sábado, 25 de janeiro de 2014

PRÉDIO DA BOATE KISS PERMANECE COMO ESPECE DE MEMORIAL.

Local recebe flores e orações. Parentes das vítimas do incêndio que matou 242 pessoas exigem providências para que tragédia não se repita.


Uma tragédia que abalou o país completa um ano na próxima segunda-feira (27): o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande Do Sul, que matou 242 pessoas.
Neste sábado (25), parentes e amigos se reuniram em Santa Maria em um congresso internacional para exigir a punição dos responsáveis e cobrar providências para que o desastre não se repita.
A Organização das Nações Unidas (ONU) enviou uma carta pedindo mais prevenção e consciência da sociedade. Das oito pessoas denunciadas pelo Ministério Público, sete respondem pela tragédia.
“Não existe superação, o que existe é a gente aprender a conviver com a falta física dos nossos filhos”, diz o pai de vítima João Cechin.
“A força está nisso, em memória do filho. Em memória das outras 241 vítimas e da possibilidade de que não ocorra com os nossos netos e com os filhos mais moços que nós temos”, acrescenta o pai de uma vítima Walter Cabistani.
Um ano depois da tragédia e Santa Maria ainda parece longe de entender o que aconteceu na pior noite da história da cidade. Na frente da boate, as fotos persistem. Os nomes e os sorrisos também. O local onde tantas vidas se perderam ainda chama a atenção.
“Sem explicação. A gente se arrepia só de passar perto”, diz o metalúrgico Marcelo Guterrez.
Até hoje, o interior do prédio continua em escombros. A Justiça já determinou que os proprietários façam uma limpeza. Mas, por enquanto, o local permanece como uma espécie de memorial, onde muita gente deixa flores e faz orações pela memória das 242 vítimas. Uma forma de lembrar que ainda há um longo caminho a ser percorrido.    
“As vidas não voltam mais. O que deve ser feito é uma mobilização muito grande para que isso não ocorra mais, não só em Santa Maria como em qualquer lugar do mundo”, ressalta a professora Jane Bivotto.
O fogo na boate Kiss começou durante um show da banda Gurizada Fandangueira. As faíscas de um artefato pirotécnico usado pelo vocalista atingiram o teto, como mostra um vídeo gravado no celular de uma das vítimas e divulgado pela polícia.
Mas, para muitos, não houve tempo. Com apenas uma saída, obstruída por barras de ferro, os jovens que superlotavam a Kiss tiveram dificuldades para deixar o local. O veterinário Gustavo Cadore ficou dez dias em coma e teve os braços queimados, mas escapou.
“Eu cheguei em uma porta que estava fechada. Teve uma hora em que a esperança acabou. Mas me veio a imagem dos meus pais e aquilo me deu uma força. Eu consegui sair. Quando me recuperei, estava no estacionamento de um supermercado que tem em frente”, lembra.
Os investigadores descobriram que a espuma usada como revestimento acústico foi responsável pela maioria das mortes. Ao queimar, ela liberou cianeto. A fumaça tóxica asfixiou as vítimas.
A Polícia Civil responsabilizou 28 pessoas – 16 criminalmente –, inclusive bombeiros e funcionários da prefeitura. Mas o Ministério Público ofereceu denúncia apenas contra oito: dois bombeiros por fraude processual; um ex-sócio da boate e um contador por falso testemunho; e quatro por homicídio doloso – os donos da Kiss, Elissandro Spohr e Mauro Hoffmann, e os integrantes da banda Marcelo dos Santos e Luciano Leão. Todos respondem em liberdade.

GRUPO PROTESTA EM FORTALEZA-CE CONTRA REALIZAÇÃO DA COPA DO MUNDO DE 2014.


Manifestantes caminharam pela Av. Beira-Mar, ponto turístico da cidade
Polícia atirou balas de borracha e houve corre-corre na avenida.

Do G1 CE/camocim belo mar blog

Manifestantes se reuniram no fim da tarde deste sábado (25) na estátua Iracema Guardiã, no Bairro Praia de Iracema, em Fortaleza, e caminharam pela Beira-Mar até o Bairro Meireles em protesto contra a realização da Copa 2014, em junho próximo.
Os manifestantes começaram a se reunir por volta das 15h30 e seguiram pela Avenida Historiador Raimundo Girão, com cartazes, gritando palavras de ordem como "Não vai ter Copa!'. A caminhada foi pacífica até que alguns chutaram uma lixeira na Avenida Beira-Mar e, a polícia lançou balas de borracha para dispersar a manifestação assustando quem estava no calçadão.
Concentração
Na concentração do ato, policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) fizeram revista em alguns manifestantes, apreenderam materiais como baladeiras (estilingues) e detiveram duas pessoas.
Por volta das 18 horas, o grupo que permaneceu no local começou a gritar palavras de ordem e, minutos depois, bloqueou a rua, em frente ao restaurante Tia Nair, começando a caminhada pacífica em direção à Avenida Beira-Mar, no Meireles.

ENFERMEIRA É AGREDIDA POR FAMÍLIA DE BEBÊ QUE CHORAVA EM ATENDIMENTO. EM SP.

