sábado, 31 de agosto de 2013

NÚNCIO APOSTÓLICO NA VENEZUELA É O NOVO SECRETÁRIO DE ESTA DO VATICANO.

Da Rádio Vaticano/camocim belo mar blog
Cidade do Vaticano – O atual núncio apostólico na Venezuela, arcebispo Pietro Parolin, foi nomeado pelo papa Francisco para a  Secretaria de Estado do Vaticano, em substituição ao cardeal Tarcisio Bertone. A notícia foi anunciada oficialmente na manhã de hoje (31) pela Santa Sé. Segundo o comunicado, o papa pediu a Bertone que permaneça no cargo até 15 de outubro, dia em que Francisco agradecerá publicamente, em audiência com toda a Cúria Romana, os serviços prestados pelo cardeal e apresentará Parolin a seus colaboradores.
Parolin nasceu em Schiavon, norte da Itália, há 58 anos. De família simples, ficou órfão de pai aos 10 anos. Aos 14, ingressou no seminário, estudou direito canônico em Roma, foi ordenado sacerdote em 1980 e iniciou carreira diplomática na Santa Sé em 1986. Foi representante do Vaticano na Nigéria e no México. Em 2002, foi chamado novamente a Roma e nomeado vice-secretário da Seção para as Relações com os Estados, colaborando com os cardeais Angelo Sodano e Tarcisio Bertone. Dom Pietro cuidou das relações com países asiáticos, como o Vietnã e a China até 2009, quando Bento XVI o nomeou para a Nunciatura de Caracas.

PRÉDIO ANEXO À SEDE DO GOVERNO DO CEARÁ CUSTARA R$ 44 MI,OPOSIÇÃO CRITICA.


Obra deve custar cerca de R$ 44 milhões aos cofres públicos.
Palácio da Abolição voltou a ser sede do Governo em 2011, após reforma.

Do G1 CE/camocim belo mar blog

Está em fase final o processo licitatório para a construção de um anexo do Palácio da Abolição, sede do Governo do Ceará. O local escolhido pelo Governador Cid Gomes (PSB) é o prédio onde atualmente funciona a Agência de Desenvolvimento Econômico do Ceará (Adece) e o Conselho de Desenvolvimento Econômico do Ceará, na Avenida Barão de Studart. A obra deve custar R$ 43,9 milhões aos cofres públicos e deve ficar pronta em 2014.
O Palácio da Abolição, localizado no Bairro Meireles, voltou a ser sede do Governo do Estado em 2011. Até então, o gabinete do governador ficava no Palácio Iracema, no Bairro Água Fria. A transferência da sede do governo custou R$ 19 milhões, dinheiro usado na reforma do Palácio da Abolição. Com a construção do anexo, o Estado do Ceará terá gasto R$ 63 milhões em prédios para abrigar o governo em quatro ano.
A obra foi criticada na sessão desta sexta-feira (30), na Assembleia Legislativa do Ceará. "O governador Cid Gomes comete um disparate e um desrespeito ao povo do Ceará  quando quer construir um anexo [do Palácio da Abolição]  ao custo de quase R$ 44 milhões. O Ceará é um estado pobre, onde 307 mil famílias não têm onde morar", criticou o deputado Heitor Férrer (PDT). Heitor Férrer promete entrar com uma ação popular para impedir o que ele classifica de  'mais uma insanidade' do Governador Cid Gomes.

DEZESSEIS POLICIAIS MILITARES FORAM ASSASSINADOS NO CEARÁ EM 2013.


Número supera o total de policiais vítimas de homicídio em 2012.
Caso mais recente ocorreu nesta sexta (30), quando um PM foi baleado.

Do G1 CE

Dezesseis policiais militares já foram assassinados no Ceará em 2013, de acordo com a Polícia Militar. O caso mais recente foi o assassinato do cabo Pinheiro, morto com um tiro na cabeça após ter o revólver roubado por dois homens. Pinheiro é velado na manhã deste sábado no Plano da Paz (31) e será sepultado nesta tarde.
Segundo testemunhas, ele foi assassinado quando fazia serviços extras, conhecido no Ceará como "bico", o que é ilegal entre policiais. “Ele foi segurança em uma empresa, fazia bico, porque hoje em dia o policial tem que fazer o bico. Não dá para viver só com o salário”, diz Enéas Benevides, amigo do policial assassinado. Os assassinos fugiram e ninguém foi preso.
O número deste ano supera o total de policiais – incluindo civis e militares – assassinados em 2012. Também no sábado, um policial militar sofreu uma tentativa de homicídio na Vila Peri. Dois homens roubaram a arma do policial; após reagir, o PM foi baleado na mão.

