quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

TORCIDAS FAZEM FESTA EM GRAVAÇÃO DE VINHETA DE CARNAVAL NO RIO,PARA 2013.



Primeiro dia de gravação teve participação de 6 escolas do Grupo Especial.
Componentes usaram camisetas, bastões luminosos e até um bandeirão.


Seis escolas participam do primeiro dia de gravação das vinhetas do carnaval (Foto: Alba Valéria Mendonça/ G1)Seis escolas participam do primeiro dia de gravação das vinhetas do carnaval (Foto: Alba Valéria Mendonça/ G1)
Só com o primeiro dia de gravação das vinhetas do carnaval 2013 da TV Globo, no Citibank Hall, no Shopping Via Parque, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, já dá para perceber  que não vai faltar fôlego nem animação aos componentes das escolas do Grupo Especial. A gravação iniciada na noite de terça-feira (4), foi uma festa, com direito a torcida organizada com camisetas, bandeirinhas, bastões luminosos, chuva de papel picado e até um bandeirão digno de torcida de futebol.
Seis escolas participaram deste primeiro dia de gravação, seguindo a ordem de apresentação no desfile. Foram elas: Inocentes de Belford Roxo, Acadêmicos do Salgueiro, Unidos da Tijuca, União da Ilha do Governador, Mocidade Independente de Padre Miguel e Portela.
Cada escola pôde se apresentar com 50 componentes, entre ritmistas, passistas, casal de mestre-sala e porta-bandeira, baianas, destaques e rainha de bateria. Cada agremiação tinha dez minutos de apresentação, seguidos de cinco minutos de intervalo para tomar água e retocar fantasia e maquiagem e outros dez minutos de apresentação, sob a direção geral de Roberto Naar e direção de núcleo de J. B. de Oliveira, o Boninho.
A Inocentes de Belford Roxo, estreante na gravação, fez bonito. A torcida, mesmo pequena - já que a grande maioria dos componentes é da Baixada Fluminense - era empolgada. Que o diga Mercedes Miranda Cardoso, que cantava o samba a plenos pulmões e mesmo com o ar-condicionado da casa de shows ligado, suava em bicas.
"É a primeira vez, né? A gente fica nervosa, quer que tudo dê certo, que não haja problemas. Acho que a Caçulinha da Baixada fez um grande espetáculo. E vamos repetir na avenida todo esse empenho para tentar manter a escola no Grupo Especial", disse Mercedes, que é diretora de ala da Inocentes de Belford Roxo.
Logo depois, com torcida uniformizada e com dezenas de bastões luminosos, entrou no palco a Acadêmicos do Salgueiro. Avisada pelo puxador Quinho, a torcida cantou "Parabéns pra você", para o aniversariante, o mestre de bateria Marcão, enquanto técnicos faziam as últimas checagens de equipamentos. Ao receber a autorização do diretor para começar o samba, a bateria "Furiosa" deu início ao samba de 2013.
"Não tem mistério. Subo no palco com meu tamborim e faço o que sei: sambar. Há oito anos participo das gravações das vinhetas. Comecei na Mocidade, em 2012, fiquei afastada dois anos e agora estou no Salgueiro",  disse do alto de sua experiência a rainha do Salgueiro Viviane Araújo.
Torcida da Unidos da Tijuca cobre a plateia com um bandeirão da escola (Foto: Alba Valéria Mendonça/ G1)Torcida da Unidos da Tijuca cobre a plateia com um
bandeirão da escola (Foto: Alba Valéria Mendonça/
G1)
Enquanto o palco era preparado, a torcida da Unidos da Tijuca entrou fazendo barulho, cantando o samba e agitando bandeiras. E logo veio a determinação: na segunda passagem do samba, um bandeirão azul e amarelo seria agitado sobre a torcida.
"Deu um ânimo a mais na galera. O pessoal aprovou e a gente gostou do resultado", disse o diretor de carnaval da Unidos da Tijuca Ricardo Fernandes.
A União da Ilha entrou com a torcida saudando o sempre empolgado e emocionante intérprete Ito Melodia. Ele aproveitou para ensaiar com os componentes presentes ao Citibank Hall, o grito final da gravação do samba.
"Gritem 'Ilha, Ilha, Ilha' e depois digam "caramba" para a gente encerrar a gravação", disse Ito, que teve seu pedido prontamente atendido, com a torcida saindo da casa de show animada com a apresentação cantando "Diga espelho meu, se há na avenida alguém mais feliz que eu".
A Mocidade entrou em cena com inovações. Ao contrário das outras escolas, os ritmistas não usaram a fantasia do carnaval passado. Ao contrário, numa referência ao enredo de 2013, que fala sobre o Rock in Rio, eles usavam camisetas, óculos escuros e bandanas, fazendo o estilo roqueiro. A bateria cumprimentou a torcida ao subir ao palco.
Tia Surica e rainha Patrícia Nery, da Portela, encerram o primeiro dia de gravações (Foto: Alba Valéria Mendonça/ G1)Tia Surica e rainha Patrícia Nery, da Portela,
encerram o primeiro dia de gravações (Foto: Alba
Valéria Mendonça/ G1)
A escola de Padre Miguel também foi a única a levar a sua rainha, Camila Silva, usando fantasia em vez dos comportados vestidinhos das outras rainhas de bateria. E também a única a se apresentar com uma mulher, Juliana Pagung, como puxadora de apoio do intérprete Luizinho Andanças. Levou para o palco também a musa Ângela Bismarchi.
A gravação se encerrou coma apresentação da Portela. Antes da escola começar a gravar, a torcida cantava o samba numa grande roda formada na plateia. A rainha de bateria Patrícia Nery entrou em cena de mãos dadas com a grande dama da Velha Guarda, Tia Surica. Aí, ficou fácil emocionar a plateia com samba que exalta Madureira, a terra dos bambas.fonte:g1 rj/camocim belo mar blo

