sexta-feira, 30 de maio de 2014

AGRICULTORES DE MARIALVA JOGAM MILHARES DE CACHOS DE UVA NO LIXO.


Com safra recorde, preço caiu e não paga os custos da produção, dizem.
Além disso, os compradores têm preferido uvas de outros estados.

Do G1 PR

Milhares de cachos de uvas estão indo para o lixo em Marialva, no norte do Paraná. Os agricultores da cidade, que é a segunda maior produtora do país de uvas de mesa, e que teve uma produção recorde neste estão jogando toda a produção fora, porque não conseguem encontrar compradores. O cenário é de desespero nas parreiras da cidade.
Segundo os agricultores, o quilo da uva sai das parreiras a menos de R$ 1,00 o quilo. O valor não é suficiente para pagar todas as despesas que foram contraídas com a plantação. Ao preparar as parreiras, eles imaginavam receber pelo menos R$ 3,00 por quilo da fruta. Além disso, dizem, os compradores têm preferido uvas de outros estados, encalhando ainda mais o estoque, que sequer foi colhido.
“É a única coisa que nos resta, já que a gente não pode ficar parado e a gente vive disso. Não tem outra fonte de renda para sobreviver”, diz o agricultor Gilson Tavares. De acordo com ele, a colheita antecipada da safra recorde visa garantir a colheita da próxima safra, no fim do ano. “Eu, com 67 anos, perdendo meu trabalho. Para ter o nome limpo tem que aguentar”, lamenta emocionado outro agricultor, Francisco Bertussi.

NOVA TRAGÉDIA EM ANÍSIO DE ABREU: CELSO,FILHO DO PIFANO, É ASSASSINADO COM UM TIRO A QUEIMA ROUPA QUANDO TRABALHAVA NA ROÇA..


Uma nova tragédia ocorreu na tarde desta quinta-feira (29) em Anísio de Abreu: Celso Sorrindo, filho do Pifano, do Baixão do Santo, foi assassinado com um tiro a queima roupa quando trabalhava em sua roça no bairro Bela Vista, próximo à estrada que dá acesso à cidade de Várzea Branca. Uma multidão se formou na funerária onde o corpo chego por volta das 16 horas, na avenida Capitão Manoel Luis.
As pessoas da cidade ainda nem se recuperaram direito do abalo por causa do tiroteio que resultou na morte de dois dos três acusados de assalto aos Correios na última segunda-feira e ocorre mais uma tragédia. Já há moradores dizendo que a cidade está precisando rezar muito e pedir proteção a Deus.
Comenta-se em Anísio de Abreu que já há o nome do suspeito da morte do Celso. Dizem que há alguns dias, Celso e um rapaz chamado João Luís, do bairro Bela Vista, haviam discutido por causa de terra e porque uns animais deste haviam entrado na roça da vítima. Segundo moradores, não se sabe como esses animais foram tratados na roça, mas o dono deles teria feito juras de morte ao proprietário do roçado.

DISPUTA DE DESAFETOS QUASE ACABA EM TRAGÉDIA EM URUOCA-CE.


Hoje em Uruoca por volta das 19 hs no cruzamento das ruas Roberto Olímpio e Projetada III, houve uma tentativa de assassinato, onde o menor conhecido como "Clebim", menor de 17 anos, disparou seis tiros em seu desafeto "Carlim do Heleno" onde o atingiu no peito e que foi levado a Santa Casa de Sobral, não se sabendo ainda da gravidade.
Outros três tiros atingiram Dona Dica, todos de raspão, no ombro, no braço e na perna, o quinto tiro atingiu também seu esposo , Zé Baixim, no ombro mas estão bem, o sexto atingiu uma moto que estava perto.
O jovem Clebim encontra-se foragido até o momento.

MORRE O 8º- PACIENTE CONTAMINADO POR BACTÉRIA NO HOSPITAL DE MESSEJANA EM FORTALEZA-CE.

Morreu o oitavo paciente contaminado com a bactéria Acinetobacter baumannii, no Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM). O homem, que não teve o nome divulgado, tinha cerca de 70 anos e faleceu na última terça-feira, 27. Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) nega que morte tenha relação com este tipo de contaminação.
O paciente estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Cardiopulmonar do Hospital de Messejana. O estado de saúde dele era estável, mas era considerado "preocupante" pelo paciente se encontrar na UTI do hospital.

Morre o 8º paciente contaminado por superbactéria no Hospital de Messejana
Segundo a assessoria de comunicação da Sesa, oito dias antes da morte o paciente não estava mais contaminado pela bactéria. Ele sofria de insuficiência renal e problemas cardíacos, informou a Secretaria.
O homem, que não teve o nome divulgado, tinha cerca de 70 anos. Secretaria de Saúde nega que morte tenha relação com a bactéria
As mortes começaram no início de abril. Segundo Bráulio Matias, médico infectologista e coordenador do Serviço de Controle de Infecção do hospital, as três primeiras mortes ocorreram em abril, nos dias 7, 20 e 29, e a quarta, no dia 1º de maio. Foi quando o hospital começou a tomar medidas para prevenir que outros pacientes não tivessem contato com a bactéria e que ela não se espalhasse pelo local.

FONTES DE ENERGIA.


Conheça como Diferentes Fontes de Energia (TIPOS de Energia) Renováveis ​​e Localidade: Não Renováveis.



A energia eolica E UMA Fonte de Energia Renovável. 
A energia eolica E UMA Fonte de Energia Renovável.
Como Fontes de Energia de São importancia fundamental los especial na Atual Sociedade Capitalista. Essas substancias, APOS Serem submetidas a hum Processo de Transformação, proporcionam Energia parágrafo O Homem cozinhar SEUS Alimentos, aquecer e Iluminar o Ambiente, etc
Contudo, FOI com o Advento das Revoluções Industriais, juntamente com uma intensificação do Processo de Urbanização, Opaco uma utilização das Fontes Energéticas Teve hum aumento Extraordinário.O Atual Modelo Capitalista E Altamente dela dependente de Recursos Energéticos de para o funcionamento das Máquinas Industriais e Agrícolas;OS Automóveis also necessitam de Combustíveis de para se deslocarem; ea urbanização aumentou a DEMANDA de Eletricidade.
Diante Cenário Desse, o Consumo de Energia aumentou de forma significativa, Fato Que temperatura Gerado Grandes Problemas socioambientais. ISSO o Porque a maioria das Fontes utilizadas E de Origem fóssil (Carvão, gás natural, Petróleo), é Sua Queima Libera VÁRIOS gases responsáveis ​​Pela Poluição atmosférica, a efeito estufa, Contaminação dos Recursos Hídricos, Entre OUTROS Fatores nocivos AO Meio Ambiente.
Outro Aspecto Negativo E that essas Fontes Localidade: Não São Renováveis, OU SEJA, ELAS se esgotarão da Natureza. Segundo Estimativas da Agência Internacional de Energia (AIE), Caso se mantenha uma mídia de Consumo das ÚLTIMAS Décadas, como Reservas de Petróleo e Gás Natural Irão se esgotar EM 100 anos e como de Carvão, EM 200 Anos.