quarta-feira, 17 de setembro de 2014

BEZERRO NASCE COM DUAS CABEÇAS EM PROPRIEDADE RURAL DE SÃO BORJA-RS

Animal com anomalia morreu cerca de seis horas após o parto. 

Veterinário acredita que problema ocorreu durante gestação de gêmeos.

Da RBS TV/CBM
Bezerro duas cabeças São Borja RS (Foto: Adilson do Nascimento/Arquivo Pessoal)Bezerro com duas cabeças morreu após o parto (Foto: Adilson do Nascimento/Arquivo Pessoal)
Um bezerro com duas cabeças nascido em uma propriedade rural de São Borja, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, chamou a atenção de veterinários e pecuaristas no último domingo (14). O animal com a anomalia chegou a sobreviver por algumas horas após o parto, mas não resistiu e morreu no mesmo dia.
O veterinário Adilson do Nascimento conta que foi chamado para fazer o parto na propriedade localidade de São Bento, na área rural do município. Ele conta que tentava realizar o procedimento normal, quando notou que algo estava errado e resolveu optar uma cesariana.  

APESAR DA TRÉGUA, PREMIÊ DA UCRÂNIA RECOMENDA PRONTIDÃO DO EXÉRCITO.

Cessar-fogo dura 12 dias com os separatistas no leste do país.

País ratificou nesta terça acordo abrangente com a União Europeia.

Da Reuters/CBM
Bombeiros trabalham em edifício incendiado após bombardeio na cidade de Donetsk, leste da Ucrânia (Foto: Darko Vojinovic/AP)Bombeiros trabalham em edifício incendiado após bombardeio na cidade de Donetsk, leste da Ucrânia (Foto: Darko Vojinovic/AP)
O primeiro-ministro da Ucrânia recomendou ao Ministério da Defesa nesta quarta-feira (17) que garanta que as forças do governo estejam em alerta máximo para combate, apesar de um cessar-fogo de 12 dias com os separatistas no leste do país, apoiados pelos russos.
"A Rússia não vai nos deixar em paz, por isso estou pedindo ao ministro da Defesa que esteja em plena prontidão para a batalha", disse Arseny Yatseniuk em comentários que mantêm a atitude beligerante que ele vem adotando em relação às negociações com rebeldes separatistas no leste da Ucrânia.
Pôr em prática o plano de paz do presidente Petro Poroshenko não significa que os "ministérios da Defesa e do Interior relaxem no trabalho", disse ele. "Total prontidão. Nós não podemos acreditar em ninguém, especialmente os russos."

1º- VOO DE FORTALEZA-CE/BOGOTÁ NO SÁBADO

AVIANCA BRASIL
Voo inaugural
A duração média do voo entre Fortaleza e Bogotá será de 5h30. Na rota, a Avianca irá utilizar aeronaves Airbus A-319
O primeiro voo direto interligando Fortaleza a Bogotá (Colômbia) partirá às 16h40 do próximo sábado, 20, do Aeroporto Internacional Pinto Martins. Este será também o primeiro voo internacional da companhia aérea Avianca do Brasil, antiga OceanAir. A nova rota será semanal, somente aos sábados, em aeronaves Airbus A-319, com capacidade para 132 passageiros em classe econômica.
A operação foi autorizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em março deste ano. A duração média do voo é de 5h30 e tem previsão de chegada em Bogotá às 20h16(horário local). Já o voo de volta às 23h30 e chega a Fortaleza às 6h45do dia seguinte, domingo.
As passagens para o novo voo começaram a ser vendidas em agosto. Segundo o titular da Secretaria de Turismo do Ceará (Setur), Bismarck Maia, a escolha de Bogotá ocorreu por ser a Avianca uma grande companhia aérea na Colômbia, País que serve como hub, "ponte" de brasileiros para outras cidades da América do Sul, América Central, México e Estados Unidos.
"Bogotá vai ser um centro de disposição, consolidando o Ceará no mercado internacional", afirmou Maia.
O estudante de Direito, Daniel Mamede, foi um dos que comprou a passagem para Bogotá. "É uma oportunidade de conhecer outro país. Tendemos a viajar para o Sul do Brasil, que muitas vezes é mais caro e distante, e esquecemos dos países vizinhos", afirma. Ele vai viajar com a namorada para a Colômbia, em dezembro.

