sábado, 24 de maio de 2014

FITOTERAPIA ELEVA PATO BRAGADO À ELITE DO PAÍS.

TRATAMENTOS À BASE DE PLANTAS MEDICINAIS VIRA EXEMPLO NO MUNDO

O Presente 
Giuliano De Luca/OP
Dona Irita Kreuz, 69 anos: ela é uma das maiores beneficiadas pelo tratamento com medicamentos fitoterápicos

Sabe o chazinho da vovó? Ele funciona. E funciona bem. Cada vez mais, médicos e cientistas do mundo todo estão descobrindo as vantagens de tratar doenças com medicamentos fitoterápicos, extraídos das plantas medicinais. No Brasil, 12 municípios já disponibilizam esse tipo de remédios pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Entre esses municípios, três estão no Paraná, todos na região Oeste: Foz do Iguaçu, Toledo e Pato Bragado, este com o projeto mais avançado em relação aos demais.
Seis meses após receber os primeiros comprimidos, pacientes de Pato Bragado já comemoram melhoras na saúde e na qualidade de vida. O sucesso do programa foi imediato e por isso tem atraído a atenção de governantes até mesmo de outros países. Ontem (22), uma comitiva de lideranças da Guatemala visitou o município para conhecer o processo de implementação do programa e estudar a possibilidade de replicar o modelo de tratamento naquele país.
A dona de casa aposentada Irita Kreuz, de 69 anos, reduziu a medicação química e se sente melhor depois que começou a tomar os fitoterápicos. Ela tem diabetes e precisava tomar quatro comprimidos por dia, de duas variedades distintas, para controlar a doença. Mesmo assim, a bragadense não conseguia manter os níveis corretos de açúcar no sangue.

O EX-JOGADOR RONALDO DIZ ESTAR ENVERGONHADO,MAS AVISA: "O BRASIL NÃO ERA ESSA MARAVILHA"


Em entrevista à agência, Fenômeno lamenta imagem que o Brasil está passando para o exterior com a organização da Copa do Mundo: "Chega aqui é essa confusão"

Por São Paulo
JEROME VALCKE E RONALDO VISITA DE VISTORIA ESTÁDIO ARENA CORINTHIANS (Foto: Marcos Ribolli)Ronaldo lamenta organização da Copa: "Eu me sinto envergonhado" (Foto: Marcos Ribolli)
O ex-atacante Ronaldo, membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, disse que se sentiu envergonhado pelo modo como o Brasil se preparou para receber o torneio. Em entrevista à “agência Reuters” nesta sexta-feira, em São Paulo, o Fenômeno voltou a defender a realização do torneio, mas fez ressalvas.
- E de repente chega aqui é essa burocracia toda, uma confusão, um disse me disse, são os atrasos. É uma pena. Eu me sinto envergonhado, porque é o meu país, o país que eu amo, e a gente não podia estar passando essa imagem para fora - afirmou o ex-jogador.
Ronaldo lamentou a forma como as coisas foram conduzidas. Segundo ele, perdeu-se muito tempo. Mas a Copa, na visão do ex-jogador, não é a culpada pelos problemas do Brasil.
- As pessoas olham o Mundial como o grande vilão do nosso país e não é. A gente não pode esquecer que o nosso Brasil não era essa maravilha toda antes da Copa do Mundo. Era igual ou pior.

CACHAÇA DE MACONHA CUSTA R$ 30 NO SERTÃO DE PERNAMBUCO.

Encravado no “polígono da maconha”, região pernambucana famosa pela produção da erva em áreas irrigadas pelo rio São Francisco, o município de Cabrobó (a 531 km do Recife) vem se tornando conhecido por um “souvenir” peculiar: uma cachaça artesanal com raiz de maconha, a “Pitúconha”.

