segunda-feira, 19 de maio de 2014

VALÉRIA MONTEIRO ESTÁ DE VOLTA,NO VIVA.


Apresentadora comanda o especial ‘O Show da Vida É Fantástico’, que comemora os quatro anos do canal

PAULO RICARDO MOREIRA
Rio - Afastada da TV há anos, Valéria Monteiro está de volta. Nem ela esperava que o retorno seria de uma maneira tão surpreendente. A partir de hoje, às 23h, no Viva, a apresentadora que já foi a musa do telejornalismo da Globo no fim dos anos 80 comanda o ‘O Show da Vida É Fantástico’, especial em 20 episódios com os clipes que marcaram a história do programa dominical. A atração faz parte das comemorações dos quatro anos do canal.
Valéria Monteiro não descarta a possibilidade de voltar em definitivo à TV: ‘Depende da proposta’, diz
Foto:  Divulgação

“Me diverti muito. Estou aproveitando a adulação do momento. Não sentia falta, não. Mas não digo que não é bom, porque cada coisa tem seu lado bom”, diz Valéria, que aceitou na hora o convite de sua antiga chefe no jornalismo, Letícia Muhana, atual diretora do Viva. “Aprendi muito com ela. Letícia disse que só eu poderia apresentar o programa”.
No especial, Valéria recebe convidados como os cantores Sidney Magal, Guilherme Arantes, Biafra, Marina Lima e Wanderléa para um bate-papo sobre os clipes que fizeram sucesso no ‘Fantástico’. A apresentadora, que também ocupou a bancada do dominical, tem boas recordações: “Me lembrei do clipe da Marina (‘Uma Noite e Meia’). Ela era uma menina ainda, bem rock’n’roll.”
Aos 49 anos, Valéria está tão empolgada com esse retorno temporário que considera a possibilidade de voltar ao vídeo em definitivo. “Faria outro programa, sim. Mas tudo depende da proposta. Tem que combinar o meu desejo com a oportunidade”, observa ela, acrescentando que não tem nada acertado com o Viva para um próximo trabalho.
Primeira mulher a ocupar a bancada do ‘Jornal Nacional’, ela se orgulha da façanha histórica. “Claro que me sinto envaidecida por isso, mas acho que fui um veículo para uma conquista maior das mulheres”, avalia.

PILOTO FAZ MANOBRA,BATE NO ULTRALEVE DO PAI E MORRE EM BRASÍLIA-DF.


Pai conseguiu equilibrar veículo e pousar em aeródromo, diz delegado.
Acidente aconteceu em uma área próxima à BR-251, em São Sebastião.

Do G1 DF/CBM

Aeronave que cau em chácara de São Sebastião, no DF, e viatura de bombeiros (Foto: Lucas Salomão/G1)Aeronave que caiu em chácara de São Sebastião, no DF, e viatura de bombeiros (Foto: Lucas Salomão/G1)
Um homem morreu após a queda de um avião monomotor em uma chácara de São Sebastião, noDistrito Federal, na tarde desta segunda-feira (19). Segundo a Polícia Civil, ele era o único ocupante do ultraleve e se chocou no ar com a aeronave conduzida pelo pai, que voava junto. O acidente aconteceu em uma área próxima à BR-251, na saída para Unaí (MG).
Responsável pelas investigações, o delegado Érito Cunha disse que o pai conseguiu equilibrar o outro monomotor e estacioná-lo no Aeródromo Botelho. Ele foi localizado pela polícia e periciado. Em depoimento, o pai contou que o filho tentou fazer uma manobra passando por baixo do ultraleve que ele conduzia, quando ocorreu a batida.

INSPIRAÇÃO PARA O FULECO,TATU-BOLA GANHA PLANO DE PRESERVAÇÃO NO CEARÁ.


ONGs elaboram quantidade de tatus na região da caatinga no Ceará.
Associação Caatinga fez campanha para tornar o animal mascote da Copa.