g

MORRE NO RIO DE JANEIRO O ARQUITETO OSCAR NIEMEYER,AOS 104 ANOS.



Arquiteto de 104 anos estava internado desde 2 de novembro em Botafogo.
Reconhecido internacionalmente, ele faria 105 anos em 15 de dezembro.

O arquiteto Oscar Niemeyer (Foto: Reuters)

O arquiteto Oscar Niemeyer (Foto: Reuters)

Arquiteto morreu, aos 104 anos, no Rio de Janeiro (Foto: Reuters)
O arquiteto Oscar Niemeyer, de 104 anos, morreu no Rio às 21h55 desta quarta-feira (5). Ele estava internado desde 2 de novembro no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul. Reconhecido internacionalmente por suas obras, Niemeyer completaria 105 anos em15 de dezembro.
Nesta quarta, um boletim médico informava que o estado de saúde do arquiteto havia piorado e era considerado grave.
Infográfico Niemeyer (Foto: Arte/G1)
Ainda segundo o hospital, Niemeyer respirava com a ajuda de aparelhos e encontrava-se sedado por causa de uma infecção respiratória.
O hospital informou também que a piora do quadro clínico do paciente aconteceu após a visita do médico Fernando Gjorup nesta quarta-feira.
Histórico de internações
O arquiteto foi internado várias vezes ao longo dos últimos anos. A última foi em 2 de novembro, quando voltou ao Samaritano, seis dias depois de ter recebido alta. Desta vez, Niemeyer foi submetido a tratamento de hemodiálise e fisioterapia respiratória.
No dia 13 de outubro, o arquiteto deu entrada no Hospital Samaritano após sentir-se mal, apresentando um quadro de desidratação. Ele ficou internado por duas semanas.
Em maio, Niemeyer também esteve internado no mesmo hospital, quando deu entrada com desidratação e pneumonia. Depois de 16 dias, com passagem pela UTI, recebeu alta.
Em abril de 2011, o arquiteto ficou internado por 12 dias por causa de uma infecção urinária. Também já foi submetido a cirurgias para a retirada da vesícula e de um tumor no intestino.
Em 2010, Niemeyer também foi internado em abril, devido a uma infecção urinária.
Em 2009, o arquiteto ficou internado por 24 dias no Samaritano, entre setembro e outubro, após dores abdominais. Ele chegou a passar por uma cirurgia para retirar um tumor no intestino grosso, uma semana depois de ter sido operado para a retirada de um cálculo na vesícula.
Em junho do mesmo ano, o arquiteto foi internado no hospital Cardiotrauma de Ipanema, também na Zona Sul, queixando-se de dores lombares. Ele passou por uma bateria de exames e recebeu alta médica algumas horas depois. Na ocasião, exames de sangue e uma tomografia indicaram que Niemeyer estava apenas com uma lombalgia.
Em 2006, o arquiteto chegou a ficar 11 dias internado, após sofrer uma queda e passar por uma cirurgia.
Filha do arquiteto morreu em junho
A designer Anna Maria Niemeyer, única filha de Oscar Niemeyer, morreu aos 82 anos, em consequência de um enfisema pulmonar, em 6 de junho.