Caso ocorreu em Unidade de Pronto Atendimento em Guarujá, SP

Família agressora será intimada para prestar depoimentos à polícia.

Do G1 Santos/camocim belo mar blog
Mulher ficou com hematomas no braço (Foto: Arquivo Pessoal / Maria Fernanda Marques)Mulher ficou com hematomas no braço
(Foto: Arquivo Pessoal / Maria Fernanda Marques)
A funcionária de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Guarujá, no litoral de São Paulo, afirma ter sido agredida enquanto trabalhava na madrugada deste sábado (25). A auxiliar de enfermagem relata que sofreu a agressão da família de um bebê que chorou durante o atendimento. A vítima registrou boletim de ocorrência na delegacia da cidade.
Maria Fernanda de Oliveira Marques, de 55 anos, conta que o paciente, um bebê de aproximadamente um ano, estava acompanhado por vários parentes, como mãe, avó e tios. “Durante o meu plantão, no setor de Pediatria, fui surpreendida pelos familiares da criança, que entraram na sala sem autorização e se negaram a se retirar do local. Mesmo assim continuei o atendimento, quando essas pessoas começaram a me agredir alegando que eu estava apertando a mão da criança”, explica a vitima.
A auxiliar de enfermagem, que trabalha há 24 anos na UPA da rodoviária de Guarujá, diz que apesar da hostilidade da família, ficou com dó da criança e prestou atendimento. “Eu só estava arrumando o acesso venoso que estava dobrado, fiquei com dó da criança sentido dor. Mas a família começou a me agredir, eram mais de cinco pessoas, recebi chutes no estômago e nas costas, após eu cair continuaram a me chutar na cabeça e por todo o corpo”, lembra a mulher.

PELO CELULAR: MULHER FATURAVA ATÉ R$ 1 MIL POR DIA COM GOLPES.


Segundo a Inteligência, ela enganava as pessoas com mensagens falsas de premiação usando o nome das operadoras

Uma mulher acusada de praticar golpes diários contra dezenas de pessoas, através de mensagens falsas de operadoras de telefonia celular, foi capturada, ontem, numa operação de investigação feita por agentes da Coordenadoria de Inteligência Policial (CIP), do Comando-Geral da Polícia Militar.

Através de celulares, criminosos agem em todo o País, especialmente em presídios. Conseguem enganar o público com a promessa de prêmios em troca de depósitos bancários. Era assim que a mulher presa ontem agia no Ceará FOTO: DIVULGAÇÃO
Francisca Rodrigues Nogueira, 27, foi detida em casa, no Jardim Violeta, no Barroso (zona Sul da Capital).

Em poder da acusada, a Polícia encontrou vários comprovantes de depósitos bancários, além de cartões de bancos. Segundo as investigações, a mulher usava conta de ´laranjas´ para receber o dinheiro que arrecadava nos golpes através de celulares. Em média, ela ´lucrava´ cerca de R$1 mil por dia com a falcatrua.

Prêmios

Utilizando o nome das quatro operadoras de telefonia celular, Francisca enviava ´torpedos´ para as pessoas de forma aleatória. Nas mensagens, a informação de que o usuário da rede havia sido ´sorteado´ com casas, automóveis, viagens e outros falsos prêmios. Mas, para recebê-los, teria que, em contrapartida, fazer depósitos para a cobertura de despesas bancárias. Esse era o argumento para o golpe.

POPULAÇÃO LOTA TIJUCA FESTEJANDO ANIVERSÁRIO DO EX-PREFEITO CHICO VAULINO.



Uma multidão festejou o aniversário do ex-prefeito ChicoVaulino na noite de ontem, dia 24. Pessoas a pé, de bicicleta, de motos e de carro saíram em grande número da Praça da Rodoviária até o Tijuca, numa livre expressão popular de carinho e admiração pelo o "homem da castanha", principal figura do grupo politico de oposição ao GCP. Além do "povão" e familiares, a festa também contou com a presença de amigos políticos de Chico Vaulino, como o deputado estadual Gony Arruda, vereadores, Kenedy da Coelce, Chiquinho do Peixe,o presidente do PT em Camocim, Geovane e Dr. Alfredo Ottoni Coelho, presidente da Comissão municipal do PP, entre outros.

MENSAGEM DE PÊSAMES A DAMIÃO LIBÓRIO,EX REPENTISTA E POETA ;.


“Eu, Adauto Camelo, venho através deste meio de comunicação manifestar meus pesares a família do meu amigo Damião de Sousa Mesquita, um dos, a quem devo, dentre outros, o incentivo de falar num microfone, pois quando trabalhou na rádio Pinto Martins me dava a liberdade de cumprimentar os seus ouvintes e os nossos clientes, tínhamos um ótimo relacionamento prosaico e respeitoso. Vai com Deus, meu irmão, que a tua alma esteja e permaneça na luz”.(eu Iraldo Aragão venho tambén da nos pesares a familía do meu grade amigo damião liborio que deus esteja com você amigo,ele teve com você sempre em horas mais dificeis .)