quinta-feira, 19 de abril de 2012

FUNAI ALERTA PARA RISCO DE GENOCÍDIO DE ÍNDIOS ISOLADOS NO ACRE.



Indígenas brasileiros | Foto: Gleison Miranda/Funai/Survival
Avanço da exploração entre o Brasil e o Peru
pode levar a genocídio entre índios da região
O avanço da exploração econômica na fronteira entre o Brasil e o Peru ameaça causar um genocídio entre índios que vivem isolados na região, segundo organizações indígenas e indigenistas ouvidas pela BBC Brasil.
Estimados em algumas centenas pelo escritório da Funai (Fundação Nacional do Índio) em Rio Branco (AC), esses índios – em sua maioria falantes das línguas pano e aruak – vivem nas cabeceiras de rios na fronteira, atravessando-a livremente.
No entanto, segundo indigenistas, a exploração de madeira e o tráfico de drogas estão deslocando esses povos, que, em contato com outras populações (indígenas ou não), poderão ser dizimados por doenças ou confrontos armados.
"Notamos que há mudanças nas rotas dos isolados, que têm avançado além dos espaços que costumavam frequentar, por conta da pressão que sofrem do lado peruano", diz a coordenadora da Funai em Rio Branco, Maria Evanízia dos Santos.
"Índios contatados estão preocupados, e muitas aldeias se mudaram por conta da proximidade, para evitar confrontos".
O quadro, diz Santos, se agravará caso obras planejadas por governantes locais saiam do papel. Há planos de construir uma estrada entre as cidades peruanas de Puerto Esperanza e Iñapari, margeando a fronteira com o Brasil, e de fazer uma rodovia ou uma ferrovia entre Cruzeiro do Sul (AC) e Pucallpa, no Peru. Ambas as obras cruzariam territórios de índios isolados.
"Se eles forem espremidos, vão para cima dos manchineri da TI (Terra Indígena) Mamoadate, que vão se defender. Como há histórico de conflitos, não é leviano falar em risco de genocídio", diz o coordenador-substituto da Funai em Rio Branco, Juan Scalia.
O termo também é citado por indígenas peruanos: "Se a estrada de Puerto Esperanza a Iñapari sair, haverá um genocídio", afirma Jaime Corisepa, presidente da Federação Nativa do Rio Madre de Dios e Afluentes (Fenamad), principal movimento indígena do Departamento (Estado) de Madre de Dios.

Risco de conflitos

As pressões sofridas por índios isolados no território peruano e seus possíveis efeitos no Brasil já fizeram com que o presidente da Funai, Márcio Meira, procurasse a embaixada do Peru em busca de providências. Paralelamente, movimentos como a Comissão Pró-Índio do Acre (CPI-Acre) têm promovido encontros com índios brasileiros contatados para conscientizá-los sobre as ameaças sofridas pelos isolados e desencorajar conflitos.
"Eles percebem que os isolados estão vivendo o tempo das correrias de seus avós, que fugiam dos empresários da seringa", diz Marcela Vecchione, consultora da CPI-Acre. Ela se refere à violência sofrida pelos índios da região durante o ciclo da borracha, entre o fim do século 19 e início do 20.
Acredita-se que os índios isolados sejam remanescentes de grupos massacrados e perseguidos durante aquele período. Com o declínio da extração de borracha, eles voltaram a seus territórios.
"Sabemos que eles estão bem, têm comida suficiente e vivem em malocas bem cuidadas", diz Santos, da Funai, citando informações colhidas em expedições do órgão. Numa delas, em março de 2010, um avião sobrevoou uma aldeia de índios isolados, que atiraram flechas contra a aeronave. As fotos estamparam jornais do mundo todo.

