Paulista, Eloir e Válber, o time visitante somou seus primeiros três pontos na competição


Icasa
Com o resultado, o Verdão do Cariri caiu para a 17ª colocação
FOTO: NORMANDO SÓRACLES/ AGÊNCIA MISÉRIA
O Icasa recebeu o Sampaio Corrêa na noite desta sexta-feira (25), no Romeirão, e se deu mal. O Verdão do Cariri não se encontrou em campo e acabou derrotado pelo placar de 3 a 0, em partida válida pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro Sére B. Com gols de Willian Paulista, Eloir e Válber, o time visitante somou seus primeiros três pontos na competição.  
Com o resultado, o Verdão do Cariri caiu para 17ª colocação, com apenas 1 ponto somado. O time maranhense subiu para 4ª posição, com 3 pontos ganhos.
Sampaio Corrêa usa a cabeça e faz 2 a 0
Mesmo jogando em casa, o Verdão do Cariri não conseguiu impor seu ritmo e criou poucas chances para marcar. Na melhor delas, aos 27 minutos, o atleta Foguinho recebeu bom cruzamento da lateral e cabeceou. A bola passou à esquerda do gol de Rodrigo Ramos.

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO CEARÁ COGITA POSSÍVEL GREVE PARA COBRA MELHORIAS NA CATEGORIA.


http://s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2012/01/03/viaturas1.jpgComo esquecer a greve da Polícia Militar do Ceará que ocorreu entre o fim de 2011 e o início do ano de 2012? O clima de pânico invadiu Fortaleza. Na época, os PMs reivindicaram melhores condições de trabalho, horas extras e promoções. Hoje, dois anos depois, as demandas dos policias militares foram atendidas? As greves que ocorreram em Salvador e Natal nos últimos dias relembraram o clima de tensão que Fortaleza viveu. Na capital baiana, a paralisação da PM teve início na noite da terça-feira (15) e durou até a tarde da quinta-feira (17). Os motivos foram os impasses nas negociações com o governo. Os policiais reivindicavam aumento em gratificações, garantias de progressões de carreira e sanções mais brandas no novo código de ética da corporação. A paralisação causou transtornos na capital baiana. Na quarta-feira, houve saques, fechamento de comércio, suspensão de aulas e falta de ônibus nas ruas. E o número de homicídios triplicou, chegando a 17 por dia. Já em Natal os PMs e bombeiros iniciaram na manhã da terça-feira (22) uma paralisação que durou cerca de dez horas. Eles pediam por pagamento das férias, inclusão da alimentação no salário, assistência à saúde, Lei de Promoções de Praças, entre outros pontos.