domingo, 11 de dezembro de 2011

Resunmo das novelas.

Veja Também:

Resumo dos próximos capítulos da novela Rebelde

Resumo dos próximos capítulos da novela Aquele Beijo

Resumo dos próximos capítulos da novela Fina Estampa

Resumo dos próximos capítulos da novela A Vida da Gente

Malhação – resumo dos próximos capítulos da novela

Resumo dos próximos capítulos da novela Marimar

Resumo dos próximos capítulos da novela Fascinação

Resumo dos próximos capítulos da novela Amigas e Rivais

Resumo dos próximos capítulos da novela Vidas em Jogo

Resumo dos próximos capítulos da novela Amor e Revolução

fonte rede de noticia;postado por camocimmarazul@blogsport.com

O Ex-jogador Bechara é o novo Diretor de futel do ferroviário.

Atleta de 34 anos possui vasta experiência no futebol e ajudará o treinador Júlio Araújo nas contratações para as disputas do Campeonato Cearense

Por GLOBOESPORTE.COM Fortaleza, CE
A diretoria do Ferroviário divulgou, na tarde desta sexta-feira, mais um reforço. Mais não dentro do campo. Trata-se do ex-jogador Bechara, ídolo das torcidas de Ceará e Fortaleza. Bechara está com 34 anos e possui vasta experiência no futebol. Já atuou em times como Santos, Atlético/MG, Fortaleza, Ceará, Al Ahli (EAU), Velje (DIN), Odense BK (DIN) e Aalesund (NOR), dentre outros.
O principal motivo que levou o presidente Vanderley Pedrosa a investir em sua contratação foi o conhecimento de Bechara no meio do futebol. O treinador Júlio Araújo solicitou para a diretoria 15 jogadores e Bechara fará uma análise de todas as contratações.

O objetivo de Bechara é reforçar o Tubarão da Barra com uma boa espinha dorsal formada por um excelente goleiro, um zagueiro pegador de força, um bom volante de marcação e um meia criativo que faça a bola chegar no atacante que seja goleador.fonte g1 ce:postado por camocimmarazul@blogsport.com

diretoria do ceará tenta traser o atacante mota e magno aves.

Primeiro descartou sua vinda para o Estadual e o "Magnata" estuda outras
propostas, de times da Série A, Série B e do Exterior

Por GLOBOESPORTE.COM Fortaleza
magno alves ceará apresentação (Foto: Divulgação / Site Oficial do Ceará)Mesmo com muitas propostas, Magno Alves está
mais próximo de um acordo (Foto: Divulgação)
A diretoria do Ceará já começa a trabalhar visando a temporada 2012. E os contatos iniciaram com os atacantes Mota e Magno Alves. Todavia, as negociações estão difíceis. Mota, por exemplo, dificilmente acertará com o atacante, pois o atleta está renovando com o seu atual clube, o Pohang Steelers, da Coréia do Sul.

Mesmo sem poder contar com o jogador para o Cearense 2012, a direção alvinegra não descarta tê-lo por empréstimo para a Série B do Campeonato Brasileiro.
Por outro lado, o Vovô tenta trazer Magno Alves de volta a Porangabuçu. A situação do 'Magnata' é bem melhor do que a de Mota, mesmo o ex-atacante do Atlético-MG tendo outras propostas mais favoráveis.
Segundo Magno Alves, ele já recebeu propostas de times da Série A, Série B e também do Exterior. O que deixa a diretoria esperançosa é o vínculo de amizade entre Magno Alves e o presidente Licenciado Evandro Leitão, que pode ajudar na negociação. Mesmo estando afastado do cargo de presidente do Vovô.
- Estamos esperançosos que ainda possa dar com o Magno Alves e, quem sabe, com o Mota também - disse o presidente em exercício do Ceará, Robinson de Castro.fonteg1ce:poatado por camocimmarazul@blogsport.com

horóspo do dia

Horóscopo do dia

No congresso,progetos buscam a criação mais de 11 estados.