Encontros

Embora a expressão índios isolados possa sugerir grupos que vivam completamente alheios ao mundo exterior, há numerosos relatos de encontros entre essas populações e índios contatados, bem como de encontros entre índios isolados e não-indígenas que habitam o entorno de seus territórios.
Muitos desses encontros resultaram em conflitos, o que rendeu aos isolados o apelido de "índios brabos" na região. Em 1986 e 1987, segundo relato do sertanista da Funai José Carlos Meirelles, o acirramento dos conflitos levou índios kaxinawá e ashaninka contatados a pedirem que o governo "amansasse os brabos".
Em resposta, a Funai criou em 1988 o Departamento de Índios Isolados, cuja missão é proteger esses povos sem promover nenhuma relação. Desde então, a política da Funai estabelece que só haverá contato com esses indígenas se eles desejarem.
No entanto, têm se tornado cada vez mais constantes os relatos da presença de índios isolados em áreas ocupadas por indígenas contatados ou comunidades de agricultores e pescadores.
Em informativo publicado em dezembro de 2010 pela CPI-Acre, indígenas e ribeirinhos entrevistados dizem que índios isolados furtaram seus pertences, como roupas, utensílios domésticos e ferramentas. Os saques, segundo o informe, têm sido especialmente frequentes no município de Jordão (AC). Um deles, em 2009, ocorreu em vilarejo a cinco horas de caminhada da sede da prefeitura.
Também na publicação da CPI-Acre, Getúlio Kaxinawá, um dos principais líderes indígenas do rio Jordão, relata a morte de um "brabo" por caçadores não-índios, em 2000. "Sei também que em maio de 1996 os brabos mataram duas mulheres lá na colocação Tabocal (…), a dona Maria das Dores (47 anos) e sua filha Aldeniza (13 anos). A filha, atingida por várias flechadas, uma delas na garganta, morreu nessa colocação e a mãe, com uma flechada na barriga, só morreu quase dois meses depois num hospital de Rio Branco".
Kaxinawá relata ainda um ataque dos "brabos" que resultou na morte do dono de um seringal, em 1997, e de ofensiva empreendida pelo grupo contra uma comunidade de não-índios: "Cercaram a sede do (seringal) Alegria, fazendo muito medo a todos os moradores de lá. Eles também cercaram e flecharam uma escola lá no alto Tarauacá e depois a maioria dos moradores se retirou de lá por causa da vingança dos brabos".

Exploração de petróleo

Além das ameaças impostas pelas estradas, por madeireiros e traficantes, ONGs alertam para os riscos da exploração petrolífera na região fronteiriça. No lado peruano, vários lotes já foram cedidos a empresas privadas para a prospecção dos bens.
A ONG Survival International afirma que o governo peruano está permitindo que as empresas avancem sobre territórios de índios isolados, violando diretriz da ONU que defende a proteção dessas áreas.
A organização diz que, em 1980, ações semelhantes provocaram a morte de quase metade dos membros do povo nahua. À época, funcionários da Shell abriram caminhos na terra indígena em que a comunidade vivia isolada, disseminando doenças entre seus integrantes, segundo a ONG.
Também há preocupações quanto à exploração de petróleo e gás do lado brasileiro. A Agência Nacional do Petróleo (ANP) deve concluir neste ano testes sísmicos para avaliar a viabilidade de extrair os recursos.fonte BBC Brasil/camocim belo mar blog

PM PRENDE SETE SUSPEITOS DE ROUBO DE MOTOCICLETAS NO INTERIOR DO CEARÁ.



Operação 'dança da motinha' recuperou nove motos roubadas, diz PM.
Durante perseguição, carro da polícia capotou e policiais se feriram.