Segundo o administrador Carlos Oscar Niemeyer, filho de Anna, o avô esteve pela última vez com sua mãe, três dias antes, durante uma visita ao Hospital Samaritano, onde Anna Maria ficou mais de 40 dias internada.
Ainda de acordo com Carlos Oscar, durante o tratamento, Anna chegou a receber alta, mas voltou a ser internada no dia 1º de junho. Ela teve cinco filhos,13 netos e quatro bisnetos.
Carlos Oscar contou que sua mãe e o avô eram muito próximos e costumavam se falar todos os dias. Ele disse que Niemeyer ficou muito abalado ao receber a notícia da morte da única filha.
"O pai receber a notícia da morte de um filho é uma coisa extremamente difícil, imagina para um pai de 104 anos, a situação é ainda mais complicada", comentou Carlos, durante o sepultamento de Anna Maria Niemeyer.
Oscar Niemeyer manifestou vontade de ir ao enterro da filha no Cemitério São João Batista, em Botafogo. Mas, de acordo com os parentes, ele não compareceu após os médicos avaliarem que as condições de saúde do arquiteto não eram favoráveis.
Visita à Passarela do Samba
Em fevereiro, Niemeyer fez uma visita ao Sambódromo, durante a fase final das obras de reforma da Passarela do Samba que mantiveram o traçado original que o arquiteto projetou há 30 anos. Ele enfrentou o sol forte de meio-dia e percorreu num carrinho aberto toda a extensão da Avenida.
"Está muito bom. Melhorou muito. Este não é um trabalho só meu, é o trabalho de um grupo. Estou entusiasmado", disse Niemeyer, na ocasião.
O projeto de Niemeyer previa um equilíbrio entre os dois lados da Sapucaí, como se fosse um espelho. Com a obra, a Sapucaí passou a ter 12.500 lugares a mais, podendo acomodar 72.500 pessoas.
Trabalho em ateliê para festejar 104 anos
Autor de mais de 600 projetos arquitetônicos, Niemeyer decidiu festejar os seus 104 anos do jeito que mais gostava: trabalhando em seu ateliê de janelas amplas diante da Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio.
Em agosto de 2011, ele lançou o livro "As igrejas de Oscar Niemeyer" (Editora Nosso Caminho), na galeria de um shopping da Zona Sul do Rio.
Embora ateu convicto, o arquiteto selecionou fotos e desenhos das 16 obras religiosas, entre capelas e igrejas, que realizou ao longo de sua carreira.
"As pessoas se espantam pelo fato de, mesmo sendo comunista, me interessar pelas igrejas. E a coisa é tão natural. Eu morava com meus avós, que eram religiosos. Tinha até missa na minha casa. E eu fui criado num clima assim. Esse passado junto da família me deixou com a ideia de que os católicos são bons, que querem melhorar a vida e fazer um mundo melhor", explicou Niemeyer, na ocasião.fonte:g1 Rj/camocim belo mar blog

CONCURSO DO BANCO DO BRASIL-COLOCAÇÃO PROMOCIONAL.