11/12/2011 09h34 - Atualizado em 11/12/2011 09h34

 

Neste domingo (11), população do Pará decide sobre divisão do estado.
Há projetos para dividir Piauí, Maranhão, Amazonas e Mato Grosso.

Débora Santos Do G1, em Brasília
10 comentários
Divisão do Pará (Foto: Editoria de Arye/G1)
O plebiscito que neste domingo (11) vai decidir se o Pará será dividido para a criação de dois novos estados poderá se repetir em outros locais do Brasil. Tramita no Congresso Nacional uma série de projetos que pretendem criar pelo menos mais 11 novos estados no Brasil.
Além de precisarem ser aprovadas pelo Congresso, essas propostas de divisão também dependem de consulta popular, nos moldes da que está será realizada no Pará, conforme prevê a Constituição.
De acordo com os projetos ainda em tramitação na Câmara, poderão ainda ser criados os estados da Gurgueia, no Piauí; do Rio São Francisco, na Bahia; do Rio Negro, do Solimões e do Juruá, no Amazonas; do Araguaia, do Mato Grosso do Norte e do Pantanal, no Mato Grosso; do Maranhão do Sul, no Maranhão; do Oiapoque, no Amapá; e do Triângulo, em Minas Gerais.
Para o cientista político da Universidade de Brasília, David Fleischer, historicamente as mudanças na divisão estadual do Brasil tiveram motivos políticos. Ele lembra que o Pará é o primeiro caso em que se fez o plebiscito.
Ele citou o exemplo do estado de Tocantins que foi criado pela Constituição de 1988, a partir da divisão do estado de Goiás. Os estados de Rondônia e Mato Grosso também foram criados por meio de desmembramento na época do governo militar. Fleischer rebate a justificativa de que o isolamento de determinadas áreas poderia motivar a criação de uma nova estrutura estatal para estar mais próxima à população.
“Em geral, dividir não melhora as questões sociais, que são apenas um subtema usado para viabilizar o projeto político das lideranças locais, buscando ser governador do novo estado e ter seu reinado. As partes social, econômica e de direitos humanos são secundárias”, avaliou o cientista político.
Para ele, outro problema é o aumento do número de senadores e deputados que seria consequência da criação de novos estados. O Congresso Nacional é composto por 81 senadores e 513 deputados federais. “Dividir aumenta o tamanho do Senado e da Câmara que são considerados bem grandes”, afirmou Fleischer.
Questão econômica
A questão econômica por trás da criação de novos estados também preocupa especialistas, que alertam para a criação de unidades dependentes dos recursos da União. Atualmente, o Fundo de Participação dos Estados (FPE) distribui às unidades da federação parte dos tributos arrecadados em âmbito federal. Inicialmente, o novo estado seria sustentado por esses repasses, pela arrecadação de impostos locais e pela ajuda da União.
“Sempre tem um arranjo em que a União acaba tendo que pagar. O que viria primeiro seriam as despesas. Gradualmente, seria instalada a estrutura e o estado teria funcionários da antiga administração que tocariam as máquinas e começariam a tentar estruturar seu sistema de arrecadação”, disse o especialista em finanças e orçamento, José Fernando Consentino.
Para ele, outro problema seria a necessidade de atualizar a regra que prevê o percentual de repasse da União para cada estado. Na lei constam apenas as unidades que já existiam após a Constituição de 1988.
“Numa situação emergencial [como a criação de um novo estado] alguma solução haveria de ser elaborada. A gente pode imaginar que alguma coisa seria baixada para atender o estado. Quando se trata da separação de municípios, por exemplo, os critérios têm a ver com população”, explicou Consentino.fonte g1.com:postado por camocimmarazul@blogsport.com

No congresso,progetos buscam a criação mais de 11 estados.