D
Durante perseguição, uma viatura da Polícia Militar capotou e quatro policiais ficaram feridos. (Foto: Reprodução / TV Verdes Mares)Durante perseguição, uma viatura da Polícia Militar
capotou e quatro policiais ficaram feridos.
(Foto: Reprodução / TV Verdes Mares)
A Polícia Militar de Juazeiro do Norteprendeu na tarde desta quinta-feira (19) sete homens suspeitos de roubar e vender motocicletas roubadas na região do Cariri, no Sul do Ceará. Além das prisões, os policiais recuperaram nove motos roubadas.
Durante perseguição a um suspeito de conduzir um veículo roubado, uma viatura da Polícia Militar capotou e quatro policiais ficaram feridos. O capitão da Polícia Militar Zivaldo Rodrigues chegou a ficar a preso a ferragens.
O acidente ocorreu em estrada carroçável na zona rural de Lavras da Mangabeira, na região do Cariri. Os policiais foram socorridos e levados ao Hospital Regional do Cariri. De acordo com o hospital, três soldados da PM tiveram ferimentos leves. O capitão Zivaldo Rodrigues contundiu um braço e teve escoriações leves.
Segundo a Polícia Militar, o carro usado na perseguição capotou três vezes e bateu em poste. O suspeito fugiu. A Polícia Militar diz ainda que a operação "dança da motinha" deverá continuar nos próximos dias. A polícia diz ter identificado outros suspeitos de crimes de roubos e receptação de motos roubadas na região.fonte G1 CE/camocim belo mar blog

NA CIDADE NATAL DE ROBERTO CARLOS,IRMÃS TOCAM NOIVOS PELO REI.



Gersy e Leonor dizem que deixaram de casar para seguirem o ídolo.
Roberto Carlos comemora 71 anos nesta quinta-feira (19).

