quarta-feira, 2 de maio de 2012

MANIFESTAÇÃO MOBILIZA 10 MIL AGRICULTORES NO CARIRI,NO CEARÁ.



Clique para Ampliar
Neste ano sem chuvas, muitos trabalhadores rurais contabilizam perdas
FOTO: YAÇANÃ NEPONUCENA
Clique para Ampliar
Nas ruas de Icó, os manifestantes também festejaram os 40 anos do Sindicato de trabalhadores Rurais. Eles esperam apoio dos governos
FOTOS: HONÓRIO BARBOSA
Pastoral da Terra prevê elaboração de projetos para captar recursos que financiarão obras de abastecimento
Crato Cerca de 10 mil pessoas participaram, ontem, da XXII Caminhada da Fraternidade, que celebra o Dia do Trabalhador na região do Cariri. A manifestação teve início no Crato, na Igreja de São Francisco, e percorreu as ruas da cidade até chegar ao Santuário de São Francisco, em Juazeiro do Norte. Neste ano, com a irregularidade das chuvas, os agricultores amargam uma das piores secas já registradas. 

A safra está perdida em mais de 50% das culturas de milho e feijão, falta pasto para os animais e a pecuária enfrenta graves prejuízos. Segundo a agente da Pastoral da Terra, da Igreja Católica, Simone Machado Leite, além dos prejuízos, a seca está causando a vulnerabilidade sociopolítica dos agricultores. Para ela, os programas sociais do Governo Federal são insuficientes e não atendem as necessidades de todos os agricultores.

“Como neste ano teremos eleições, com as dificuldades geradas pela falta de chuvas, alguns políticos podem se aproveitar para comprar votos. Muitas vezes, os agricultores ficam sem opções e acabam aceitando o que lhes é oferecido. Estamos vivenciando a fase da indústria da seca. Infelizmente, as consequên-cias só aparecem depois”, disse. 

Diante da falta de chuva, que já compromete os plantios de vários agricultores de base familiar na região do Cariri, a Pastoral da Terra da Diocese do Crato já está prestando assessoria e formação para fortalecer as lutas dos trabalhadores do campo. Neste ano, as ações estão sendo realizados em torno das famílias atingidas pelas obras da transposição das águas do Rio São Francisco.

A principal preocupação da Pastoral da Terra é com as pessoas da zona rural dos Municípios de Jati, Penaforte e Mauriti, que perderam suas terras e migraram para os centros das cidades, onde estão vivendo sem perspectivas de emprego e sem vínculos com as comunidades.

Soberania alimentar
Devido ao fato de muitos agricultores estarem sobrevivendo com pouca água armazenada em reservatórios domiciliares, açudes e lagoas, a Pastoral da Terra está abordando, atualmente, a soberania alimentar por meio dos quintais produtivos das mandalas existentes na região, e a captação de água das chuvas, depositada em cisternas.

Caso a seca se agrave ainda mais, a Pastoral prevê elaborar projetos para captar recursos financeiros que possam auxiliar os agricultores a suprirem suas carências no campo. 

Ao longo do percurso de 15 quilômetros entre as duas cidades, os trabalhadores de vários seguimentos uniram suas reivindicações e pediram bênçãos para continuar a jornada. O objetivo da caminhada, que acontece desde 1990, é fortalecer os laços entre os trabalhadores das duas cidades, marcadas por divisões históricas, políticas e culturais.

Durante o percurso, o foco das abordagens dos trabalhadores foi tema da Campanha da Fraternidade, que neste ano é “Fraternidade e Saúde Pública: que a saúde se difunda sobre a Terra”. Diferente dos eventos alusivos à data realizados pelos movimentos sindicais, que geralmente abordam as dificuldades dos trabalhadores, a Caminhada da Fraternidade teve como foco as lutas e conquistas, com destaque para a dignidade do trabalhador. Para realizar o evento, a Igreja Católica teve o apoio das equipes de diversas pastorais de Juazeiro e Crato, da iniciativa privada e de órgãos do públicos, como Polícia Militar. 

A partir de uma perspectiva libertadora e sob visão da Igreja Católica, os trabalhadores refletiram sobre sua importância social relacionada aos significados do valor do trabalho das mulheres e dos homens no Brasil, fizeram suas reivindicações e buscaram a igualdade entre as classes. 