É o estudo da colocação dos pronomes oblíquos átonos (me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes) em relação ao verbo.
Os pronomes átonos podem ocupar 3 posições: antes do verbo (próclise), no meio do verbo (mesóclise) e depois do verbo (ênclise).
Esses pronomes se unem aos verbos porque são “fracos” na pronúncia.
PRÓCLISE
Usamos a próclise nos seguintes casos:
(1) Com palavras ou expressões negativas: não, nunca, jamais, nada, ninguém, nem, de modo algum.
Nada me perturba.
Ninguém se mexeu.
De modo algum me afastarei daqui.
- Ela nem se  importou com meus problemas.
(2) Com conjunções subordinativas: quando, se, porque, que, conforme, embora, logo, que.
Quando se trata de comida, ele é um “expert”.
- É necessário que a  deixe na escola.
- Fazia a lista de convidados, conforme me lembrava dos amigos sinceros.
(3) Advérbios
Aqui se tem paz.
Sempre me dediquei aos estudos.
Talvez o veja na escola.
OBS: Se houver vírgula depois do advérbio, este (o advérbio) deixa de atrair o pronome.
- Aqui, trabalha-se.
(4) Pronomes relativosdemonstrativos e indefinidos.
Alguém me ligou? (indefinido)
- A pessoa que me ligou era minha amiga. (relativo)
Isso me traz muita felicidade. (demonstrativo)
(5) Em frases interrogativas.
Quanto me cobrará pela tradução?
(6) Em frases exclamativas ou optativas (que exprimem desejo).
- Deus o abençoe!
- Macacos me mordam!
- Deus te abençoe, meu filho!
(7) Com verbo no gerúndio antecedido de preposição EM.
Em se plantando tudo dá.
Em se tratando de beleza, ele é campeão.
(8) Com formas verbais proparoxítonas
- Nós o censurávamos.
MESÓCLISE
Usada quando o verbo estiver no futuro do presente (vai acontecer – amarei, amarás, …) ou no futuro do pretérito (ia acontecer mas não aconteceu – amaria, amarias, …)
- Convidar-me-ão para a festa.
- Convidar-me-iam para a festa.
Se houver uma palavra atrativa, a próclise será obrigatória.
- Não (palavra atrativa) me convidarão para a festa.
ÊNCLISE
Ênclise de verbo no futuro e particípio está sempre errada.
- Tornarei-me……. (errada)
- Tinha entregado-nos……….(errada)
Ênclise de verbo no infinitivo está sempre certa.
- Entregar-lhe (correta)
- Não posso recebê-lo. (correta)
Outros casos:
- Com o verbo no início da frase: Entregaram-me as camisas.
- Com o verbo no imperativo afirmativo: Alunos, comportem-se.
- Com o verbo no gerúndio: Saiu deixando-nos por instantes.
- Com o verbo no infinitivo impessoal: Convém contar-lhe tudo.
OBS: se o gerúndio vier precedido de preposição ou de palavra atrativa, ocorrerá a próclise:
- Em se tratando de cinema, prefiro o suspense.
- Saiu do escritório, não nos revelando os motivos.
COLOCAÇÃO PRONOMINAL NAS LOCUÇÕES VERBAIS
Locuções verbais são formadas por um verbo auxiliar + infinitivo, gerúndio ou particípio.
AUX + PARTICÍPIO: o pronome deve ficar depois do verbo auxiliar. Se houver palavra atrativa, o pronome deverá ficar antes do verbo auxiliar.
Havia-lhe contado a verdade.
Não (palavra atrativa) lhe havia contado a verdade.
AUX + GERÚNDIO OU INFINITIVO: se não houver palavra atrativa, o pronome oblíquo virá depois do verbo auxiliar ou do verbo principal.
Infinitivo
Quero-lhe dizer o que aconteceu.
Quero dizer-lhe o que aconteceu.
Gerúndio
Ia-lhe dizendo o que aconteceu.
Ia dizendo-lhe o que aconteceu.
Se houver palavra atrativa, o pronome oblíquo virá antes do verbo auxiliar ou depois do verbo principal.
Infinitivo
Não lhe quero dizer o que aconteceu.
Não quero dizer-lhe o que aconteceu.
Gerúndio
Não lhe ia dizendo a verdade.
Não ia dizendo-lhe a verdade.fonte:agencia da noticia/camocim belo mar blog

O FESTEJOS DE SANTA LUZIA NA FLAMENGA DOS VITORIANOS EM CAMOCIM-CE.

























TEMA:COM OS OLHOS DA FÉ QUEREMOS VER JESUS

DE 3 A 13 DE DEZEMBRO DE 2012
NA FLAMENGA DOS VITORIANOS
CAMOCIM-CE

PROGRAMAÇÃO DA FESTA

 DIA 03/12 (Segunda) 
05:00h -  Alvorada festiva com fogos e o Terço da Divina Providência
18:00h - Terço Mariano: Matriz
19:00h  - Hasteamento da Bandeira e Celebração eucarística 
Convidados:Todas as comunidades das Flamengas
Liturgia:Terço dos Homens da Matriz
Música:Grupo Apóstolos

  DIA 04/12 (Terça)
18:00h - Terço Mariano-Santa Luzia
18:30h - Primeira Novena 
19:00h  - Celebração eucarística 
Convidados:Irmandade do Santíssimo sacramento e comunidade Nossa Senhora de Nazaré
Liturgia:Santa Luzia
Música:Jander

 DIA 05/12 (Quarta) 
18:00h - Terço Mariano 
18:30h - Segunda Novena
19:00h - Celebração eucarística
Convidados: Polo Santo Expedito e Terço dos Homens.
Liturgia:Polo Santo Expedito
Música:Ministério de música de Santo Expedito. 

  DIA 06/12 (Quinta)
18:00h - Terço Mariano Nossa Senhora de Fátima
18:30h - Terceira Novena
19:00h - Celebração eucarística 
Convidados:Toda a área missionária
Liturgia:Polo Nossa Senhora de Fátima
Música:Nossa Senhora de Fátima. 