A
12 comentários
Gersy guarda o rádio em que ouviu Roberto Carlos cantar pela primeira vez, aos nove anos (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)Gersy guarda o rádio em que ouviu Roberto Carlos cantar pela primeira vez, aos nove anos (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)
Além do horizonte existe um lugar bonito e tranquilo onde mora Gersy Volpato, 82 anos,conhecida por sua dedicação à carreira de Roberto Carlos. Ela e a irmã, Maria Leonor Volpato, falecida há quatro anos, abriram mão de se casar por amor ao rei. A foto delas está na parede da Casa de Cultura. E também está na parede da casa de dona Gersy, onde ela tem quase um museu particular: a discografia completa, em discos e CDs, coleções de revistas e jornais, ingressos dos shows e muitas fotos. Cachoeiro de Itapemirim faz semana de festas para o rei.
Imagina dizer que já paguei um táxi para o Roberto Carlos"
Gersy Volpato, fã de Roberto Carlos
Para chegar lá, é preciso disposição: a casa fica no distrito de Cobiça, área rural a 7 quilômetros de Cachoeiro de Itapemirim, após um longo caminho pela estrada de chão até chegar à Fazenda Entre Penha. Roberto Carlos está nas paredes, nas gavetas, nos armários e, principalmente, na memória. Dona Gersy conta que ouviu o cantor pela primeira vez no programa infantil da Rádio Cachoeiro, em 1950. Ela e a irmã ficaram encantadas e pediram permissão ao pai para ir assistir.
Irmãs Volpato se dedicaram a acompanhar carreira de Roberto Carlos (Foto: Reprodução/ Amanda Monteiro)Irmãs Volpato se dedicaram a acompanhar carreira
do rei (Foto: Reprodução/ Amanda Monteiro)
"A gente ia a pé até Cachoeiro, são mais de duas horas de caminhada, para assistir ele cantar no rádio. Ele tinha nove anos de idade! Todo domingo, nossa rotina era acordar bem cedo e ir para Cachoeiro. O programa começava às 10h. A gente se arrumava na casa da minha tia, que morava na cidade, e corria para a rádio para ver o Robertinho", conta.
Gersy conta que, muitas vezes, Roberto Carlos saía do programa e ia ver os jogos do Estrela do Norte, time de futebol da cidade. "E a gente ia atrás, acompanhá-lo no estádio Mário Monteiro, para ver futebol", lembra.
Quando Roberto Carlos foi para o Rio de Janeiro, as irmãs se programaram para ir ver sua estreia na rádio carioca. "Na volta, nós íamos para São Cristóvão e ele também. Decidimos dividir um táxi, mas Roberto ficou com vergonha porque não tinha dinheiro. Nós pagamos o táxi. Ele estava bem no início da carreira, tadinho. Imagina, hoje, eu dizer que já paguei um táxi para o Roberto Carlos", ri da lembrança.
Revista autografada por Roberto Carlos emoldurada na parede de dona Gersy (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)Revista autografada por Roberto Carlos na parede
(Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)
Na coleção, emoldurado na parede, está o ingresso do primeiro show de "Roberto Carlos Braga", motivo de orgulho para dona Gersy. E também uma peça rara: uma revista de rádio autografada, com dedicatória. "Ninguém acreditava que ele fosse dar autógrafo para a gente. Mas ele sempre nos tratou com muita atenção e com muito carinho. Éramos conhecidas como 'as irmãs Volpato'", conta.
E a história de não casar por amor a Roberto Carlos? "Foi uma escolha minha e da minha irmã. Mas não porque a gente queria ter algo com ele, nada disso. Escolhemos acompanhá-lo, ir aos shows, aos programas. Daí alguns namorados tinham ciúme, queriam proibir e a gente não aceitava. Então preferimos ficar solteiras. E não me arrependo nem um tiquinho. Até hoje ligo para a rádio para pedir música de Roberto Carlos", afirma Gersy.
Comerciante namorou e casou com 'ajuda' das músicas do reiA namoradinha não era do amigo, mas José Carlos Scandiani a amava loucamente. Tanto que se empenhou para escrever as letras das músicas de Roberto Carlos e enviar por carta à sua amada.
"Nasci, cresci, namorei e casei ouvindo Roberto Carlos. Tocava na rádio e eu adorava. Comprei os discos. Quando comecei a namorar, queria mandar as letras das músicas por carta, para minha namorada. Imagina o trabalho que eu tinha: ouvia um pedaço, parava a agulha do disco, anotava, voltava a tocar, parava e anotava. Era difícil encontrar o ponto, levava bastante tempo até conseguir escrever a música inteira. Mas deu certo. Namoramos, casamos e estamos juntos até hoje", diz.
A coleção de discos e fitas de Roberto Carlos chama atenção na vitrine e no interior da loja de sapatos de José Carlos, no centro de Cachoeiro. O cantor está na decoração do estabelecimento e até no papel de parede do computador. Mas José Carlos afirma que é só uma forma de externar sua admiração. "Já tentaram compar, mas não vendo. Todas as músicas dele têm um pedaço de mim", conta.
Até hoje, aos domingos, o comerciante tem um ritual de tirar o domingo para ouvir as músicas de Roberto Carlos. "Entro no carro e ouço bem. Vou selecionando as músicas, é um tempo meu. Não enjoo, é música que faz parte de mim. Levo Roberto Carlos para onde vou", afirma.
Na semana de aniversário do cantor, José Carlos deixou mensagem de parabéns na vitrine da loja e colocou uma caixa de som tocando as músicas de Roberto Carlos para os clientes.
Discos e fitas de Roberto carlos decoram a loja de sapatos de José Carlos, em Cachoeiro (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)Discos e fitas de Roberto carlos decoram a loja de sapatos de José Carlos, em Cachoeiro (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)fonte G1 ES/camocim belo mar blog

PARAQUEDISTAS FICAM ENROSCADOS A DOIS MIL METROS DE ALTURA.



Eles tentavam quebrar recorde de formação com paraquedas abertos.
Durante quase um minuto eles ficaram enroscados e em queda livre. 


8 comentários
A tentativa da quebra do próprio recorde colocou dois paraquedistas, um deles deBauru, SP, em sério risco. Eles se enroscaram no céu a cerca de dois mil metros de altura. O susto ocorreu no último domingo (15) em Piracicaba.
Nove paraquedistas participavam do evento. Eles deveriam formar no céu, com os equipamentos abertos, uma figura que lembra um diamante (veja o vídeo). Eles já tinham feito a formação no sábado (14) e quebrado o recorde brasileiro.
Um movimento não deu certo e os dois atletas se enroscaram e iniciaram uma queda livre. "Quando a gente estava iniciando a formação o tecido do paraquedas de um dos colegas, que era o terceiro na formação, enroscou no meu corpo e eu não conseguia me soltar. O primeiro passo nesses casos é é fazer a comunicação, passar para os companheiros o que está acontecendo", explica o paraquedista Guilherme Augusto Silvério Assis, que tem 10 anos de experiência. 