De acordo com o pároco da Paróquia de São Francisco de Assis, padre Marcondes Torquato, o tema da caminhada expressa a preocupação com a vida humana, ameaçada pelo descaso e pela precariedade em geral. “Queremos simplesmente fazer com que as pessoas percebam que as diferenças dificultam a nossa caminhada. Não gostaríamos que nenhum posicionamento político acentue essas desigualdades. Estamos buscando um caminho em que possamos andar lado a lado”, disse ele. 

No próximo dia 27 de maio, no Município de Assaré, a Pastoral da Terra, em parceria com os sindicatos dos Trabalhadores Rurais, vai realizar a Celebração da Colheita. A missa será em agradecimento aos poucos grãos que os agricultores conseguiram tirar de seus roçados.

Mais informações:
Diocese da Igreja Católica no Crato, Rua Teófilo Siqueira 631, Centro
Região do Cariri
Telefone: (88) 3521.1110

Yaçanã NeponucenaRepórter.fonte Diário do nordeste/camocim belo mar blog

AS DELEGACIAS NO INTERIOR DO ESTADO ESTÃO LOTADAS DE MOTOCICLETAS APRENDIDAS EM SITUAÇÕES IRREGULARES.



http://tvsinal.com/site/images/stories/1imagem278.jpgQuixadá. O crescente envolvimento de motos em acidentes de trânsito e apreensões desses veículos no Interior reflete na esfera policial judiciária. Algumas delegacias estão com seus pátios lotados de motocicletas.
Quando não são apreendidas por infrações administrativas, estão envolvidas em alguma espécie de crime e ficam nas delegacias. Muitas são furtadas e roubadas. Boa parte delas jamais voltará aos seus legítimos proprietários. Estão com chassis raspados. Sem a identificação, é impossível localizar o proprietário.
A 12ª Regional de Quixadá é um exemplo deste problema. São mais de 70 motocicletas, de várias marcas e modelos. Algumas, há mais de 10 anos à disposição da Justiça, estão se transformando em sucatas.
Policiais da Delegacia Regional de Quixadá sugerem como opção para o desencalhe dos motociclos o acautelamento a vítimas de furtos e assaltos. Na opinião do inspetor Renato Cosmo Barbosa, bacharel em Direito, os veículos apreendidos, em situações irregulares, poderiam ser destinados a quem teve seu bem surrupiado criminosamente. Além de minimizar o prejuízo para o cidadão, a decisão também desobstruiria os pátios das delegacias. Além do mais, paradas há muito tempo as motos vão se danificando. Em circulação, serão zeladas nas mãos de quem aceitar a proposta.

Sobre o acautelamento, o policial explica não ser uma entrega definitiva do veículo a alguma vítima. Trata-se de uma posse provisória. Pode ser desfeita com o aparecimento do legítimo proprietário. O bem pode ser reavido por quem de direito tão logo seja reclamado. Dessa forma ganha a Polícia, a Justiça e principalmente o cidadão. Entretanto, o inspetor sugere o estabelecimento de alguns critérios. O período de permanência do veículo nas delegacias é um deles. A sugestão é atingir o limite de três meses, prazo suficiente para realização de perícia e investigações. Depois disso, poderá ser transferida provisoriamente.

Na opinião do delegado Marcos Sandro de Lira, titular da Delegacia Regional de Quixadá, as leis brasileiras preveem a presunção de inocência até tramitado e julgado o processo contra os réus. Somente após a sentença da Justiça, o bem apreendido terá seu destino final. A atual lei dos entorpecentes já prevê situação assim. Quando há comprovação da aquisição de carros e motos com lucro do narcotráfico, a Justiça sequestra esses bens dos acusados, e, quando condenados, determina a realização de leilão. "Para atender a proposta do policial, será necessário alterar o Código Penal", acrescenta o delegado.

O agricultor Francisco Xavier Sales teve sua motocicleta tomada por assaltantes há mais de cinco anos. Perdeu a esperança de recupera-la. Pelo que ouviu, as peças foram transplantadas para outras motocicletas. Voltou a utilizar o jegue como transporte. Havia utilizado todas as economias para comprar a moto na concessionária. Não tem mais dinheiro para comprar outra. Ele mora na zona rural de Banabuiú. Considerou a proposta do policial civil interessante.