EMPATE INSUFICIETE.

SÉRIE B

Ceará joga fechado, segura a igualdade sem gols com o Paraná, mas acaba deixando o G-4 após 16 rodadas

Image-0-Artigo-1701571-1
Mais precavido em campo, o Ceará fez jogo pegado com o Paraná e empatou
FOTO: FUTURA PRESS
Image-0-Artigo-1701586-1
Time alvinegro perdeu para o São Benedito por 1 a 0, ontem à noite, no PV, pela Fares Lopes
KIKO SILVA
O Ceará foi à Curitiba com o objetivo de vencer o Paraná e assegurar sua permanência no G-4 por mais uma rodada da Série B. A vitória não veio, a equipe alvinegra só empatou sem gols com o tricolor paranaense, e acabou deixando o G-4, após 16 rodadas entre os quatro primeiros.
Com o resultado, o Vovô chegou aos 39 pontos, e caiu para a 5ª colocação. A Ponte Preta, que venceu o ABC, assumiu a vaga.
Depois de atuar fora de casa nas duas rodadas anteriores, contra Náutico e Paraná, o Alvinegro, agora, jogará duas seguidas como mandante, primeiro, contra o Avaí, na sexta-feira, 19, e depois ante o América/RN, na terça, 23, ambas no Castelão.
Ao contrário da partida contra o Náutico, na rodada anterior, quando mostrou uma defesa vulnerável, sofrendo dois gols de contra-ataques, dessa vez o Alvinegro atuou mais fechado e bem postado.
A equipe soube segurar o ímpeto do Paraná, no início da partida, que explorou as jogadas aéreas, ponto fraco de defesa alvinegra nesta Série B.
Mas aos poucos o Vovô foi se impondo no jogo e passou a pressionar, dominando as ações. Até os 25 minutos, o Ceará assustou o gol paranista em quatro oportunidades: Nikão arriscando com perigo aos sete minutos; Bill batendo cruzado aos dez, e cabeceando para fora aos 12min, além de uma finalização rasteira de Nikão, aos 19min.
Foi quando aos 26min, o zagueiro Alex Lima quase pôs tudo a perder: ele deu um pontapé em Henrique Santos, após uma dividida de bola. Depois de muita reclamação paranista, pedindo a expulsão do jogador alvinegro, o árbitro o advertiu apenas o atleta com cartão amarelo.
Depois do 'susto', o jogo ficou mais equilibrado, com duas boas chances, uma para cada lado, até o fim do primeiro tempo. Aos 31min, Lucas Otávio acertou chute de fora da área e assustou Luis Carlos. Na última chance do primeiro tempo, aos 39min, Ricardinho bateu falta de longe e Marcos espalmou.

REBELIÃO NA CADEIA PÚBLICA DE FORQUILHA.



Os presos se rebelaram na cadeia pública da cidade de Forquilha. O fato aconteceu na manhã de hoje (16). Os presos colocaram fogo que destruiu quase que por completo o prédio. Informações iniciais dão conta que tudo teve início quando uma pessoa de nome Andréia foi visitar seu marido, houve uma discussão com os agentes, ela foi detida, o marido soube da situação e acabou se revoltando, dando início ao problema.
Vários colchões foram queimados e a situação ficou fora de controle. O detento de nome Ailton, que teria ficado nervoso e revoltado por conta da prisão de sua esposa foi quem começou o incêndio. O acusado responde a tráfico ilícito de drogas.