O momento de tensão durou mais de um minuto. Um dos atletas conseguiu liberar o paraquedas principal e acionar o equipamento auxiliar. O segundo precisou usar a faca de segurança para se livrar das cordas que o enroscavam. "Apesar do susto, a gente está preparado para esses problemas, em formação em conjunto sempre existe o risco de enroscar e nós somos treinados para essa situação", completa.
Depois do susto, os dois atletas conseguiram pousar em segurança. "Quando a gente chega no chão que conseguimos respirar fundo e percerber o risco que corremos. Mas, essas situações acontecem e o diferencial é a gente estar preparado. Foi a primeira vez que participei de uma tentativa de recorde em uma formação em grupo e foi uma grande experiência. Espero que tenha outras", finaliza Guilherme.
 fonte G1 bauru sp/camocim belo mar blog

FESTIVAL DE MÚSICA DO CEARÁ DIVULGA SELECIONADOS ETAPA ELIMINATORIA.



Festival de música da Assembleia Legislativa selecionou 36 músicas.
Final será realizada no dia 26 de maio e vencedor leva R$ 10 mil.

D

A curadoria do festival de música da Assembleia Legislativa do Ceará anunciou nesta quarta-feira (18) as 36 canções classificadas para as seis etapas eliminatórios da competição.
O festival recebeu 436 inscrições e as eliminatórias devem começar a partir da próxima semana com final marcada para o dia 26 de maio no centro cultural do parlamento cearense.
Os 12 artistas classificados para a final vão participar das gravações de um CD e um DVD.
Segundo a produção do festival, os vencedores escolhidos pela banca de especialistas devem ser premiados R$ 10 mil, R$ 7 mil e R$ 5 mil em dinheiro; e o cantor indicado pela banca de jurados e o candidato do júri popular receberão R$ 3 mil cada. Confira a relação das músicas classificadas na página do festival.fonte G1CE/camocim belo mar blog

ASSEMBLEIA DO CEARÁ APROVA 'FICHA LIMPA PARA OS CARGOS PÚBLICOS ESTADUAIS.



Projeto foi aprovado em plenário no fim da manhã desta quinta-feira (19)
PEC recebeu um substitutivo do deputado Antônio Carlos (PT-CE).

