quinta-feira, 17 de julho de 2014

VENDA DE VINIL CRESCE NOS EUA.

Nova onda acontece enquanto venda de CDs despenca.

Em 2013, foram vendidos mais de 6 milhões de discos de vinil.

Nova York, EUA

Em Nova York, o negócio agora é produzir discos de vinil. Enquanto as vendas de CDs despencam, as dos bolachões crescem cada vez mais. Um disco de vinil nasce a partir de uma matriz prateada. São feitas as cópias e, na prensa, se formam os “bolachões”, o apelido carinhoso dos LPs.
Em uma pequena fábrica do Brooklyn, a matéria-prima vem de discos usados que são triturados e viram material novo para músicas de novas gerações.
As máquinas de LPs  trabalharam muito na década de 1970 e 1980, mas com a chegada do CD, elas foram aposentadas.
Há 11 anos, quando a fábrica foi aberta, havia apenas uma máquina de prensar vinil na fábrica e a produção era de 2.000 discos por mês. Agora, são cinco máquinas que produzem 10 mil discos por mês.

Infecções por HIV aumentam 11% no Brasil em oito anos, aponta Unaids.

Relatório divulgado hoje (16) pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV e Aids (Unaids) indica que as novas infecções por HIV no Brasil aumentaram 11% entre 2005 e 2013. No ano passado, o país registrou 47% de todos os novos casos contabilizados na América Latina.
A estimativa do Unaids é que 1,6 milhão de pessoas vivem com HIV na região. A maioria dos casos (75%) se concentra em cinco países – Argentina, Brasil, Colômbia, México e Venezuela. A América Latina registrou queda de 3% em novas infecções entre 2005 e 2013, mas os índices variam de país para país. O México, por exemplo, registrou queda de 39% e o Peru, d26%.

Os dados mostram ainda que aproximadamente um terço das novas infecções na América Latina ocorre em pessoas jovens, com idade entre 15 anos e 24 anos. “Populações mais vulneráveis enfrentam altos níveis de estigma, discriminação e violência, que criam obstáculos no acesso à prevenção da doença, ao tratamento, ao cuidado e aos serviços de apoio”, informou o Unaids.
O cálculo é que, na região, dez novas infecções por HIV são registradas a cada hora. Os grupos particularmente vulneráveis a novas infecções e que representam uma parcela significativa de soropositivos incluem transgêneros; homensgays; homens que fazem sexo com homens; homens e mulheres que atuam como profissionais do sexo e seus clientes; e usuários de drogas.

SOBRE HOMENS E MENINOS.

COPA DO MUNDO DE 1994

No 20º aniversário do tetra, Ricardo Rocha relembra a conquista e traça paralelo entre sua geração e a atual

aniversario do tetra
Há 20 anos, no Rose Bowl, a Seleção Brasileira acabava com um jejum de 24 anos
FOTO: FOLHAPRESS
Este mês de julho tinha tudo para ser de festa para o futebol brasileiro, mas acabou por revelar apenas uma face saudosista na torcida verde-amarela. Ainda com a acachapante derrota por 7 a 1 para a Alemanha na recém-finalizada Copa do Mundo atravessada na garganta, os brasileiros se veem em vias de relembrar uma grande conquista: o tetracampeonato mundial.
Há 20 anos, em 17 de julho, um domingo, Brasil e Itália entravam em campo no estádio Rose Bowl, em Pasadena, nos Estados Unidos, para fazer história. Ambas tricampeãs, as equipes lutaram bravamente no tempo regulamentar e na prorrogação, mas o placar permaneceu inalterado. Foi então que, na disputa de pênaltis, o País eternizou o "Vai que é tua, Taffarel" e levantou, após 24 anos, a sonhada taça.
O hiato de títulos foi um dos fatores que mais pressionaram aquela geração a conquistar o título, como lembra um dos zagueiros do tetra, Ricardo Rocha.
"Foi muito difícil, vínhamos do insucesso da Copa de 1990 e amargávamos um longo período ser conquistar o mundo; a última vez tinha sido com a geração de Pelé, em 1970. Nos Estados Unidos, nada foi fácil, tivemos que ir nos firmando jogo após jogo e só assim fomos campeões", rememora Rocha.
Um dos principais líderes da Canarinho, o então defensor se lesionou logo na estreia, na vitória por 2 a 0 do Brasil sobre a Rússia, e, a pedidos de todo o elenco, permaneceu no grupo. Ainda que do banco de reservas, o pernambucano manteve sua posição de destaque no time.

