terça-feira, 10 de junho de 2014

ACIDENTE NA OBRA DO MONOTRILHO NÃO DEVE GERAR MAIS ATRASOS,DIZ GOVERNADOR ALCKMIN.


Governador de SP cobrou apuração rigorosa após queda de viga.
MP e polícia investigam as causas do acidente que matou um operário.

Do G1 Ribeirão e Franca
Governador Geraldo Alckmin durante visita a Barretos nesta terça-feira (10) (Foto: Fernanda Testa/G1)Governador Geraldo Alckmin durante visita a
Barretos nesta terça (Foto: Fernanda Testa/G1)
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou na tarde desta terça-feira (10) em Barretos (SP) que espera uma “apuração rigorosa” sobre as causas da queda de uma viga da obra do monotrilho, que matou um operário e feriu outros dois na tarde de segunda-feira (9) na Zona Sul da capital paulista.  O governador disse também que o acidente não deve atrasar o andamento das obras.
A Polícia Civil de São Paulo investiga três hipóteses para tentar explicar a queda da viga. O caso foi registrado como homicídio e lesão corporal culposos (sem intenção). A investigação policial quer saber se houve imperícia, imprudência ou negligência na colocação da estrutura de cerca de 90 toneladas que despencou. O Ministério Público Estadual vai instaurar inquérito para apurar a situação da obra, se ela oferece segurança ou não.
Durante visita a Barretos, Alckmin afirmou que um processo de sindicância já está aberto. “O consórcio [Monotrilho Integração] é responsável pela segurança da obra e já foi instaurada apuração rigorosa para verificar a razão do acidente”, disse. O Governador afirmou que o Estado presta atendimento à família do operário morto e dos outros dois trabalhadores que ficaram feridos na queda da viga.
Alckmin disse também que o acidente não deve atrasar o andamento das obras. Durante seu anúncio, foi cogitada a possibilidade de a obra ser entregue durante a Copa do Mundo, mas atrasos impediram a conclusão. A previsão é que o monotrilho seja entregue até o fim de 2014.

OBRAS DA 'CURVA DA MORTE' SÃO CONCLUÍDAS NA BR-222 EM ITAPAJÉ NO CEARÁ.

ZONA NORTE

Iniciadas em 2010, a rodovia federal ainda está em obras, com trechos exigindo mais demora na conclusão


curva da morte
Localizada no Km 110, em Itapajé, a curva era considerada um dos trechos mais perigosos, com registros de acidentes no passado, daí a decisão de eliminar o risco. Motoristas aprovaram o trabalho
FOTOS: WELLINGTON MACÊDO
Image-0-Artigo-1631851-1
No trecho seguinte, conhecido como "Rampa de Itapajé", os trabalhos foram iniciados na última sexta-feira, quando foi feito o primeiro corte de rochas com a detonação de explosivos. Motoristas reclamam das obras
Sobral. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) eliminou um dos trechos mais perigosos da BR-222 no Ceará. A chamada "Curva da Morte", localizada no quilômetro 110, em Itapajé, é parte integrante da obra de engenharia para execução dos serviços necessários à realização das obras de melhoramentos e restauração/reabilitação naquela rodovia federal. Os trabalhos totais abrangem do km 64,3 ao 122,8, totalizando 58,50 quilômetros de rodovia.
Como valor total deste contrato é de aproximadamente R$ 89,8 milhões, as obras na BR-222 devem continuar até dezembro, sendo trabalhada agora a "Rampa de Itapajé", que vai do quilômetro 119 ao 122, de acordo com o comunicado oficial do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A Rampa de Itapajé é onde se encontra atualmente o pior trecho de tráfego entre Fortaleza e Sobral.
As obras para implantação da alteração da Curva da Morte, cuja extensão é de aproximadamente 600 metros, tiveram início no final do mês de setembro do ano passado, onde foram realizadas em torno de oito detonações em rocha, para possibilitar a alteração do traçado da rodovia, e posteriormente execução da nova plataforma da pista, com drenagem e sinalização.
Segundo as informações oficiais do Dnit, com a conclusão desta variante, foi eliminado um ponto crítico da rodovia, onde se concentrava um alto índice de acidentes, devido à geometria bastante desfavorável.
Necessidade
Para os motorista que trafegam pelo trecho, a mudança era necessária devido ao grande número de acidentes que ocorriam no local. Mas as opiniões divergem. A implosão de outra rocha, que se localiza na curva, e o espaço reservado para o acostamento são dois pontos observados pelos que criticam.
De acordo com a universitária Ana Clara de Vasconcelos, que passa pelo trecho duas vezes por semana para ir de Sobral à Fortaleza, onde mora sua família, a obra foi boa, mas poderia ter sido melhor. "A rocha na curva tem tapado a visão de motoristas, e muitos deles andam em alta velocidade pelo trecho. Sem contar que as obras acabaram aqui mas continuam ali na frente, interrompendo o fluxo do trafego", reclamou.

QUARTA TURMA: O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ CID GOMES VAI CONVOCAR MAIS 1.200 APROVADOS NO CONCURSO DA PM.


Mil e duzentos concursados serão chamados para integrar o contingente da Polícia Militar no Ceará. Já na próxima semana serão convocados os aprovados para a quarta turma do concurso público para soldado da corporação realizado em 2012. O anúncio foi feito pelo governador Cid Gomes, nesta Terça-feira (10), durante cerimônia de formatura de 927 policiais militares e a nomeação de 362 novos inspetores da Polícia Civil do Ceará. Essa foi a terceira turma aprovada no Curso de Formação Profissional para o cargo de soldado da carreira de praças. Segundo os números da Secretaria da Segurança Pública, dos 10.026 soldados que compõem o seu quadro, sete mil foram contratados pela atual gestão. "Esse é um momento de renovação com o meu compromisso de garantir que os cearenses possam ter mais segurança e tranquilidade. E posso garantir que até o dia 31 de dezembro não descansarei um dia sem trabalhar para melhorar a situação da segurança no nosso estado", destacou Cid Gomes.
Segundo o chefe do executivo os novos 1.200 aprovados no concurso já serão convocados para o curso de formação na Academia de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE). O curso será ministrado em quatro meses e até o final do ano esse contingente já passa a fazer parte do efetivo da PM. Já os 927 novos policiais já passam a atuar a partir de hoje em Fortaleza, Região Metropolitana e Interior. "Essa nova turma vai reforçar o trabalho da segurança preventiva no Estado. São novos profissionais que vão renovar a tropa para que possamos atender o clamor da sociedade que é garantir segurança", explicou o Governador.

PM DO RAIO MATA SUSPEITO DURANTE TENTATIVA DE ASSALTO NO BAIRRO DE FÁTIMA EM FORTALEZA-CE.


Um policial militar do Batalhão de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio)  trocou tiros e matou o suspeito durante uma tentativa de assalto. O crime ocorreu na Rua Jaime Benévolo, Bairro de Fátima. Essa foi a segunda tentativa de assalto contra policial militar somente nesta terça-feira (10)
O policial saía de casa quando foi abordado pelo suspeito que tentou roubar o celular. O PM se escondeu atrás de um poste, reagiu e houve troca de tiros. O suspeito foi levou três tiros, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu),  ainda no local, mas não resistiu aos ferimentos.
Na via foram encontradas cinco munições deflagradas e a motocicleta utilizada no assalto. De acordo com informações do comandante do Raio, major PM Márcio, o suspeito respondia na Justiça a cinco crimes de assalto. Os populares informaram que era casual o homem realizar assaltos na área durante o começo da tarde.  O policial se apresentou espontaneamente na delegacia da área.