D
O presidente da AL, deputado Roberto Cláudio (PSB), disse que a PEC coloca a Assembleia na “vanguarda dos princípios modernos da administração pública” (Foto: Paulo Rocha/AL-CE)Presidente Roberto Cláudio (e), disse que a PEC
coloca a Assembleia na “vanguarda dos princípios
modernos da administração pública”
(Foto: Paulo Rocha/AL-CE)
A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou nesta quinta-feira (19) por unanimidade a emenda constitucional que veta a nomeação de ''fichas sujas'' para cargos públicos comissionados nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário no estado do Ceará. A emenda se estende a nomeações para o Ministério Público, tribunal de contas estadual e municipal e a listas tríplices submetidas ao Executivo. O projeto havia sido aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) na tarde desta quarta-feira (18), como proposta do deputado estadual Heitor Ferrer (PDT-CE).
Quando estava na comissão, a PEC recebeu um substitutivo do líder do governo, o deputado Antônio Carlos (PT-CE), que também teve parecer favorável. Segundo o legislador, o substitutivo amplia os efeitos da PEC no Ceará, ao proibir também a indicação de pessoas condenadas por tribunais colegiados, como o Tribunal de Justiça, o Ministério Público e os tribunais de contas dos Municípios e do Estado.
Alguns deputados cearenses já haviam tentado votar a PEC no estado, mas a iniciativa recebeu parecer contrário do procurador da Casa, Reno Ximenes, devido ao questionamento à lei federal, que estava sendo analisado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). “Como o STF já decidiu pela constitucionalidade da PEC federal, o procurador mudou seu parecer e pudemos votar a proposta”, explicou o líder governista. Para o deputado Antônio Carlos, a aprovação da emenda pode se tornar “um momento histórico para o Ceará, que será pioneiro na ampliação da Lei da Ficha Limpa à esfera estadual”.
No parecer emitido pelo procurador da Assembleia Legislativa do Ceará Reno Ximenes, ficam barrados de assumir cargos comissionados ou secretarias qualquer pessoa com condenação transitada em julgado, ou seja, em que não cabe mais recurso. No entanto, para casos de crimes contra a administração pública, não há necessidade de haver condenação transitada em julgado, segundo o deputado Heitor Férrer. Para estes casos, a condenação dos tribunais colegiados vale como barreira para a nomeação.
Com relação aos concursados, o autor da PEC, Heitor Férrer, explica que havia colocado proibições para que estes não assumissem os cargos, mas o ponto foi suprimido pelo procurador da Assembleia, alegando que se tratava de outra esfera. "Isso tem de constar nos editais dos concursos", explicou Heitor. No entanto, tais concursados "ficha suja" serão barrados pela lei, caso sejam indicados para cargos comissionados, por exemplo.
Além disso, a Ficha Limpa pode abranger indicações para os tribunais de contas do estado e dos municípios, listas para escolha de reitores das universidades públicas estaduais e serve como critérios para promoções de juízes e promotores de Justiça.
A proposta da Ficha Limpa estadual no Ceará estava parada na Assembleia Legislativa há um ano e meio. A procuradoria da Assembleia chegou a classificar a proposta como inconstitucional em fevereiro deste ano. A procuradoria deu novo parecer após o Supremo Tribunal Federal considerar constitucional barrar "fichas sujas" em cargos comissionados.
Em 21 de março, a Assembleia Legislativa de São Paulo também aprovou a ficha limpa estadual, que deve proibir que fichas sujas assumam cargos nominativos.fonte G1 CE/camocim belo mar blog

SP, RJ E DF OFERECEM MAIS DE 13,5EMPREGOS.ACHE O SEU.

SP, RJ e DF oferecem mais de
13,5 mil empregos. Ache o seu

Patrão oferece salário de até R$ 5.000. Há chances para todas as escolaridades.
Responsáveis por concentrar a geração de empregos no Brasil, as capitais São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília recrutam para 13,5 mil chances de trabalho nesta semana.

As oportunidades estão disponíveis para todas as escolaridades. Há boas ofertas para quem possui escolaridade básica, como é o caso de uma vaga oferecida em São Paulo para mecânico de ar-condicionado e refrigeração. O salário é de R$ 2.500 e os requisitos são ensino fundamental completo e seis meses de experiência na função.

A capital paulista concentra a maior parte das ofertas, com 8.496 postos de trabalho. A remuneração chega a R$ 5.000 (a maior oferecida nas três capitais nessa semana), para duas vagas de engenheiro civil. Os profissionais devem ter experiência de pelo menos seis meses.

Os candidatos devem cadastrar os currículos nos postos de atendimento do CAT (Centro de Apoio ao Trabalho) e do CST (Centro de Solidariedade ao Trabalhador). Veja os endereços abaixo.


O Estado do Rio de Janeiro possui 4.887 oportunidades nesta semana, de acordo com levantamento obtido nas Secretarias Estadual e Municipal de Trabalho e do CAT-RJ (Central de Apoio ao Trabalhador).

Há postos de trabalho para auxiliar de produção, pintor de paredes e auxiliar de cozinha. Na região do médio Paraíba, há 183 vagas, com oportunidades para administradores e dentistas. Na baixada litorânea, os trabalhadores têm 858 opções, entre elas, para serventes, auxiliares de escritório e pedreiros.