O promotor de Justiça Gilvan Melo, do Núcleo de Atuação Especial de Coordenação Fiscalização e Atendimento de Politicas do Trânsito (Naetran), discorda do acautelamento de motocicletas. Cabe ao Juiz de Direito dar destino ao veículo apreendido. Para não encalharem nas delegacias, os magistrados podem determinar a entrega tão logo a Polícia realize os trabalhos investigativos e técnicos.

Nos casos das motos sem identificação, somente com a criação de uma lei específica poderão ter o destino sugerido pelo policial. O representante do Ministério Público também considerou interessante a proposta do policial.

No Detran, as motocicletas apreendias por irregularidades administrativas, geralmente por estarem sendo conduzidas por pessoas não habilitadas e atraso no pagamento das taxas e no licenciamento, permanecem até 90 dias nos depósitos dos 11 departamentos regionais de trânsito do Interior, aguardando a regularização.

Depois desse período, o órgão inicia processo de leilão. Os proprietários são notificados da decisão por meio de correspondência. Atualmente, existem aproximadamente 1.100 motocicletas apreendidas no Interior. Conforme o órgão, cerca de 30 % acabam sendo leiloadas.fonte tv sinal/camocim belo mar blog

COMEMORAÇÃO DO DIA DO TRABALHADOR EM CAMOCIM CEARÁ.



 A Administração Camocim é do Povo realizou ontem, na Praça Pinto Martins, uma solenidade cívica e prestação de serviços à comunidade, em comemoração ao Dia do Trabalhador. As atividades tiveram início às 08h30 com a participação de representações de classes trabalhadoras, autoridades do Executivo Municipal, vereadores, militares e representações de escolas da rede pública municipal.
Para o gerente da unidade do Sine/IDT de Camocim, Ricardo César, o mercado de trabalho em Camocim nos últimos 11 anos tem aumentado significativamente. “Foram cerca de 13 mil vagas disponibilizadas, somente através do SINE. Uma média de 12 mil por ano”, enfatizou Ricardo César.
O representante do Sindicato dos Pescadores de Camocim, Manoel Silva, conhecido também por Manoel Pescador, se pronunciou em nome da categoria e aproveitou o momento para esclarecer para a população algumas dificuldades que o sindicato enfrenta. Segundo ele, existem algumas pessoas que “só sabem criticar, mas que nunca apresentaram soluções para a categoria” desabafou, referindo-se aos problemas de naufrágios, "acidentes de trabalho", ocorridos nos últimos meses com pescadores de Camocim. 
O Prefeito Chico Vaulino em seu discurso enfatizou a educação como um elemento que qualifica o trabalho e que gera mais oportunidades para a população. Ele lembrou das melhorias educacionais em Camocim no nível superior, através do Pólo da UAB-CE - Universidade Aberta do Brasil, e do ensino tecnológico oferecido pelo IFCE - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. O Prefeito avaliou como positivo a luta das categorias por melhores condições de trabalho, mas disse que, “é preciso lutar por melhorias, mas com responsabilidade e com respeito”.
Após a solenidade os trabalhadores foram agraciados pela prestação de serviços com cortes de cabelos, tratamento de belezas, fotos 3x4, verificação da pressão arterial, e para manter as energias a Secretária de Desenvolvimento Social serviu um sopão para o público presente.

Carlos Jardel/fonte camocim é do povo/camocim belo mar blog

ATÉ 25 MIL CASOS DE CÂNCER PODEM SER CAUSADOS NO TRABALHO.


Dezenove tipos de diagnósticos malignos, entre os de pulmão, pele, fígado, laringe e leucemias, podem ser provocados no local do emprego
NOTÍCIA

ELZA FIÚZA/ABR
Construção Civil é uma atividade de risco listada pelo Inca
)
Dos 500 mil casos de câncer registrados todos os anos, de 20 mil a 25 mil estão relacionados à mão de obra do paciente. Um levantamento do Instituto Nacional do Câncer (Inca) lista 19 tipos de diagnósticos malignos, entre os de pulmão, pele, fígado, laringe e leucemias, que podem ser provocados pela exposição a produtos químicos e falta de equipamentos de segurança adequados. Os dados fazem parte do estudo Diretrizes para vigilância do câncer relacionado ao trabalho, divulgado ontem.

