sábado, 13 de junho de 2015

CHIORO DEFENDE CONTRIBUIÇÃO PARA COMPLETAR FINANCIAMENTO DO SUS.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, voltou a defender hoje (12) a criação de uma contribuição para complementar o financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS).
Chioro, porém, negou que a contribuição será uma nova CPMF.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, participa de audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais do Senado (Antonio Cruz/Agência Brasil)
Contribuição  terá  caracerísticas  diferentes  das da CPMF, diz ministro da SaúdeArquivo/Agência Brasil
“Não será uma CPMF como foi no passado. Será uma contribuição financeira com outras características”, disse o ministro, que participa do 5º Congresso Nacional do PT, em Salvador. "É preciso dar sustentabilidade ao sistema", afirmou.
É necessário mudar o sistema tributário nacional, que é injusto, regressivo e concentrador. Mais de 50% dos impostos da carga nacional são indiretos. É preciso reavivar a CPMF, que é um imposto limpo, não cumulativo e transparente", disse Falcão, em entrevista ontem (11), antes da abertura do encontro do PT.O retorno da contribuição também foi defendido pelo presidente do PT, Rui Falcão, e consta de um documento aprovado no congresso do partido, que também propõe a taxação de grandes fortunas e de lucros.

A SANTA MISSA DESTE DIA 14 DE JUNHO DE 2015.

— Santa Clotilde, marcou a história política cristã da França
A santa que lembramos neste dia marcou a história política cristã da França, já que era filha do rei Ariano. Santa Clotilde nasceu em Leão – França – no ano de 475, e ao perder os pais muito cedo, acabou sendo muito bem educada pela tia que a introduziu na vida da Graça.
Clotilde era ainda uma bela princesa que interiormente e exteriormente comunicava formosura, quando casou-se com um rei pagão, ambicioso e guerreiro, tendo com ele cinco filhos que acabaram herdando o gênio do pai. Como rainha Clotilde foi paciente, caridosa, simples e como mãe e esposa investiu tudo na conversão destes que amava de coração, por amor a Deus.
O soberano se propôs à conversão caso vencesse os alemães que avançavam sobre a França; ao conseguir este feito cumpriu sua palavra, pois tocado por Jesus e motivado pela esposa entrou na Catedral para receber o batismo e começar uma vida nova. O esposo morreu na Graça, ao contrário dos filhos revoltados e mortos a espada em guerras. Desta forma Santa Clotilde mudou para Tours, empenhou-se nas obras religiosas, e ajudou na construção de igrejas e mosteiros, isto até entrar no Céu em 545.
Santa Clotilde, rogai por nós!