Já em Brasília, há 140 vagas oferecidas pela Secretaria de Trabalho do Distrito Federal, distribuídas em diversas profissões, com salários variando entre R$ 622 e R$ 1.200. A maioria das vagas é para pessoas sem experiência profissional comprovada.

Para a remuneração de R$ 1.200, há quatro vagas para técnico de ar condicionado, que exige experiência mínima de seis meses e um diploma de ensino fundamental.

Onde encontrar as vagas: No caso de São Paulo, o CST (Centro de Solidariedade ao Trabalhador), vinculado a diversos sindicatos, e o CAT (Centro de Apoio ao Trabalho) fazem a intermediação das vagas com os trabalhadores. É preciso levar RG, CPF, carteira de trabalho e o número do PIS/PASEP/NIS/NIT (se não tiver, é cadastrado na hora). Confira onde deixar o seu currículo:

CST

CST Liberdade
Rua Galvão Bueno, 782

CST Santo Amaro
Rua Barão do Rio Branco, 864

CST Pirituba
Av. Cabo Adão Pereira, 387

CST Capão Redondo
Estrada de Itapecerica, 3.770

CAT

CAT São Miguel Paulista
Avenida Imperador, 1900

CAT Santana
Rua Voluntários da Pátria, 1.553

CAT Lapa I
Rua Monteiro de Melo, 342

CAT Interlagos
Avenida Interlagos, 6.122

CAT Jabaquara
Avenida Eng. Armando de Arruda Pereira, 2.314

CAT Parelheiros
Rua Sadamu Inoue, 5.252

Mais endereços: www.prefeitura.sp.gov.br/trabalho./fonte camocim belo mar blog

SARGENTO PERDE BRAÇO APÓS TIRO ACIDENTAL DE TANQUE DE GUERRA EM RR.

Disparo ocorreu na passagem de comando do 12º Esquadrão de Cavalaria.
Viatura Blindada de Reconhecimento estava com munição 90mm de festim.

Fachada da Brigada de Infantaria de Selva, em Boa Vista (Foto: Reprodução/TV Roraima)Fachada da Brigada de Infantaria de Selva, em Boa
Vista (Foto: Reprodução/TV Roraima)
O sargento Petrônio Vieira Crisóstomo perdeu o braço esquerdo após ser atingido por um disparo acidental de um blindado de guerra - que estava com munição de festim -, na manhã desta quarta-feira (18), em Boa Vista. O acidente aconteceu durante a cerimônia de passagem de comando do 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, em Roraima.
No momento do acidente, o major Diego Paim, comandante anterior, passava o cargo para o major Sérgio Firmino. O comando da 1ª Brigada de Infantaria de Selva divulgou nota lamentando o ocorrido.
Segundo o documento, o sargento estava no interior do blindado e foi atingido por um disparo acidental do canhão de 90 milímetros do veículo. "A munição de salva (festim), provocou grave lesão no seu braço esquerdo e a sua consequente amputação. O sargento encontra-se hospitalizado e não corre risco de morrer."
O Exército informou ainda que as providências periciais e administrativas foram adotadas e  um Inquérito Policial Militar foi instaurado para apurar a causa do acidente. A família do militar está recebendo apoio necessário, segundo a corporação.fonte G1 SP/camocim belo mar blog

HOMEM ENGOLE DROGA,E PASSA MAL EM VOO E AVIÃO FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA EM FORTALEZA-CE.

Voo iria a Bahia e foi desviado para Fortaleza após homem passar mal.
Suspeito está em hospital tomando laxante para expelir cocaína.