 DIA 07/12 (Sexta)
18:00h - Terço Mariano Polo Olinda
18:30h - Quarta Novena
19:00h  - Celebração eucarística
Convidados:Mãe Rainha,Apostolado da Oração, e todos os círculos bíblicos e Legião de Maria
Liturgia:Polo Olinda
Música:Polo Olinda  

DIA 08/12 (Sábado) 
18:00h - Terço Mariano comunidade Coqueiros
18:30h - Quinta Novena
19:00h  - Celebração eucarística  
Convidados:Toda comunidade São Judas Tadeu
Liturgia:Comunidade Coqueiros
Música:Comunidade Coqueiros 

 DIA 09/12 (Domingo) 
18:00h - Terço Mariano Cruzeiro
18:30h - Sexta Novena
19:00h - Celebração eucarística
Convidados:Terço dos Homens(Cruzeiro,Santo Expedito,São Pedro,São Francisco,N.sra.de Fátima,São José,Santa Edwiges e Matriz.
Liturgia:Polo Cruzeiro
Música:Polo Cruzeiro



 DIA 10/12 (Segunda) 
18:00h - Terço Mariano Polo São José
18:30h - Sétima Novena
19:00h  - Celebração eucarística 
Convidados:Polo São José e Terço dos Homens
Liturgia:Polo São José
Música:Polo São José  

DIA 11/12 (Terça)
18:00h - Terço Mariano São Pedro
18:30h - Oitava Novena 
19:00h  - Celebração eucarística 
Convidados:Ministros da Eucaristia e Ministros da Palavra
Liturgia:Polo São Pedro
Música:Polo São Pedro

 DIA 12/12 (Quarta) 
18:00h - Terço Mariano São Francisco
18:30h - Nona Novena
19:00h - Celebração eucarística
Convidados: Renovação Carismática e Encontro de casais com Cristo
Liturgia:ECC
Música:Ministério de música RCC

DIA 13/12 (Quinta)ENCERRAMENTO DA FESTA
17:00h - Caminhada de encerramento 
18:00h - Celebração eucarística 
Convidados:Devotos de Santa Luzia e Toda comunidade católica
Liturgia:Polo Cruzeiro
Música:Polo Cruzeiro

BATIZADOS
DIA 12/12/12 - quarta-feira,ás 17:00 hs.
PARTE SOCIAL
 DIA 13/12/12 - Sorteio dos Envelopes
 DIA 12/12/12 - Leilão de Prendas Tradicional
PARÓQUIA DO SENHOR BOM JESUS
DOS NAVEGANTES
DIOCESE DE TIANGUÁ
PÁROCO: PADRE FRANCISCO EVALDO CARVALHO CARNEIRO
VIGÁRIO:PADRE SEBASTIÃO LIMA.fonte:capelha de santa luzia/camocim-ce blog/camocim belo mar blog

MARQUITO DEVE ASSUMIR CARGO DE VEREADOR EM SP,DIZ ASSESSORIA.



Humorista teve 22.198 votos e ficou como suplente de Celso Jatene.
Jatene foi escolhido secretário e precisará se licenciar do mandato.

Marquito ficou como primeiro suplente da coligação (Foto: Reprodução)
Marquito ficou como primeiro suplente da
coligação PTB-PRB (Foto: Reprodução)
O humorista Marco Antonio Ricciardelli, conhecido como Marquito, deve assumir mandato como vereador em São Paulo 2013. Marquito concorreu nas eleições pelo PTB, alcançou 22.198 votos e ficou com a vaga de primeiro suplente do vereador eleito Celso Jatene, do mesmo partido. Jatene precisará se licenciar do mandato para assumir a Secretaria Municipal de Esportes na gestão de Fernando Haddad (PT). A indicação de Jatene foi confirmada por Haddad no fim da tarde desta quarta-feira (5).
Marquito usou como bordão de campanha o jargão “Esquisito por esquisito, vote no Marquito”. O humorista atua como assistente de palco do apresentador “Ratinho”, no SBT, e é sobrinho do apresentador Raul Gil.

O candidato a vereador Marquito acompanhou o candidato à Prefeitura de São Paulo pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB), Celso Russomanno durante caminhada da Rua Santa Ifigênia até a Avenida Ipiranga, em São Paulo. (Foto: Acácio Nascimento/Futura Press)Segundo Edson Prestes, assessor de Marquito, ele deverá conceder uma entrevista coletiva na manhã de quinta-feira (6) para comentar a nova função.

Segundo o assessor, Marquito já foi avisado pelo próprio Jatene a respeito do cargo. O segundo suplente pela chapa é Valdecir Cabra Bom, que obteve 14.100 votos. Celso Jatene foi eleito com 52.099 votos.
 
