quinta-feira, 24 de julho de 2014

COM CONCORRENTES ALVINEGROS, TRICOLOR ROBERT VOLTA A MARCAR E SEGUE ISOLADO COMO ARTILHEIRO DO PAÍS.

ARTILHARIA PESADA
Redação Web | CBM

Seguido por Magno Alves e Lima, com 20 gols, cada, camisa 9 do Fortaleza balança as redes pela 24ª vez na temporada no empate por 1 a 1 com o Treze-PB

robert
Artilheiro do Brasil, Robert vê a concorrência de longe
LUCAS DE MENEZES
Há um Clássico-Rei à parte em 2014: apenas três nomes monopolizam 64 gols do futebol brasileiro em 2014. E eles estão no futebol cearense. Os experientes Robert, do Fortaleza, e Magno Alves e Lima, do Ceará, são os principais artilheiros do país na temporada e lideram a disputa de maior goleador do ano. Com a concorrência próxima, o atacante tricolor encerrou o jejum de três jogos sem marcar, chegou ao 24º gol e se manteve isolado no topo da lista.
Após passagem apagada pelo Ceará, em 2012, Robert voltou ao futebol cearense durante a Série C do ano passado para reforçar o ataque do Fortaleza. Conseguiu se firmar como titular, mas só marcou dois gols. Neste ano, a maré virou: o camisa 9 se destacou no Campeonato Cearense, anotou 21 gols e conquistou a artilharia isolada - quase dez gols a mais que o segundo maior goleador. Já na Série C, balançou as redes três vezes. Depois de passar três jogos em branco, antes do recesso para a Copa do Mundo, desencantou no empate por 1 a 1 com o Treze-PB, no último sábado (19), em Campina Grande.
A concorrência, porém, é pesada. Magno Alves não ameaçou Robert na disputa pela artilharia do Estadual, mas marcou gols em todas as quatro competições disputadas pelo Vovô: sete gols no Cearense, oito gols na Copa do Nordeste (foi o artilheiro), um gol na Copa do Brasil e quatro na Série B - no total, 20. A última vez que o Magnata balançou as redes foi na vitória por 2 a 1 sobre o Bragantino, fora de casa, antes da pausa para o Mundial.

CORPO DE ARIANO SUASSUNA É ENTERRADO NO RECIFE.

Despedida de Suassuna reuniu familiares, amigos e fãs, após 16 horas de velório

O DIA/cbm
Recife - O corpo do escritor, dramaturgo e poeta Ariano Suassuna foi enterrado na tarde desta quinta-feira no cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Grande Recife. Após 16 horas de velório, o sepultamento foi acompanhado por familiares, amigos, admiradores e governistas.
O caixão chegou ao cemitério por volta das 17h, após um cortejo em carro aberto, em um veículo do Corpo de Bombeiros. Ainda no palácio, netos de Ariano carregaram o caixão até o carro, ao mesmo tempo em que os presentes aplaudiam e cantavam o frevo "Madeira que cupim não rói", além do grito de guerra do Sport, time do coração do autor.

Familiares e amigos se despedem do escritor Ariano Suassuna
Foto:  Agência Brasil


Durante o funeral, dois poemas de Suassuna fora lidos a pedido da viúva, Zélia de Andrade Lima. Muito emocionado, um dos netos do casal, João Suassuna, recitou "Acahuan", que Ariano escreveu em homenagem a seu pai, e "A mulher e o reino", feito para a esposa.
Um dos filhos de Ariano, o artista plástico Dantas Suassuna, acompanhou o caixão do pai durante o trajeto. A curta cerimônia de sepultamento contou ainda com salva de tiros, a execução instrumental da Ave Maria e da Oração de São Francisco, além de uma chuva de pétalas.
Ariano Suassuna, de 87 anos, morreu na última quarta-feira vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico e estava em coma, respirando com a ajuda de aparelhos. Ele foi submetido a uma cirurgia mas não resistiu ao tratamento. Segundo boletim médico, o escritor faleceu às 17h15, no Real Hospital Português.
Velório

MANIFESTANTES AGRIDEM JORNALISTAS QUE REGISTRAVAM SAÍDA DE ATIVISTAS PRESOS.