11/12/2011 09h34 - Atualizado em 11/12/2011
Há projetos para dividir Piauí, Maranhão, Amazonas e Mato Grosso.
Débora Santos Do G1, em Brasília
10 comentários
Divisão do Pará (Foto: Editoria de Arye/G1)
O plebiscito que neste domingo (11) vai decidir se o Pará será dividido para a criação de dois novos estados poderá se repetir em outros locais do Brasil. Tramita no Congresso Nacional uma série de projetos que pretendem criar pelo menos mais 11 novos estados no Brasil.
Além de precisarem ser aprovadas pelo Congresso, essas propostas de divisão também dependem de consulta popular, nos moldes da que está será realizada no Pará, conforme prevê a Constituição.
De acordo com os projetos ainda em tramitação na Câmara, poderão ainda ser criados os estados da Gurgueia, no Piauí; do Rio São Francisco, na Bahia; do Rio Negro, do Solimões e do Juruá, no Amazonas; do Araguaia, do Mato Grosso do Norte e do Pantanal, no Mato Grosso; do Maranhão do Sul, no Maranhão; do Oiapoque, no Amapá; e do Triângulo, em Minas Gerais.
Para o cientista político da Universidade de Brasília, David Fleischer, historicamente as mudanças na divisão estadual do Brasil tiveram motivos políticos. Ele lembra que o Pará é o primeiro caso em que se fez o plebiscito.
Ele citou o exemplo do estado de Tocantins que foi criado pela Constituição de 1988, a partir da divisão do estado de Goiás. Os estados de Rondônia e Mato Grosso também foram criados por meio de desmembramento na época do governo militar. Fleischer rebate a justificativa de que o isolamento de determinadas áreas poderia motivar a criação de uma nova estrutura estatal para estar mais próxima à população.
“Em geral, dividir não melhora as questões sociais, que são apenas um subtema usado para viabilizar o projeto político das lideranças locais, buscando ser governador do novo estado e ter seu reinado. As partes social, econômica e de direitos humanos são secundárias”, avaliou o cientista político.
Para ele, outro problema é o aumento do número de senadores e deputados que seria consequência da criação de novos estados. O Congresso Nacional é composto por 81 senadores e 513 deputados federais. “Dividir aumenta o tamanho do Senado e da Câmara que são considerados bem grandes”, afirmou Fleischer.
Questão econômica
A questão econômica por trás da criação de novos estados também preocupa especialistas, que alertam para a criação de unidades dependentes dos recursos da União. Atualmente, o Fundo de Participação dos Estados (FPE) distribui às unidades da federação parte dos tributos arrecadados em âmbito federal. Inicialmente, o novo estado seria sustentado por esses repasses, pela arrecadação de impostos locais e pela ajuda da União.
“Sempre tem um arranjo em que a União acaba tendo que pagar. O que viria primeiro seriam as despesas. Gradualmente, seria instalada a estrutura e o estado teria funcionários da antiga administração que tocariam as máquinas e começariam a tentar estruturar seu sistema de arrecadação”, disse o especialista em finanças e orçamento, José Fernando Consentino.
Para ele, outro problema seria a necessidade de atualizar a regra que prevê o percentual de repasse da União para cada estado. Na lei constam apenas as unidades que já existiam após a Constituição de 1988.
“Numa situação emergencial [como a criação de um novo estado] alguma solução haveria de ser elaborada. A gente pode imaginar que alguma coisa seria baixada para atender o estado. Quando se trata da separação de municípios, por exemplo, os critérios têm a ver com população”, explicou Consentino. fonte g1.com:postado por camocimmrazul@blogsport.com

missando treceiro domingo do adivento.

MISSADO 3º DOMINGO DO ADVENTO


. EVANGELHO (Jo 1,6-8.19-28)

11 DE DEZEMBRO DE 2011 • O DOMINGO
RITOS INICIAIS

Com otimismo e fé nos reunimos para celebrar o terceiro domingo do advento,domingo de alegria.A exemplo do profeta,todos devemos nos alegrar,pois o Senhor está próximo.João Batista aparece hoje para preparar o caminho de Jesus até nós.