MUTIRÃO CARCERÁRIO DESCOBRE PRESO NO CEARÁ QUE DEVIA ESTAR SOLTO DESDE 1989.

Homem foi preso na década de 60 e recebeu alvará de soltura em 1989.
Com cerca de 80 anos, ele pode ser o detento mais antigo do país, diz juiz.

Do G1 CE/camocim belo mar blog
Homem que deveria ter sido solto em 1989, continua preso em hospital psiquiátrico (Foto: Juiz Paulo Irion/Aquivo pessoal) (Foto: Juiz Paulo Irion/CNJ)Homem que deveria ter sido solto em 1989 continua preso
(Foto: Juiz Paulo Irion/CNJ)
Um homem de aproximadamente 80 anos está preso irregularmente no Ceará. Ele foi preso na década de 1960, recebeu alvará de soltura em 1989, após ter a pena extinta pela Justiça, embora permaneça em uma unidade prisional, o Instituto Psiquiátrico Governador Stenio Gomes (IPGSG), em Itaitinga, na GrandeFortaleza (RMF). O homem foi identificado durante o Mutirão Carcerário que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza no Ceará desde 7 de agosto.
“Acho que este ser humano, em uma cadeira de rodas, usando fraldas, deve ser o preso mais antigo do Brasil, pois a informação é de que ingressou no sistema prisional na década de 60 do século passado”, afirmou o juiz Paulo Augusto Irion, um dos coordenadores do Mutirão Carcerário do CNJ. Segundo ele, outras cinco pessoas estão na mesma situação.
O CNJ faz o mutirão em Fortaleza desde 7 de agosto com o objetivo de avaliar as condições de encarceramento no estado e verificar se há prisões ilegais. O nome, idade e motivo pelo qual o detento foi preso não foram revelados. O CNJ afirma que vai procurar regularizar a situação dele.

PESQUISA REVELA AUMENTO DE 155% DE HOMICÍDIOS DE MULHERES NA PARAÍBA.

Uma pesquisa da estudante Duília Dalyana Ribeiro dos Santos, do curso de Licenciatura em Ciências Sociais da UFCG em Sumé, analisou a dinâmica das mortes por homicídios no período de 2000 a 2010 nos 26 municípios mais violentos do Estado da Paraíba.

Segundo a pesquisa, os grupos mais vitimados, foram os jovens do sexo masculino, com destaque para o grupo de indivíduos de 15 a 29 anos de idade. A pesquisa revelou ainda um aumento de 155% nas taxas de homicídios de mulheres na Paraíba neste período e a relação entre crescimento dos homicídios com o baixo nível de escolaridade. A pesquisa foi Desenvolvida via Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC/CNPq) na UFCG sob orientação do professor José Maria Pereira da Nóbrega Júnior.

ADOLESCENTE ATIRA NO ROSTO DA NAMORADA,A SOCORRE ATÉ O HOSPITAL,MAIS A JOVEM NÃO RESISTE.


Um adolescente, de apenas 14 anos, matou a namorada, com 15 anos, no final da tarde desta sexta-feira (30), no bairro de Cruz das Armas em João Pessoa. Após o disparo, o menor ainda socorreu a vítima ao Hospital São Vicente de Paulo, localizado no bairro de Jaguaribe, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu.

de acordo com o tenente coronel Lívio Delgado, Subcomante do CPRM, o adolescente informou que residia há um ano e três meses com a namorada. Ele declarou ainda, que o disparo ocorreu de forma acidental, enquanto manuseava a arma para limpá-la. A polícia investiga outras hipóteses, não descartando a investigação de 'roleta russa'. 

CHEGA O DIA ESPERANÇA.

