terça-feira, 4 de novembro de 2014

VÍDEO MOSTRA MOMENTO DO TIROTEIO DENTRO DA BOATE EM PORTO ALEGRE-RS.


Troca de tiros durante baile funk deixou um morto e 15 pessoas feridas.
Segundo a Polícia Civil, gangues rivais estão envolvidos no tiroteio.

Do G1 RS/CBM
Frequentadores de um baile funk registraram os momentos de pânico durante um tiroteio dentro de uma casa noturna na madrugada desta segunda-feira (3) em Porto Alegre. Segundo a polícia, o confronto entre duas gangues rivais deixou uma pessoa morta e outras 15 feridas. As imagens foram divulgadas pela Brigada Militar (veja o vídeo acima).
Nas imagens, um trio aparece em cima do palco da boate Stuttgart, que sediava um baile funk cujas principais atrações eram os MCs Bin Laden e Tchesko, conforme anúncio no site da casa noturna. De repente, começa o barulho dos tiros – foram dezenas de disparos – seguidos por gritos dos frequentadores.
Tiroteio provocou pânico na boate, dizem testemunhas (Foto: Josmar Leite/RBS TV)Tiroteio provocou pânico dentro da boate, dizem
testemunhas (Foto: Josmar Leite/RBS TV)
No total, 16 pessoas foram atingidas pelos disparos. Segundo a Polícia Civil, os feridos foram levados em carros particulares para receber atendimento médico em três hospitais: o Hospital de Pronto Socorro (HPS) e o Cristo Redentor, na capital, e Hospital de Viamão, na Região Metropolitana. Cinco suspeitos foram presos.
Por volta das 12h, um dos feridos, de 19 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no HPS de Porto Alegre. Segundo a polícia, ele tinha antecedentes criminais. Até o final da tarde, duas pessoas continuavam internadas na instituição em observação, mas fora de perigo.
Gangues rivais estão por trás de tiroteio
A Polícia Civil acredita que o tiroteio dentro da casa noturna foi protagonizado por duas gangues rivais. O delegado responsável pelo caso, Filipe Bringhenti, da 2ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP), conta que dois homens armados renderam um segurança na entrada da casa noturna e atiraram em direção à pista de dança. Mas a polícia acredita que havia pessoas armadas também dentro da boate.