ROMÁRIO PEDE ANULAÇÃO DAS ELEIÇÕES À PRESIDÊNCIA DA CBF.

Brasília, 16 jul (EFE),- O deputado federal Romário propôs nesta quarta-feira no Congresso a anulação do pleito no qual Marco Polo Del Nero foi eleito como presidente da CBF para o período 2015-2019.
"Se queremos mudanças, que tal anularmos essa eleição clandestina e obscura que alçou o senhor Marco Polo Del Nero à presidência da confederação pelos próximos quatro anos?", perguntou hoje Romário à Câmara dos Deputados durante um discurso.
Romário propôs no Congresso a anulação das eleições à presidência da CBF. EFE/Arquivo
Romário propôs no Congresso a anulação das eleições à presidência da CBF. EFE/Arquivo/CBM
O ex-jogador também se dirigiu aos eleitores do novo presidente da CBF, ausentes na sessão, e lhes perguntou se achavam que Del Nero era "capaz de liderar" as mudanças que o futebol brasileiro "tanto necessita" e mostrou suas dúvidas sobre a capacidade do novo dirigente para realizar essas reformas.
Del Nero é o atual presidente da Federação Paulista de Futebol e foi eleito em abril como novo presidente da CBF, mas só assumirá o cargo a partir de abril de 2015, em substituição de José María Marin.

FESTIVAL DE VERÃO DO LITORAL DO PIAUÍ TERÁ RICARDO CHAVES E PATCHANKA.

O Festival de Verão do Litoral do Piauí acontece neste ano entre os dias 17 a 27 de julho nas praias de Atalaia e Coqueiro, em Luís Correia, e na praia Pedra do Sal, em Parnaíba. Dentre atrações já confirmadas estão Ricardo Chaves, Patchanka, Fabrícia, Forró Sacode, Dandinha, Tribales, Teófilo, Cabeça Ativa, Bonde do Tigrão e ainda outras 13 bandas.

ricardo chaves (Foto: Divulgação)
Ricardo chaves (Foto: Divulgação)
Organizado pela Fundação Cultural do Piauí (Fundac) em parceria com a Secretaria de Estado do Turismo do Piauí (Setur) o evento é gratuito e, pela primeira vez, acontece de forma descentralizada. “O festival será itinerante para beneficiar mais turistas e movimentar a economia local. Todos os shows serão gratuitos e acontecerão em palcos e trios elétricos”, disse o presidente da Fundac, Scheyvan Lima.
A programação do Festival de Verão já inicia nesta quinta-feira (17) com shows de DJ Giovanni e Forró Xote de 1ª, na Praia do Coqueiro, em Luís Correia. Na sexta-feira (18), além da Praia do Coqueiro, o festival terá atrações na Praia de Atalaia, onde se apresentará a Banda Tribales, Bonde do Tigrão e Dandinha.
Programação completa do Festival de Verão
Quinta-feira (17)

Às 17h – DJ. Giovanni e Forró Xote de 1ª - na Praia do Coqueiro.
Sexta-feira (18)
Às 17h – DJ. Thiago Nerd e Vitrola Vinil - na Praia do Coqueiro.
Às 20h – Banda Tribales, Bonde do Tigrão e Dandinha – na Praia de Atalaia.