Do G1 CE/CBM

Associação defende o tatu-bola como mascote da Copa do Mundo (Foto: Caatinga/Divulgação)Associação defende o tatu-bola como mascote
da Copa do Mundo (Foto: Caatinga/Divulgação)
Organizações não governamentais do Cearáelaboraram um projeto de preservação do tatu-bola, animal que inspirou o mascote da Copa 2014, o Fuleco, e do meio ambiente da espécie. O tatu-bola é tipo de caatinga, bioma do Nordeste brasileiro, e se tornou a espécie mascote da Copa após campanha da Associação Caatiga.
"Depois de ser escolhido como mascote, o tatu-bola passa a receber a atenção que merece para preservação dessa espécie nativa do Brasil", afirma o secretário Especial da Copa 2014 no Ceará, Ferruccio Feitosa.
O plano de preservação do tatu-bola no Ceará tem duração de 10 anos e atualmente se encontra na fase inicial. “Estamos fazendo uma estimativa populacional do tatu-bola e atualizando o mapa de distribuição da espécie”, detalha o biólogo Rodrigo Castro, coordenador-geral do projeto e diretor da Associação Caatinga. Castro é um dos idealizadores da campanha que tornou o tatu o mascote da Copa.

SEM SCANNERS INSTALADOS E BLOQUEADORES,DIFICULDADES PARA EVITAR ENTRADA DE ELETRÔNICOS EM PRESÍDIOS DO CEARÁ.

INSEGURANÇA
Redação Web | CBM

De acordo com dados da Sejus, 3.837 aparelhos de celulares foram apreendidos no ano passado


cppl
Batalhão da Policia durante vistoria na CPPL I, em Itaitinga
FOTO: NATINHO RODRIGUES

A apreensão de 248 celulares e 523 chips nas dependências da Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL III), em Itaitinga, e na cadeia pública de Quixeramobim chamaram a atenção para a utilização de aparelhos telefônicos dentro das unidades prisionais e cadeias públicas do Ceará. 
De acordo com dados da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), 3.837 aparelhos de celulares foram apreendidos no ano passado, o que colocou o Estado do Ceará em 3º lugar no ranking nacional em número de celulares apreendidos e o 1º do Nordeste, segundo levantamento do jornal O Globo. Já em 2012, as apreensões chegaram a 4.412. 
"Body Scanners" seguem sem funcionar
Em março deste ano, a Secretaria da Justiça adquiriu seis "body scanners", equipamento responsável por gerar imagem de raio-x para evidenciar o transporte de aparelhos dentro das genitálias. Entretanto, os aparelhos ainda estão em processo de instalação, conforme informou o órgão. 
Segundo o presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Ceará (Sindasp-CE), Valdemiro Barbosa, o Governo investiu R$ 10 milhões para a obtenção dos equipamentos e nenhum foi instalado. "Os aparelhos estão aí levando sol e chuva e, até o momento, não foram colocados em uso", relatou. 

PAI ACUSADO DE ESPANCAR FILHO DE CINCO ANOS LEVA UM " MOE DE PEIA" EM CÉLA DE DELEGACIA.


Vítima
O pai suspeito de espancar o filho de cinco de anos, na cidade de Sítio Novo do Maranhão, e que estava preso na Delegacia Regional de Imperatriz foi espancado pelos companheiros de cela. Segundo a Polícia Civil, o homem foi encaminhado para o Hospital Municipal de Imperatriz onde permanece internado. O pai e a mãe da criança foram presos nessa sexta-feira (16), em Sítio Novo, e transferidos para Imperatriz. O pai estava preso no Plantão Central e a mulher foi custodiada na 4º Distrito Policial.A denúncia de espancamento foi feita pelo médico que atendeu a criança. O menino deu entrada no Hospital Infantil de Imperatriz nessa quinta-feira (15), com muitos hematomas pelo corpo, principalmente no rosto. O quadro de saúde da criança é estável.