1. CANTO DE ENTRADA
Alegrai-vos: Ele está bem perto; sim, alegrai-vos mais no Senhor!
1. Foste amigo, Senhor, da tua terra, * libertaste os cativos de Jacó. * Perdoaste o pecado de teu povo, * encobriste toda a sua falta, * não guardaste rancor contra nós, * acalmaste o furor da tua ira.
2. Restaura-nos, ó Deus e Salvador, * esquece a tua mágoa contra nós; * ficarás irritado para sempre? Guardarás tua cólera sem fim?
3. Não darás tua vida novamente * ao teu povo que em ti se alegrará? * Mostra-nos, Senhor, tua bondade, concede-nos a tua salvação!
4. Quero ouvir o que diz o Senhor: * É de paz que ele vai nos falar, * a paz para seu povo e seus amigos, * aos que trazem ao Senhor seu coração. Está perto a salvação aos que o respeitam e a glória habitará na nossa terra.
5. Fidelidade e amor se encontrarão, * vão beijar-se a justiça e a paz. * Da terra brotará a fidelidade * e do céu olhará a justiça.
2. ACOLHIDA
P. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
T. Amém.
P. O Deus da esperança, que nos cumula de toda alegria e paz em nossa fé, pela ação do Espírito Santo, esteja convosco.
T. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.
3. ATO PENITENCIAL
P. Para celebrarmos dignamente o Mistério de Cristo e vivermos mais intensamente o tempo litúrgico do Advento, humildemente reconheçamos os nossos pecados.
(Momento de silêncio)
P. Confessemos os nossos pecados:
T. Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor.
P. Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.
T. Amém.
Kyrie
P. Senhor, tende piedade de nós.
T. Senhor, tende piedade de nós.
P. Cristo, tende piedade de nós.
T. Cristo, tende piedade de nós.
P. Senhor, tende piedade de nós.
T. Senhor, tende piedade de nós.
P. Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.
4. ORAÇÃO
P. Oremos (silêncio): Ó Deus de bondade, que vedes o vosso povo esperando fervoroso o natal do Senhor, dai chegarmos às alegrias da salvação e celebrá-las sempre com intenso júbilo na solene liturgia. Por N.S.J.C.
T. Amém.
LITURGIA DA PALAVRA
Com o coração contrito e humilde, ouçamos as leituras de hoje e aprofundemos nossa adesão ao Filho de Deus, cuja encarnação celebramos na festa do Natal.
5. PRIMEIRA LEITURA (Is 61,1-2a.10-11)
Leitura do Livro do Profeta Isaías.
1O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu; enviou-me para dar a boa nova aos humildes, curar as feridas da alma, pregar a redenção para os cativos e a liberdade para os que estão presos; 2para proclamar o tempo da graça do Senhor. 10Exulto de alegria no Senhor e minha alma regozija-se em meu Deus; ele me vestiu com as vestes da salvação, envolveu-me com o manto da justiça e adornou-me como um noivo com sua coroa, ou uma noiva com suas jóias. 11Assim como a terra faz brotar a planta e o jardim faz germinar a semente, assim o Senhor Deus fará germinar a justiça e a sua glória diante de todas as nações.
– Palavra do Senhor.
T. Graças a Deus.
6. SALMO RESPONSORIAL (Lc 1,46 ss)
(H4 p. 216 Fx 6)
O Senhor fez por mim maravilhas: * Santo, Santo, Santo é seu nome! (bis)
1. A minha alma engrandece o Senhor, * e se alegrou o meu Espírito em Deus, meu Salvador, * pois, Ele viu a pequenez de sua serva, * eis que agora as gerações hão de chamar-me de bendita.
2. O Poderoso fez por mim maravilhas * e Santo é seu nome! * Seu amor, de geração em geração, * chega a todos que o respeitam.
3. Demonstrou o poder de seu braço, * dispersou os orgulhosos. * Derrubou os poderosos de seus tronos * e os humildes exaltou.
4. De bens saciou os famintos * e despediu, sem nada, os ricos * Acolheu Israel, seu servidor, * fiel ao seu amor.
5. Como havia prometido aos nossos pais, * em favor de Abraão e de seus filhos para sempre.
6. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo * como era no princípio, agora e sempre. Amém!
7. SEGUNDA LEITURA (1Ts 5,16-24)
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses.
Irmãos: 16Estai sempre alegres! 17Rezai sem cessar. 18Dai graças em todas as circunstâncias, porque esta é a vosso respeito a vontade de Deus em Jesus Cristo. 19Não apagueis o espírito! 20Não desprezeis as profecias, 21mas examinai tudo e guardai o que for bom. 22Afastai-vos de toda espécie de maldade! 23Que o próprio Deus da paz vos santifique totalmente, e que tudo aquilo que sois – espírito, alma, corpo – seja conservado sem mancha alguma para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo! 24Aquele que vos chamou é fiel; ele mesmo realizará isso.
– Palavra do Senhor.
T. Graças a Deus.
8. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
(H1, p. 46 Fx 9)
Aleluia, aleluia! *
Aleluia, aleluia!
O Espírito consagrou-me, (bis)
E mandou-me anunciar. (bis)
Boa Nova para os pobres! (bis)