Em sua 28ª edição, o "Criança Esperança" ganha novidades. Todos os programas da TV Globo neste sábado estarão alinhados ao projeto com links ao vivo. O ápice da campanha é o show, que vai ao ar após a novela "Amor à Vida"


Neste ano, a Globo dedica um dia inteiro da sua grade de programação ao "Criança Esperança". Hoje, os programas e telejornais da emissora vão trazer matérias e blocos especiais totalmente dedicados ao projeto.

Ana Furtado, Patrícia Poeta, Renato Aragão, Luiz Gleiser, Glória Maria, Glenda Kozlowski, Fernanda Lima e Tadeu Schmidt em coletiva no Rio
O cronograma começa com o "Globo Cidadania". Em seguida, o sábado ganhará o reforço com edições do "Bom Dia Brasil", "Mais Você", "Bem Estar" e "Encontro com Fátima Bernardes", todos ao vivo. À tarde, os telejornais e atrações como o "Estrelas", "TV Xuxa" e o "Caldeirão do Huck" também entram ao vivo. Depois de "Amor à Vida", a celebração vira em festa com o show "Criança Esperança".

POLICIAL MILITAR MORTO E DOUTRO FERIDO NO CEARÁ.


Um policial militar foi assassinado e outro baleado em duas ações criminosas distintas ocorridas, ontem, em Fortaleza. Em uma delas, o PM foi sumariamente eliminado. Na segunda, um militar acabou ferido durante uma tentativa de assalto. Com a morte de ontem, sobe para 17 o número de agentes da segurança Pública mortos neste ano no Ceará, sendo 14 PMs, um policial civil aposentado, um bombeiro militar da Reserva Remunerada e um policial rodoviário federal. Apenas um dos 14 PMs morreu em serviço.

VIXE! A ESPERADA E BADALADA REFINARIA DE CEARÁ DE ZEBRA,MELHO,BURRO NA AGUA



 
GSE DESISTE DE PARCERIA PARA A INSTALAÇÃO DA PREMIUM II
A empresa sul-coreana GS Energy (GSE) desistiu de formar uma parceria com a Petrobras para participar da instalação da refinaria Premium II. A informação foi dada ontem pelo governador Cid Gomes, após cerimônia de inauguração da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Pecém. Em junho último, a estatal celebrou uma carta de intenções com a GSE, que pretendia estudar a viabilidade de uma joint venture visando à construção da refinaria.

QUERO TE DAR A PAZ.



Quero te dar a paz do meu Senhor,
Com muito amor,
Na flor vejo manifestar o poder da criação,
Nos teus lábios eu vejo estar o sorriso de um irmão,
Toda vez que eu te abraço,
E aperto a sua mão,
Sinto forte o poder do amor, dentro do seu coração
Quero te dar a paz do meu Senhor,
Com muito amor,
Quero te dar a paz do meu Senhor,

DIA DE PARALISAÇÕES TERMINA COM VANDALISMO E OITO PESSOAS PRESAS.


seOs te terminais da Capital foram paralisados. No Siqueira, houve tumulto e quebra-quebra
O Dia Nacional de Paralisações, realizado ontem em todo o Brasil, terminou em vandalismo em Fortaleza. Todos os sete terminais de ônibus da Capital foram paralisados pela manhã. No Siqueira, houve tumulto, e, segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), 27 veículos foram depredados e 22 lixeiras quebradas, além de vidros, esquadrias e divisórias danificadas. Ao todo, oito pessoas foram presas pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar do Ceará e levadas ao 12º Distrito Policial, no bairro Conjunto Ceará.

No Terminal do Siqueira, 27 veículos foram depredados e 22 lixeiras quebradas, além de vidros, esquadrias e divisórias danificadas. Nos outros terminais, aconteceram protestos e ameaças, mas não foram registrados danos materiais Foto: José LeomarDe acordo com usuários que estiveram no Terminal do Siqueira, logo de manhã, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintro-CE) iniciaram a paralisação, o que causou revolta na população. Segundo a balconista Camila de Lima Sousa, 25, o cenário era de guerra. "Houve tiros, gestantes em pânico, e muita gente se aproveitou do momento para a prática de furtos e vandalismo", disse.

Um motorista de ônibus afirmou que, logo às 5h18, quando parou para desembarcar os passageiros, foi o momento em que começaram as ações de paralisação. Ele diz ter visto os integrantes do Sintro cortarem as válvulas de injeção de ar dos pneus dos veículos. "Quando a população viu a situação, se revoltou contra nós, motoristas, pois acreditavam que tínhamos sido os responsáveis. Então, iniciaram o quebra-quebra dentro do terminal", relata.