Três deixaram a prisão após a expedição de habeas corpus concedido pelo desembargador Siro Darlan
O DIA/cbm
Rio -  A saída de três ativistas do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio, acabou em confusão iniciada por grupo formado por cerca de 30 parentes e amigos dos manifestantes. Eles tentaram impedir o trabalho da imprensa e, na confusão, um fotógrafo do DIAteve o equipamento quebrado pelos agressores. Um outro fotógrafo teve a câmera puxada por um ativista e, ao tentar se defender, acabou derrubado. Elisa Quadros, a Sininho, Igor Pereira D'Icaray e Camila Aparecida Rodrigues Jourdan deixaram a prisão após a expedição de habeas corpus concedido pelo desembargador Siro Darlan, da 7ª Vara Criminal.  
Em sua decisão, ele considerou que os 23 ativistas acusados de participarem de protestos violentos no último ano “não representam perigo a ordem pública” e concedeu no fim da tarde de ontem habeas corpus a todos os acusados. A decisão revoga a prisão preventiva decretada na última sexta-feira pelo juiz da 27ª Vara Criminal, Flávio Itabaiana.
A ativista Elisa Quadros, a Sininho, deixa o Complexo Penitenciário de Gericinó em meio à confusão entre jornalistas e manifestantes
Foto:  Sandro Vox / Agência O Dia
“A decisão confirma a anterior, que entendia que a prisão era ilegal”, comentou o advogado Edson Fontes, que representa Drean Moraes de Moura Corrêa, o ‘DR’, apontado pela polícia e pelo Ministério Público do Rio como uma das lideranças da Frente Independente Popular (FIP). Drean, como outros 17, estava foragido.
A medida põe em liberdade os três ativistas, presos desde o dia 12 de julho. Os outros acusados deixam de ser considerados foragidos. Já Fabio Raposo Barbosa e Caio Silva de Souza são réus em outra ação penal por terem soltado o rojão que provocou a morte do cinegrafista Santiago Andrade, em fevereiro deste ano, durante manifestação em frente à Central do Brasil.
Pouco depois de proferir sua decisão, Siro Darlan publicou no Facebook a letra da música ‘Felicidade’, cantada por Caetano Veloso: “O pensamento parece uma coisa à toa. Mas como é que a gente voa, quando começa a pensar”. E encerrou com um “Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós.”

4ª TURMA: GOVERNO CONVOCA APROVADOS EM CONCURSO PARA SOLDADO DA POLÍCIA MILITAR DO CEARÁ.


A Polícia Militar do Ceará, por intermédio da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social e da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado do Ceará, tendo em vista o concurso público para ingresso no cargo de Soldado PM da Carreira de Praças Policiais Militares da Polícia Militar do Ceará, torna pública a convocação para a inspeção de saúde dos candidatos do concurso público para ingresso no cargo de Soldado PM da Carreira de Praças Policiais Militares da Polícia Militar do Ceará (PMCE), limitados ao quantitativo total de até 1.200 matrículas para o Curso de Formação Profissional da quarta turma do referido concurso.
O processo compreenderá as análises clínica e dos exames médico-odontológico, biométrico e toxicológico dos candidatos aprovados na primeira etapa e classificados entre as posições 3.603º até 5.052º, se do sexo masculino; e 191º até 265º, se do sexo feminino, conforme Edital nº 2/2012 de 22 de março de 2012, publicado no DOE/CE de 23 de março de 2012, limitados ao quantitativo total de até 1.200 matrículas para o Curso de Formação Profissional, sendo 1.140 matrículas para o sexo masculino (95% do total de matrículas) e 60 matrículas para o sexo feminino (5% do total de matrículas).