quinta-feira, 29 de agosto de 2013

SETE PARLAMENTARES CEARENSES NÃO VOTARAM NA SESSÃO PARA CASSAR O DEPUTADO FEDERAL NATAN DONADON;VEJA AS JUSTIFICATIVAS.

Germano Ribeiro | 18h32 | 29.08.20
13

Dos 22 deputados federais do Ceará, apenas 15 votaram na sessão desta quarta-feira (28) que negou a cassação do mandato de Natan Donadon (ex-PMDB-RO), preso desde 28 de junho no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, onde cumpre pena por peculato e formação de quadrilha. Sete parlamentares não votaram. Três deles chegaram a marcar presença, mas se abstiveram sobre a decisão da cassação. Todos justificaram a ausência.

Donadon é o primeiro parlamentar preso desde a volta do país à democracia, em 1985. Foto: Divulgação

Como a votação foi secreta, não é possível afirmar quem votou contra, a favor ou se absteve. Apenas 233 deputados votaram pela cassação, número insuficiente para a perda do mandato, que exige ao menos 257 votos. Outros 131 votaram pela manutenção do mandato e 41 se abstiveram. A quantidade de ausências (108 ao todo) contribuiu para livrar da cassação o deputado-presidiário, primeiro parlamentar preso desde a volta do país à democracia, em 1985.

Através do simples cruzamento de informações do site da Câmara Federal, entre as presenças registradas e os deputados que votaram, é possível afirmar quem se absteve. Três parlamentares cearenses se registraram no painel, mas não votaram: Genecias Noronha (PMDB), José Linhares (PP) e Vicente Arruda (PR). Os que estiveram ausentes da sessão foram: Antonio Balmann (PSB), Artur Bruno (PT), Manoel Salviano (PMDB) e Mário Feitosa (PMDB).

VÁRIOS ASSALTOS MOBILIZAM POLÍCIA MILITAR DAS CIDADES DE QUIXADÁ E DE IBARETAMA-CE


Imprimir
PDF
planto-polcia

Policiais do Ronda do Quarteirão prenderam um acusado de ter roubado um aparelho celular. 
O 9° Batalhão da Polícia Militar da região do Sertão Central cearense registrou dois assaltos nas cidades de Ibaretama e de Quixadá.
Segundo a Polícia Militar do Destacamento de Ibaretama, um senhor ao transitar na estrada carroçável da localidade de Alto Alegre, foi surpreendido por dois indivíduos a pé, armados com um revólver. A dupla roubou a motocicleta, uma HONDA 125 FAN, preta de placa: NUY – 2386.
Os mesmos acusados seguiram sentido a localidade de Travessia e minutos depois, roubaram a quantia de R$ 3.000,00 (três mil reais) de uma senhora.
Em Quixadá, uma empregada de um mercadinho localizado na Rua Rui Maia, bairro da Rodoviária, denunciou que indivíduos chegaram em uma moto preta e sob “sugestas” de estarem armados, roubaram a quantia de R$ 30,00 (trinta reais) e três celulares, saindo em seguida tomando rumo ignorado. A vítima informou que o acusado que a amedrontou era: moreno, magro, baixo de bigode e tinha uma tatuagem na mão esquerda.
Uma jovem de 21 anos disse que estava em um escritório de advocacia na Rua Basílio Pinto, quando um desconhecido adentrou ao recinto e sob “sugesta” de estar armado roubou seu celular. O elemento saiu a pé.
Policiais do Ronda do Quarteirão prenderam o acusado Francisco Tiago Ferreira Queiroz, 25 anos, foi preso. O objeto do roubo não foi encontrado com o acusado, porém, foi reconhecido pela vitima e conduzido para a 12ª DRPC e autuado em fragrante.
Clique na opção "Curtir" em nossa página do facebook www.facebook.com
Serviço: 
Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá

Rua Brasílio Pinto, 1445, Combate
(88) 3445-1047  

9º Batalhão da Polícia Militar de QuixadáRua Tenente Cravo - Campo Velho
Telefone: (88) 3445-1042 / 190
Destacamento Policial de IbaretamaRua Vereador Armando Queiroz, 34 - Centro
(088) 3439.1102

EM CAMOCIM-CE:HOMEM É LESIONADO A FACÃO DURANTE BEBEDEIRA NO BAIRRO CIDADE COM DEUS.


Acusado. Foto arquivo
Durante a noite de terça-feira (27), um homem conhecido como Francisco Antonio Teixeira, 27 anos, foi lesionado a golpes de facão durante uma briga ocorrida na rua Airton Sena,  bairro Cidade com Deus, em Camocim-Ce.

Segundo informações de populares, o ex-detento conhecido como Ismael estava bebendo em um bar quando junto com a vítima quando começaram um briga em que o acusado foi logo lesionando a mão de seu desafeto, quase a decepando.