sexta-feira, 19 de junho de 2015

MAIS UM CASO DE ESTUPRO NO PIAUÍ: SINDICALISTA MORRE DEPOIS DE SER ABUSADA SEXUALMENTE.

A sindicalista Raimunda de Sousa Leite, de 58 anos,foi abusada sexualmente no município de Valença,no Piauí.
O corpo da mulher foi encontrado as da PI-120 que liga os municípios de Valença à Pimenteiras. 
Mutilada e  graves ferimentos, ela foi atendida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), e acabou sendo encaminhada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 
Ao retornar ao município de Valença, a vítima apresentou uma hemorragia e voltou a ser internada no Hospital Regional da, onde morreu.
O principal suspeito é um homem identificado como Cícero da Oliveira, que já tem passagens pela polícia e responde por dois roubos.
O mesmo será indiciado pelos crimes de estupro e feminicídio. Fonte:

Fonte:O OLHO

USUCAPIÃO EM CARTÓRIO, NOVIDADE A PARTIR DE 2016.

Entre as mudanças que serão trazidas pelo novo Código de Processo Civil (CPC), que passa a vigorar em 2016, uma que é extremamente interessante é a que diz respeito ao usucapião extrajudicial, ou seja, fora da Justiça, em cartório.
O usucapião de imóvel é uma forma de adquirir a propriedade deste, por exercer sobre ele posse prolongada e ininterrupta por certo prazo, estabelecido em lei (varia de 5 a 15 anos, a depender do caso).
A comprovação disso é tradicionalmente realizada na justiça e o longo prazo de duração desse tipo de processo é uma marca característica dele. A partir do ano que vem, será possível ter uma opção além do Poder Judiciário, que é a via cartorária.
O novo Código, através do artigo 1.071, permite que o pedido de usucapião seja realizado perante o Cartório de Registro de Imóveis da comarca em que o bem estiver situado, com acompanhamento de um advogado ou um defensor público.
O pedido deve ser fundamentado e acompanhado de certos documentos:

GRAVE DENÚNCIA CONTRA A MATERNIDADE DO HOSPITAL SANTA CASA DE SOBRAL-CE.

Nossa equipe de reportagem recebeu via whatsapp uma grave denúncia da maternidade do hospital Santa Casa de Sobral.

Veja na íntegra a denúncia enviada ao Blog

"Gente venho através desse mostrar minha indignação com um fato que ocorreu hoje a tarde na santa casa de misericórdia de Sobral.Quero que todos tomem conhecimento do que acontece com as gestantes e recém nascidos ale dentro se e que n acontece nas outras alas,o fato e que minha sobrinha estava internada depois de uma cesariana bem complicada.Minha esposa estava lá com ela como acompanhante todos as mães que lá estava reclamavam do mal tratamento que aquelas que se dizem profissionais de saúde com todas. Bem o gato e que ao receber alta daquela unidade de saúde minha sobrinha de 17 anos e minha esposa passaram por um grande constrangimento, perguntada se poderia trocar a criança que já estava de alta lá fora no corredor isso mesmo no corredor onde nos esperávamos por ela para que ajudassemos pois a mesma era inexperiente pois e seu primeiro filho a reposta foi n até aí eu entedo q lá fora n era o local apropriado a minha sobrinha entrou e minha esposa ficou esperando na porta .minha sobrinha perguntou pediu q ela a ajudasse a trocar a criança a mesma de nome                         foi altamente rude cm a garota perguntando pq q ela tinha feito a criança se n sabia nem limpar perguntou quem ia cuidar da bebê e chamou a criança de chorona e cagona virou a criança de uma vez só que veio a bater com a cabeça no berço e minha mulher falou q ia denúncia lá, ela fez Foi mandar ela denunciar. Ali ta um caus pode chegar e perguntar são todos as q ficam no setor chamado de canguru... Será que vocês podem mim ajudar ou mim dar alguma orientação em o que fazer sobre isso o que aconteceu. Muito obrigado."

Fonte: Sobral 24 horas c/ Vc Repórter