Em campanha, Marquito usou boneco para divulgar candidatura. (Foto: Acácio Nascimento/Futura Press)

OSCAR NIEMEYER TEM PIORA E RESPIRA COM AJUDA DE APARELHOS,DIZ HOSPITAL.



O arquiteto está sedado por causa de uma infecção respiratória.
Ele está internado desde 2 de novembro no Hospital Samaritano, no Rio.


O arquiteto Oscar Niemeyer (Foto: Reuters)O arquiteto Oscar Niemeyer (Foto: Sergio Moraes/
Reuters)
O estado de saúde do arquiteto Oscar Niemeyer, de 104 anos,  piorou e é considerado grave, segundo mais recente boletim médico divulgado na tarde desta quarta-feira (5).
De acordo com o Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, onde Niemeyer está internado, o arquiteto respira com a ajuda de aparelhos e encontra-se sedado por causa de uma infecção respiratória.
Ainda segundo o hospital, a piora do quadro clínico do paciente foi constatado após a visita do médico Fernando Gjorup nesta quarta.
Internado há mais de um mês
O arquiteto deu entrada na unidade em 2 de novembro, sendo submetido a tratamento de hemodiálise e fisioterapia respiratória.
Em maio, Niemeyer também esteve internado no mesmo hospital, quando deu entrada com desidratação e pneumonia. Depois de 16 dias, com passagem pela UTI, recebeu alta.
Em abril de 2011, o arquiteto ficou internado por 12 dias por causa de uma infecção urinária. Também já foi submetido a cirurgias para a retirada da vesícula e de um tumor no intestino.
O arquiteto, reconhecido internacionalmente por suas obras, completará 105 anos no dia 15 de dezembro.g1 Rj/camocim belo mar blo

g

CARRO DA PREFEITURA DE FORTALEZA-CE É ROUBADO.


imagen do gloogle

Homens também levaram R$ 5 mil pertencentes ao motorista, diz polícia.
Grupo parou veículo por volta de 8h.

Um carro oficial da Prefeitura de Fortaleza foi roubado na manhã desta quarta-feira (5), no Bairro Guararapes, na capital cearense, por volta de 8h. Segundo o funcionário da prefeitura que conduzia o carro relatou à Polícia Militar, os homens também levaram R$ 5 mil pertencentes a ele.
De acordo com os policiais do Programa Ronda do Quarteirão, o motorista afirmou estar indo buscar um colega de trabalho no Bairro Guararapes, quando foi parado por um grupo de homens armados que levaram o veículo e o dinheiro.fonte:g1 ce/camocim belo mar blog

CHUVA CAUSA DESABAMENTO DE PONTE NO CRATO-CE,NO INTERIOR DO CEARÁ.



Cabeceira da ponte sobre o rio Batateiras, no Crato, cedeu.
Chuva na região foi de apenas 11 milímetros, mas causou estragos.


Das 7h desta terça-feira (4) às 7 horas de quarta-feira (5), choveu apenas 11 milímetros no município do Crato, na região do Cariri, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Apesar da chuva fraca, os moradores do distrito de Vila São Bento, no Crato, enfrentaram dificuldades para chegar à sede do município. A cabeceira da ponte sobre o Rio Batateiras, que separa as duas regiões, cedeu e impossibilitou a passagem de carros e outros meios de transporte.
A ponte estava em processo de recuperação desde agosto e tinha prazo de 180 dias para ser concluída, mas as obras pararam. De acordo com o secretário de Infraestrura do Crato, José Muniz, houve um erro no projeto. "O projeto mostra rocha a oito metros de profundidade, cavamos até 15 metros e não encontramos rocha. Tivemos de fazer uma nova sondagem e uma nova fundação".

Segundo a Funceme, de ontem para hoje choveu em doze municípios na região do Cariri. A chuva mais forte aconteceu em Barbalha, 24 milímetros, seguida de Cariús e Juazeiro do Norte, com 18 milímetros, e Aurora, com 17,8 milímetros.
Apesar dos problemas com as cabeceiras, o secretário diz que a estrutura da ponte não oferece riscos. Enquanto a obra de recuperação da ponte não é realizada, a população se arrisca na travessia passando por cima de areia e pedras, já que a ponte é o único acesso para a sede do município.fonte:g1 ce/camocim belo mar blog

EMPRESÁRIA RELEMBRA PASSADO AO LADO DO GENERAL FIQUEIREDO.