A estimativa de 20 mil a 25 mil casos pode ser conservadora. Leva em conta pesquisas europeias, que apontam que 4% dos novos tumores são ligados à ocupação da mão de obra: “Considerando o ambiente de trabalho, maquinários obsoletos, processos ultrapassados, os trabalhadores brasileiros estão ainda mais expostos que os europeus. Em alguns tipos de tumor, podemos trabalhar com uma proporção de 8% a 16% dos novos casos”, ressaltou Ubirani Otero, coordenadora do estudo e responsável pela Área de Vigilância do Câncer Relacionado ao Trabalho e ao Ambiente do Inca.

O documento recomenda, como principal estratégia para a redução do número de tumores malignos, a eliminação da exposição aos agentes causadores. Além de listar os cânceres ligados ao trabalho, relaciona os produtos cancerígenos e a atividade econômica a que está ligado, como a de cabeleireiros, agricultores profissionais, da construção civil, indústria do petróleo, entre outras.

Aponta ainda a dificuldade de se obter dados a respeito da ocupação dos pacientes. Ubirani levantou estatísticas sobre câncer de bexiga, a partir do cadastro Integrador de registros hospitalares de câncer, entre 2008 e 2010. Nesse período, hospitais relataram 2.426 casos da doença. Em 46,2%, faltaram informações sobre o tipo de trabalho exercido. “Não basta saber a ocupação atual, mas também a atividade pregressa. Só com informações corretas vamos conseguir relacionar câncer à ocupação. O Ministério da Saúde tem apenas 128 registros de câncer relacionado ao trabalho. (da Folhapress)

O quê
ENTENDA A NOTÍCIA

Segundo a estimativa divulgada pelo Inca (Instituto Nacional de Câncer) baseada em estudos internacionais, cerca de 4% das 518.510 pessoas que devem receber diagnóstico de câncer neste ano no país terão o trabalho como principal causa desse mal.

POLÍCIA IDENTIFICA E INTIMA SUPOSTO RACISTA QUE OFENDEU ATENDENTE EM CINEMA EM BRASÍLIA DF.



A Polícia Civil identificou o homem acusado de discriminação racial em um shopping da Asa Norte. Por meio de imagens dos arquivos da instituição e da internet, reconhecidas pela vítima e testemunhas, os investigadores da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) chegaram ao médico Heverton Octacílio de Campos Menezes, 62 anos. As agressões teriam ocorrido após ele chegar atrasado para a sessão de um filme e querer passar à frente de outros clientes na fila para comprar o ingresso, na tarde de domingo. Furioso, o homem disparou ofensas à bilheteira Marina Serafim dos Reis, 25 anos. Entre outras coisas, falou que ela deveria estar na África, cuidando de orangotangos.

A equipe policial descobriu ainda que o suspeito tem uma clínica no Lago Sul, é doutor em psicanálise e palestrante. A intimação para depor foi encaminhada ontem ao suspeito. A Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF) vai acompanhar o caso. E essa não é a primeira vez que Campos Menezes se envolve em um episódio de racismo, segundo a polícia. Ele foi acusado, em 2002, de ofender uma mesária eleitoral, também por ter que esperar a vez na fila. “Isso aqui parece uma republiqueta das bananas e você a representa muito bem, sua negrinha”, teria dito o homem à senhora negra, por ela ter dado preferência às grávidas e aos idosos na hora da votação. A polícia não informou o desfecho da acusação. No site do Tribunal de Justiça, não há dados sobre esse processo.fonte correio brasiliense/camocim belo mar blog

IPHAN VAI RESTAURAR CASARÕES HISTÓRICOS DE VIÇOSA DO CEARÁ.



Governos municipal e federal vão investir R$ 1 milhão nas reformas.
Cidade tem casarões considerados históricos de até 200 anos.