É fácil encontrá-la em bares e carrinhos que vendem espetinhos de carne.
Os interessados encontram o produto tanto em dose (R$ 1) como em garrafa.
23maconhat
Com o rótulo que se apropria da tradicional marca pernambucana de aguardente Pitú, essa caninha sai por R$ 30.
“Aguardente de cana adoçada com raiz de maconha”, informa, sem pudor, o rótulo da garrafa de 965 ml. “O Ministério do Transporte adverte: o perigo não é um jumento na estrada. O perigo é um burro no volante”, completa, em tom jocoso, o aviso da embalagem.
A Folha conversou com um servidor municipal que, aos finais de semana, vende doses de cachaça de maconha em seu carrinho de churrasco.
Ele diz que algumas pessoas coletam as raízes que sobram das operações policiais de erradicação dos pés de maconha e vendem para os produtores de cachaça. Um saco de 30 kg sai a R$ 100.
O servidor, que vende a cachaça há cinco anos, afirma que chega a comercializar até seis garrafas por semana. “Já virou souvenir. Tem um pessoal do banco que compra de carrada. O pessoal tem muito interesse de conhecer. Houve até um leilão na capital. Saiu por R$ 200″, afirma.

ENCONTRO DE FOLGUEDOS DE PARNAÍBA-PI TERÁ INICIO DIA 04/07/2014.



O Arraial do São João da Parnaíba 2014 será realizado no Quadrilhódromo entre os dias 04 e 12 de julho e está lançada a disputa por uma das maiores premiações do Nordeste. Foi publicado no Diário Oficial do Município os editais para o concurso de bumba-meu-boi, quadrilhas juninas, com premiação nas categorias adulto e mirim, e Festival Estudantil de Quadrilhas Matutas.

As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas no período de 02 a 06 de junho no horário das 08h às 12h e das 14h às 17h na sede da Superintendência Municipal de Cultura, Casarão Simplício Dias, à Av. Presidente Getúlio Vargas 308, no Centro de Parnaíba. No ato da inscrição o responsável deverá apresentar fotocópia legível da identidade, CPF e comprovante de residência do representante do Grupo Cultural.

CARIRI CEARENSE:EMPLACA TRÊS MUNICÍPIOS NA LISTA DOS CINCO MELHORES NA EDUCAÇÃO DO ESTADO.


(Foto: Google Images)


















Dos 184 municípios cearenses a região do cariri emplacou três dentre os cinco melhores qualificados na educação. O desempenho foi medido através do índice do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará - Spaece-Alfa, divulgado pelo Governo do Estado nesta semana.

A cidade de Meruoca, com pouco menos de 14 mil habitantes e distante 250 quilômetros da capital ficou no topo da lista com 267,8 pontos, seguido por Mucambo que obteve 263,4 pontos. As cidades caririenses Nova Olinda, Abaiara e Porterias completam a lista das cinco melhores, com índices de 258,9, 257,3 e 254,1 pontos respectivamente.

Fortaleza obteve a pior qualificação do Estado pelo segundo ano consecutivo, com apenas 136,3 pontos. O município de Icó, no Centro-Sul figura na vice lanterna com 136,6 pontos.

Alfabetização
A avaliação apontou ainda que 81,6% dos estudantes cearenses que cursam o 2° ano são alfabetizados. Número bastante superior ao de seis anos atrás, quando em 2007 apenas 39,8% dos alunos sabiam ler e escrever.

VITÓRIA E PERMANÊNCIA NO G4 O CEARÁ ESTÁ NA LUTA.

SÉRIE B

Em jogo movimentado, Ceará vence a Ponte Preta por 3 a 2, se mantém no G4 e 'dorme' na vice-liderança