Myrian Abicair assume romance trinta anos depois e diz que viveu entre Rio, SP e Brasília49





Destino . Myrian Abicair e o então presidente Figueiredo: romance teve início depois de encontro em festa Foto: Divulgação




Destino . Myrian Abicair e o então presidente Figueiredo: romance teve início depois de encontro em festaDIVULGAÇÃO
BRASÍLIA - Era a sua noite de gala. A empresária atravessa o salão solenemente em direção ao convidado especial da inauguração de mais um de seus empreendimentos: Sua Excelência o presidente da República Federativa do Brasil. Até chegar ao lugar onde estava o presidente, a belíssima anfitriã percorreu 35 metros contados, passando por políticos, empresários, artistas, um batalhão de fotógrafos e uma dezena de colunistas sociais do país inteiro.
Para chegar, finalmente, ao destino, teria a empresária que atravessar a piscina. Pretendia fazê-lo com seus passos de bailarina. Mas acabou fazendo a nado. Como? Isso mesmo! Quando estava já a poucos metros do homem por quem se apaixonaria ainda naquela noite, a anfitriã foi empurrada para dentro da piscina, por uma impertinente e desagradável brincadeira de uma amiga, já bêbada. O presidente até que insinuou um salvamento, mas foi contido pelos seguranças. Mas ela viu e, portanto, valeu o gesto.
Só que a anfitriã não queria apresentar-se daquela maneira ao presidente. Totalmente encharcado, o vestido colado ao corpo a deixava quase nua. Não teve alternativa, pois o presidente da República já estava à sua frente.
Assim começou o romance entre o então presidente João Baptista de Oliveira Figueiredo e a empresária Myrian Abicair. Tudo por puro acaso. Figueiredo estava em São Luís para uma conversa com o empresário Victor Civita, no hotel Quatro Rodas, então de propriedade do grupo Abril. Não gostou da distância e optou por hotel mais perto da cidade. Foi para o Villa Rica, que, por coincidência estava sendo inaugurado naquela noite. O hotel pertencia a uma rede do grupo do empresário Luis Serson, administrado pela sua então mulher, a personagem da nossa história.
O romance entre o presidente da República e a empresária é uma versão às avessas da novela “Salve Jorge”, de Glória Perez: a mocinha não era uma favelada, mas uma ricaça paulista; e a semelhança entre Ricardo Lombardi e Figueiredo é a preferência pelos cavalos, que o general deixou claro antes mesmo de assumir a Presidência: “prefiro o cheiro de cavalos ao cheiro do povo”. Mas, se vivo estivesse, e visse as cenas da novela, diria, certamente: “Esse cara sou eu”.
Passados 30 anos do romance, Myrian Abicair, dona de um dos mais badalados spas do país, o “Sete Voltas”, resolveu, finalmente, assumir de público o romance com Figueiredo. Na verdade, há mais de cinco anos que, durante as minhas constantes estadas no seu SPA — por que será? — que a empresária vem me relatando a história da sua vida. Ao lado de Figueiredo foram só três anos e meio, mas valeu por uma eternidade. Até hoje, ela fala dele com muita emoção:
— Eu abandonei a minha vida de luxo, de mulher milionária, para curtir a minha paixão. Saí do casamento de mãos abanando, por pura opção. Abri mão de tudo e voltei para o meu sítio em Itatiba, onde, anos depois, montei um spa.
Durante o período em que namorou com Figueiredo, Myrian ficava no eixo São Paulo — Brasília — Rio. Em Brasília, ela se hospedava na casa de um ministro de Figueiredo, que foi uma das mais importantes representantes civil nos governos militares. No Rio, ficava com Figueiredo “num bairro muito afastado da Zona Sul”, cujo nome não se lembra. Em São Paulo, bem, em São Paulo, a maioria das vezes no hotel Maksoud. Figueiredo nunca gostou que Myrian se aproximasse dos seus amigos:
— Não quero você perto do poder. O poder é perigoso. Se souberem que você tem um caso com o presidente da República, os políticos e meus próprios amigos vão começar a te bajular para que você, na cama, consiga comigo as coisas que eles não conseguem no meu gabinete nem nas minhas churrascadas.
Segundo Myrian, o então presidente tinha particular preocupação com o empresário Geoges Gazale:
— O Figueiredo me dizia que o Gazale era incansável, o perturbava sempre em busca de favores. Não dava folga. E, se fizesse amizade comigo, ele estaria ferrado.
Outra grande preocupação do presidente da República, segundo Myrian, era com a mídia. Já se especulava muito a fama do general de ser um mulherengo. Vira e mexe saiam notinhas maldosas nos jornais sobre os supostos casos de Figueiredo.