D
Proprietários devem procurar prefeitura para que casarões sejam reformados (Foto: Prefeitura de Viçosa do Ceará/Divulgação)Proprietários devem procurar prefeitura para que
casarões sejam reformados (Foto: Prefeitura de
Viçosa do Ceará/Divulgação)
Cerca de 80 casarões considerados históricos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) deViçosa do Ceará poderão ser reformados com financiamento da prefeitura municipal e governo federal. O financiamento da reforma, de acordo com a superintendente do Iphan no Ceará, Jussara Peixoto, poderá ser pago em 15 anos com carência de seis meses. O objetivo, segundo o Iphan, e recuperar e manter o patrimônio histórico de residências seculares no Centro da cidade do interior doCeará. Viçosa do Ceará tem casarões de até 200 anos de idade. Alguns deles passaram apenas por pequenas reformas e conservam características de séculos passados.Serão reformados primeiramente as casas que mantém a estrutura antiga conservada, as demais residência serão restauradas para reparar possíveis rachaduras e degradações. "Não existe a priorização com relação a que imóvel ou que indivíduo vai ser beneficiado. Todo mundo tem a mesma chance, a questão da classificação é só uma ordem de atendimento para que a gente possa atender da melhor forma", explica Jussara Peixoto.Os governos municipal e federal vão investir R$ 1 milhão para reforma e manutenção dos casarões, de acordo com Jussara Peixoto. Os moradores proprietários de imóvel na área tombada de Viçosa do Ceará devem procurar na prefeitura da cidade o investimento de reforma.fonnte G1 ce camocim belo mar blog

LEI MELHOR AS RÁDIOS COMUNITÁRIAS.



ABRAÇO NORTE CEARÁ E AMARC MARCAM AVANÇO
 NAS RÁDIOS COMUNITÁRIAS DO CEARÁ

A ABRAÇO NORTE CEARÁ juntamente com a AMARC e mais dezenas de Rádios Comunitárias do Ceará e do Nordeste deram mais um importante passo na luta por um LEI MELHOR PARA RÁDIOS COMUNITÁRIAS, realizando uma importante audiência pública na Assembléia Legislativa do Estado do Ceará(dia 27.04.2012) e um Seminário Nordeste de Rádios Comunitárias(na UFC em 28.04.2012), com a participação de parlamentares, representantes do Governo Federal, FNCD-CE, Universidade Federal do Ceará e dirigentes internacionais da AMARC - Associação Mundial de Rádios Comunitárias, além de Dirigentes da ABRAÇO NORTE CEARÁ, MST/Via Campesina e de outras entidades de rádios comunitárias.
 
Estes eventos foram um marco a luta pelo fortalecimento e avanço dos debates do Marco regulatório das comunicações no Ceará. Dentre os encaminhamentos ficou o apoio a criação do conselho estadual de comunicação e de uma frente parlamentar da democratização da comunicação, e também foi composto um leque de propostas que serão juntadas a de outros Estados do Brasil e apresentado ao Governo Federal em setembro/outubro/2012.

As rádios comunitárias atendendo a solicitação encaminhada pelo representante da ABRAÇO NORTE CEARÁ durante a Audiência pública aprovaram a convocação de uma reunião com todas as entidades de Rádio Comunitária que existem no Estado do Ceará para discutirem uma política de ação conjunta e fortalecimento da luta das Rádios Comunitárias POR UMA LEI MELHOR PARA RÁDIOS COMUNITÁRIAS. A Abraço Norte Ceará e a Acertcom, já deram demonstração de compreensão histórica da importância da união das rádios comunitárias, e aceitaram. A reunião deverá acontecer dia 16.05.2012, na Assembléia Legislativa do Ceará.

A Abraço Norte Ceará, agradece o apoio e a compreensão de todos e todas do BEM  que se doam para a construção de uma vida mais digna e com mais conquistas para as Rádios Comunitárias.
 
Durante a audiência pública o Dep. Delegado Cavalcante apresentou proposta de projeto de indicação que o mesmo apresentara na Assembléia Legislativa para a apoio e sustentabilidade econômica para as rádios comunitárias.
 

fonte Informações Diário do nordeste/camocim belo mar blog

NOTA DE ESCLARECIMENTO DO BLOG.

Nos do blog camocim belo mar,viemos a Públicos que estamos trabalhando sem receita ou seja  sem fins lucrativos,se Hover   alguns amigos que queira colabora com o nosso blog nos agradecemos a cada um amigos de  modo em geral  você sera bem recebido,porque papai do ceú  vai ajudar  a todos os amigos colaboradores direto e em direto.para maiores informações entre em contatos (0**88)9603-1723.agradecemos  sua preferencia obrigado e volte sempre.