Image-0-Artigo-1620922-1
O atacante Magno Alves foi novamente um dos destaques do Ceará na partida, abrindo o placar, de pênalti, ainda no primeiro tempo
FOTO: KIKO SILVA
O Ceará segue firme no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro venceu a Ponte Preta por 3 a 2, no estádio Domingão, em Horizonte (CE), pela 7ª rodada da Série B e alcançou provisoriamente a vice-liderança da competição.
Agora com 14 pontos ganhos, o Alvinegro depende do fechamento da rodada, hoje, para confirmar sua colocação.
O Vovô volta jogar pela Série B na terça-feira, 27, também no Domingão, em Horizonte, contra o Vila Nova/GO, às 21h50.
Antes da partida de ontem, o Vovô apresentou à torcida presente ao Domingão seu uniforme em homenagem à Seleção Brasileira, em alusão à Copa do Mundo. O time entrou em campo com uma camisa dupla face, de cor amarela com o escudo do clube no peito.
Depois de perfilar "amarelinha", os jogadores trocaram para a outra face, a branca, com detalhes pretos nas laterais para iniciar a partida.
E quem começou melhor foi a Ponte Preta. Logo com um minuto de jogo, Léo Cittadini chutou cruzado e Alexandro por pouco não aproveita.
A Ponte ainda continuou melhor até os dez primeiros minutos, mas aos poucos o Ceará equilibrou o jogo.
E aos 15 minutos de partida, o Vovô chegou ao seu gol. Nikão arriscou, a bola desvou na mão de Gilvan, e o árbitro marcou pênalti em cima do lance. Magno Alves bateu e abriu o placar no Domingão.
Mas a vantagem não fez o Ceará se soltar e jogar bem. Assim, o torcedor viu uma partida ruim e truncada por praticamente até o fim do primeiro tempo, já que a Ponte Preta pouco ameaçava.
Para piorar, a Macaca ainda empatou nos minutos finais da etapa inicial. Aproveitando um clarão na defesa alvinegra, o ataque da Ponte tabelou e Edno finalizou para empatar após passe de Bryan. A bola ainda bateu em Jaílson antes de entrar: 1 a 1.
Emocionante
Para o segundo tempo, o Vovô voltou com seu uniforme 2 tradicional, também branco, mas não mais o de dupla face. E o time voltou jogando melhor, logo retomando a vantagem.
Aos cinco minutos, Magno Alves fez boa jogada pela direita e chutou, a zaga afastou apenas parcialmente, Eduardo cabeceou e a bola sobrou para Bill marcar: 2 a 1.
O terceiro gol alvinegro poderia ter saído aos 11 minutos, mas o goleiro Roberto fez excelente defesa na cabeçada de Sandro.

ARARIPE GANHA ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL.

Araripe ganha Escola Estadual de Educação ProfissionalA rede estadual de ensino, em Araripe, município localizado na região do Cariri, será ampliada. Nesta sexta-feira, dia 23, às 17 horas, receberá a Escola Estadual de Educação Profissional Valter Nunes de Alencar. Esta é a 102ª inaugurada no Ceará. O governador Cid Gomes participa da solenidade, que também contará com a presença do secretário da Educação, Maurício Holanda.  O investimento total é de R$ 9 milhões, provenientes dos Governos Federal e Estadual, para construir, mobiliar e equipar o espaço educacional.  
A nova escola tem capacidade para atender até 540 alunos, em tempo integral, período em que os estudantes fazem a educação básica e se preparam para o mundo do trabalho. Os jovens podem escolher entre os cursos técnicos em Agropecuária,  Comércio, Meio Ambiente e Rede de Computadores. Nessa modalidade de ensino, o aluno também terá acesso ao estágio curricular obrigatório e remunerado. As Escolas de Educação Profissional trabalham com modelos inovadores em conteúdo, método e gestão. Além disso, recebem livros didáticos e técnicos, apoio permanente à aprendizagem e à formação.  

A aluna Maria Eduarda Emídio Lourenço, do curso de Agropecuária, garante que a  implantação da escola na região despertou novas perspectivas em relação ao seu futuro profissional, pois o curso técnico dará oportunidades de atuar numa área carente de profissionais capacitados. "A escola vai contribuir para o desenvolvimento de habilidades e competências que me motivam a ser protagonista da minha própria história, o que facilitará o meu ingresso no mercado de trabalho" - reforça a estudante.   

A estrutura, de 5.577,39 metros quadrados, é composta por 12 salas de aula, auditório, biblioteca e bloco pedagógico administrativo. Oferta laboratórios específicos para os cursos técnicos e de Línguas, Informática, Química, Física, Biologia e Matemática. As instalações também possuem bibliotecas especializadas que permitem a integração e ampliação dos conteúdos que os alunos aprendem em sala de aula. Como o esporte e a cultura contribuem para a melhoria do ensino e da aprendizagem, a escola dispõe de um ginásio esportivo e um teatro de arena. A obra foi supervisionada pelo Departamento de Arquitetura e Edificações (DAE), vinculado à Secretaria da Infraestrutura (Seinfra).