O comandante do Batalhão de Choque da PM, Major Alexandre Ávila, informou que as ações no Siqueira começaram às 5h30, e que, apesar de todos os terminais terem sido paralisados, apenas nele foi necessária a intervenção do BP Choque, pois houve confronto efetivo entre os PMs e a população. Segundo o major, dois policiais foram lesionados, mas ninguém da população foi ferido. "Não houve registro da entrada em hospitais, e não foi preciso acionar ambulância".

Trabalhadores da construção civil fecharam duas faixas da Av. Engenheiro Santana Júnior, em frente ao Terminal do Papicu Foto: Natinho Rodrigues
Segundo o BP Choque, durante o confronto, a equipe utilizou munição de impacto controlado, as balas de plástico. Conforme o comandante, o confronto durou uma hora e meia, cessando às 8h30.

Ainda segundo o major, das oito pessoas presas, sete foram por vandalismo (depredação de ônibus, lixeira, veículos e estrutura física do terminal) e uma por desacato a autoridade. Ao todo, 50 policiais foram enviados ao Terminal do Siqueira.

Via fechada

Já os trabalhadores da construção civil fecharam, na manhã de ontem, duas faixas da Avenida Engenheiro Santana Júnior, em frente ao Terminal do Papicu. Trabalhadores do transporte alternativo foram hostilizados. Houve tentativa de depredação de dois veículos que tentaram furar o bloqueio. Passageiros pegaram ônibus ainda do lado de fora e 50 coletivos ficaram parados no entorno. Os operários seguiram para o Centro, onde houve caminhada de várias categorias profissionais.

De acordo com a Etufor, só houve danos no Siqueira. Em outros terminais, aconteceram somente paralisações e ameaças aos operadores que estavam fazendo o transbordo externo dos passageiros. Segundo o presidente da Etufor, Rogério Pinheiro, em três terminais, não foi possível fazer esta operação. "No Papicu, Messejana e Siqueira, esta ação foi bem complicada por conta das ameaças", afirma.

Pinheiro informou que o setor jurídico da Etufor já foi comunicado para que possa tomar as medidas cabíveis. Conforme dados da empresa, durante o dia, passam pelo Terminal do Siqueira 160 mil pessoas.

Trânsito

Das 6h às 18h, foram registrados 54 colisões de veículos em Fortaleza, segundo a Autarquia Municipal de Trânsito (AMC). Para amenizar os transtornos, um efetivo de 30 agentes foi disponibilizado para o controle de tráfego no entorno de todos os terminais, exceto o do Conjunto Ceará. Os pontos mais críticos, conforme a Autarquia, se concentraram ao redor dos terminais de Messejana, do Papicu e do Antônio Bezerra.

O controle de tráfego também foi promovido no Centro, desde a chegada dos manifestantes à Praça da Bandeira até o Paço Municipal.

O comércio do Centro também sofreu perdas. De acordo com o Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL), Francisco Freitas Cordeiro, tudo gera prejuízo para o comércio, seja uma manifestação, um apagão, uma paralisação de ônibus. Apesar disso, até o momento nada foi contabilizado em termos de números.

Veja vídeo de ação no Terminal do Siqueira




Repúdio

Logo no fim da manhã de ontem, o Sindicato das Empresas de Transporte do Ceará (Sindiônibus) lançou uma nota de repúdio direcionada ao Sintro, em relação as ações de ontem nos terminais.

"Isso deixa claro que as razões expostas pela diretoria do Sintro, via de regra superficiais, não objetivas e esdrúxulas, não passam de ´desculpas´ para tentar justificar seus atos incoerentes e com motivos questionáveis". O sindicato patronal também afirmou entrar com ação na Justiça contra o Sintro.

Para o coordenador da Central Sindical e Popular - Conlutas (CSP/Conlutas), José Batista, a avaliação do movimento de ontem foi positiva, em virtude da adesão por parte de diversas categorias trabalhistas. "Foram 60 mil da construção civil, 12 mil motoristas e cobradores, 4 mil professores, além de bancários e servidores do Poder Judiciário".