sábado, 29 de março de 2014

PADRE CÍCERO- ORAÇÃO DE FÉ E PROTEÇÃO.



  Imagem de Cícero Romão Batista

Oração do Padre Cícero

Pelas lagrimais divinais
Livrai-me dos invejosos
E das mãos dos criminosos
E dos laços do satanás. 
Para botá-los pra trás,
Deus na frente, paz na guia. 
Ó Santa Virgem Maria
Quando vem rompendo a aurora
Ilumine-me na hora que vem clareando o dia. 
Levanto-me e entrego-me a Deus e à Virgem Maria. 
Para com a espada de São Jorge estar armado e com o 
Leite da Virgem Maria, amamentado; para que meus 
Braços não sejam fracos, nem meu sangue derramado 
Pelas mãos do inimigo. Quero ficar livre dos perigos em 
Minha casa junto com a minha querida família. 
Em nome de suas cinco chagas, Jesus Cristo de Nazaré 
Atende os meus rogos e me livra de todos os males, Amém.

CRIANÇA DE 4 ANOS É ESTUPRADA E ESPANCADA ATÉ A MORTE.

A MULHER ALEGA TER SOFRIDO UM "ATAQUE DE LOUCURA" DEPOIS QUE A MENINA URINOU E DEFECOU NA CAMA

Banda B
Banda B/cbm
O tio estuprou e a mãe executou: foi o fim do sofrimento de uma garota de 4 anos







A mãe da menina de 4 anos que morreu espancada na manhã desta quinta-feira (27) confessou ter dado socos e pontapés na filha após ter descoberto que ela tinha feito xixi e cocô na cama. Karen Conceição Rodrigues de Lima, 26 anos, está presa na Delegacia de Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba.
“Perdi a cabeça. Dei soco, pontapé, bati muito nela”, disse, friamente, à reportagem da Banda B na manhã de hoje (28). O tio da criança também está detido acusado de abusar sexualmente da criança. Ele disse à polícia que a menina ‘gostava das brincadeiras’.
A menina chegou ao Hospital Angelina Caron com várias marcas de agressão e violência sexual, já sem vida. A agressão aconteceu na casa onde a família mora, em Colombo. De acordo com o delegado Osmar Feijó, que comanda as investigações, os médicos perceberam até marcas de violência sexual no corpo da menina e entraram em contato com a polícia.

A SANTA MISSA DESTE DOMINGO DIA 30 DE MARÇO DE 2014.

 São João Clímaco
Nasceu na Palestina em 579, dentro de uma família cristã que passou para ele muitos valores, possibilitando a ele uma ótima formação literária.
Clímaco desde cedo foi discernindo sua vocação à vida religiosa. Diante do testemunho de muitos cristãos que optavam por ir ao Monte Sinai, e ali no mosteiro viviam uma radicalidade, ele deixou os bens materiais e levou os bens espirituais para o Sinai. Ali, com outros irmãos, deixou-se orientar por pessoas com mais experiência, fazendo um caminho pessoal e comunitário de santidade.
Foi atacado diversas vezes por satanás, vivendo um verdadeiro combate espiritual.
São João Clímaco buscou corresponder ao chamado de Deus por meio de duras penitências, pouca alimentação, sacrifícios, intercessões e participação nas Santas Missas.
Perseverou até o fim da vida, partindo para a glória aos 70 anos de idade.
São João Clímaco, rogai por nós!