— Era o que mais o incomodava. Todos sabiam que, a partir de um determinado momento, seu casamento era só de fachada. Mas ele achava que a população brasileira, por ser essencialmente conservadora, não aceitaria um presidente adúltero. Para dizer a verdade, não foi ele que desprezou a mulher, mas a mulher que não gostava mais dele. E isso ela dizia na cara dele” — conta Myrian.
A empresária nega que o spa “Sete Voltas” tenha sido presente de Figueiredo:
— A coisa mais valiosa que eu ganhei dele foi um cavalo. O sítio eu já tinha desde 1969. Nunca me desfiz dele. O Figueiredo não era homem de dar muitos presentes e nem eu precisava. Por isso é que eu digo que a nossa relação foi de amor, pois era desinteressada. Acho que isso deu muita estabilidade ao nosso relacionamento: nunca lhe pedi nada, nem para nomear um contínuo.
Para não dizer que nunca intercedeu por ninguém, Myrian lembra que, certa vez, sugeriu a Figueiredo que nomeasse o coronel Luiz Carlos Coutinho como seu secretário particular.
— O Figueiredo não confiava em ninguém. Não queria, repito, ninguém no meio da nossa relação. Mas precisávamos ter alguém, uma pessoa de confiança, para nos comunicar. Eu já conhecia o Coutinho de longa data e o Figueiredo gostava muito dele. Mas, no fundo, o Coutinho foi escolhido pelo seu currículo. Foi o homem da confiança da maioria dos presidentes que o tinham antecedido. Eu só dei um empurrãozinho. O Coutinho tinha estatura para o cargo.
A empresária é cautelosa quando questionada sobre o uso aeronaves oficiais nos seus deslocamentos para encontrar-se com Figueiredo:
— Eu nunca entrei na aeronave presidencial. Ao que eu me lembre, uma vez eu peguei carona no avião reserva para ir de Brasília a São Paulo. Eu nunca viajei com ele para fora do país e, mesmo aqui dentro, nunca viajávamos juntos.
Segundo Myrian, ela também nunca entrou em carro oficial, durante o tempo em que namorou Figueiredo. A empresária rejeita a expressão amante e justifica:
— Para ele, eu era namorada. O dia em que ele esteve aqui em casa para conversar com meus filhos (ela é mãe de um casal) disse para eles: “Eu quero que saibam que a mãe de vocês não é minha amante, mas namorada. Meu casamento, hoje, é só uma formalidade.”
A empresária conta que Figueiredo, durante o tempo em que ficaram juntos, era um homem muito depressivo:
— Às vezes baixava um helicóptero aqui com um ajudante de ordens, dizendo: “Dona Myrian, a senhora tem que ir para Brasília imediatamente, o homem não quer nem sair do quarto”.
Myrian revela que o ex-presidente nunca conversou assuntos políticos com ela e nunca confidenciou nada sobre sua vida pessoal.
— Eu não participava da sua vida. Eu era uma alienada política. De político mesmo, eu só convivia com o governador do Maranhão, João Castelo, a quem conheci antes do Figueiredo. Meu marido e eu tínhamos empreendimentos no Maranhão.
Quando estavam juntos, revela a empresária, às vezes um assessor deixava na porta algumas páginas dos principais jornais do país:
— Ele nunca recebeu um jornal inteiro, completo, mas todo recortado, com as notícias do seu interesse. Nem mesmo nessas horas ele comentava sobre fatos ou pessoas que o teriam deixado triste ou alegre. Ele se fechava para mim. Eu conheci o João, um homem excepcional, mas nunca conheci o presidente João Figueiredo. Nunca soube o que pensava ou fazia o presidente da República.
O romance acabou como começou, repentinamente. Certo dia, Figueiredo contou-lhe uma história difícil de engolir, apelando para a memória do pai e sua condição de militar:
— Meu paizinho, lá do céu, não deve estar gostando nada de eu ter essa vida adúltera. Eu te prometi casamento, mas eu não posso, como militar, separar da minha mulher para casar com outra. Podemos continuar namorando, mas nada de casamento.
Myrian reagiu:
— Não posso viver num mundo de mentiras. Abandonei meu marido para poder viver um amor verdadeiro. Eu não vou continuar me escondendo. Fique aí com seu paizinho, que, mesmo estando lá em cima, não quer que o filho se case comigo.
E nunca mais se reencontraram, nem depois que Figueiredo deixou a Presidência da República.Leia mais sobre esse assunto em.





























































































































































































© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. fonte:o globo/camocim belo mar blog