9. EVANGELHO (Jo 1,6-8.19-28)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
P. 6Surgiu um homem enviado por Deus, seu nome era João. 7Ele veio como testemunha, para dar testemunho da luz, para que todos chegassem à fé por meio dele. 8Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz. 19Este foi o testemunho de João, quando os judeus enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para perguntar: “Quem és tu?” 20João confessou e não negou. Confessou: “Eu não sou o Messias”. 21Eles perguntaram: “Quem és, então? És tu Elias?” João respondeu: “Não sou”. Eles perguntaram: “És o Profeta?” Ele respondeu: “Não”. 22Perguntaram então: “Quem és, afinal? Temos que levar uma resposta àqueles que nos enviaram. O que dizes de ti mesmo?” 23João declarou: “Eu sou a voz que grita no deserto: ‘Aplainai o caminho do Senhor’”, conforme disse o profeta Isaías. 24Ora, os que tinham sido enviados pertenciam aos fariseus e 25perguntaram: “Por que então andas batizando, se não és o Messias, nem Elias, nem o Profeta?” 26João respondeu: “Eu batizo com água; mas no meio de vós está aquele que vós não conheceis, 27e que vem depois de mim. Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias”. 28Isso aconteceu em Betânia além do Jordão, onde João estava batizando.
– Palavra da Salvação.
T. Glória a vós, Senhor.




Escrito por ANT.BERG.FROTA às 23h24:postado por camocimmarazl@bogsport.com

Policíal é morto durante roubo em santa Luzia

Um policial lotado no 36º Batalhão da Polícia Militar foi morto na manhã deste domingo (11) em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a corporação, o militar, de 22 anos, foi baleado durante um roubo no bairro São Cosme.

Testemunhas informaram aos policiais que escutaram barulho de tiro e, em seguida, viram o corpo da vítima caído ao solo e sangrando muito.

O crime foi um latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. O Fiat Palio, a pistola calibre 40 e a carteira do policial foram roubados.

Ainda não há informações se o militar reagiu. O carro de passeio da vítima foi localizado abandonado no bairro Felipe Cláudio de Sales, em Pedro Leopoldo.
Após o trabalho da perícia, o corpo será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML)
fonte o tempo:postado por camocimmarazul@blogsport.com

Caminhão carregado com tijolos tomba na ce 085,entre camocim e barroquinha.

E os acidentes de trânsito continuam. Desta vez o local foi a CE 085, entre Camocim e Barroquinha, próximo a localidade de Jatobá.
Um caminhão Mercedes de cor branca e placa HYK 0650, o qual vinha de Fortaleza, onde tinha ido pegar uma carrada de tijolos e tinha como destino a cidade de Barroquinha, era conduzido pelo Sr. Raimundo Nonato de Mendonça, 68 anos, pai do vereador camocinense "Régis da Ipu". O motorista, aproveitando a passagem por Camocim, deu uma carona para uma filha sua.
Segundo o motorista repassou para o blog, o mesmo foi desviar de um jumento que atravessou repentinamente a CE e perdeu o controle do caminhão.