Um passageiro com droga no estômago passou mal durante um voo e o avião em que viajava teve que fazer um pouso de emergência em Fortaleza, de acordo com a Polícia Federal no Ceará. O suspeito está internado no Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF) desde domingo (15) e passa bem, segundo o hospital.
Segundo a Polícia Federal, o voo iria a Salvador, na Bahia, e teve que ser desviado quando o suspeito sofria espasmos no avião. De acordo com o IJF, o paciente foi recebido com sacos de cocaína no estômago. Um dos sacos estourou e a droga entrou na circulação sanguínea do paciente. A identidade do suspeito não foi revelada pela Polícia Federal.
Ainda de acordo com o IJF, o paciente está tomando laxante para expelir de forma natural a droga. Uma parte da cocaína ainda se encontrava no estômago do suspeito. O paciente correu risco de morrer, mas já teve melhora.
O suspeito está internado sob escolta policial e deve ser encaminhado à Superintendência da Polícia Federal no Ceará quando receber alta hospitalar e responderá por tráfico interestadual de drogas. A Polícia Federal não revelou a identidade do suspeito.fonte G1 CE/camocim belo mar blog

SERVIDOR DA ELETROBRAS MORRE ELETROCUTA NO INTERIOR DO PIAUÍ.


Um funcionário da Control, empresa tercerizada que presta serviços à Eletrobras, morreu eletrocutado na manhã desta quarta-feira (18), na localidade Tanque dos Batistas, zona rural de Jaicós.
A vítima, identificada por Ataneal Carvalho, de apenas 23 anos, religava a energia do Posto de Saúde quando sofreu a descarga. Segundo relatos de testemunhas, vítima usava todos os equipamentos de segurança e foi atingido por uma rede de alta tensão que passa a menos de um metro ao poste onde ele executava o serviço.

FORTALEZA REGISTRA DOIS CRIMES DE 'SIDINHA BANCARIA' NETA QUARTA-FEIRA.

Um dos clientes de banco teve roubado o valor de R$ 58 mil.
São nove crimes do tipo registrados em Fortaleza nas últimas 24 horas.

A
A polícia registrou em Fortaleza mais dois crimes de "saidinha bancária" na tarde desta quarta-feira (18), segundo o comandante Polícia Militar no Ceará, Werisleik Matias. Nas últimas 24 horas, foram nove crimes do gênero.
Segundo o comandante da Polícia Militar, um dos crimes ocorreu no Bairro Montese, na tarde desta quarta-feira. O cliente havia sacado o valor de R$ 2 mil, foi perseguido por dois homens do banco até próximo à residência dele, onde foi abordado.
O outro cliente teve roubado a quantia de R$ 58 mil após sacar o dinheiro na sede do Bradesco no Bairro Aldeota, por volta de 16h.
Na tarde de terça-feira (17), houve sete crimes de saidinhas bancárias no intervalo de três horas, de acordo com a a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). Na terça-feira, os sete crimes somados roubaram o valor de R$ 36 mil.
Além das duas saidinhas, ocorreu também nesta tarde um crime de roubo a pessoa no Centro de Fortaleza, segundo o comandante da Polícia Militar. Um homem teve R$ 4.500 roubado próximo a um banco. O crime, no entanto, não se configura como saidinha bancária, de acordo com Werisleik Matias.fonte g1 ce/camocim belo mar blog

CEARÁ CEDE EMPATE NO FIM E PARANÁ SE CLASSIFICA NA COPA DO BRASIL.

Vovô bem que tentou e até jogou melhor no segundo tempo. Mas uma falha da zaga já nos acréscimos, fez com que o Ceará deixasse a competição

Por GLOBOESPORTE.COM Fortaleza
O Ceará bem que tentou, mas não conseguiu se classificar para a próxima fase da Copa do Brasil. O Vovô empatou em 1 a 1 com o Paraná, em partida realizada no Estádio Dorival de Britto, em Curitiba. Rogerinho que perdeu o pai nesta quarta-feira fez o gol do Vovô, aos 25 minutos da etapa final, após receber belo lançamento. Já o Paraná empatou o jogo nos acréscimos, aos 45 minutos, com Douglas aproveitando de uma falha da zaga alvinegra.
Bons lances para os dois lados
A partida iniciou com ambas as equipes indo para o ataque. Só que o primeiro a chegar com perigo foi os donos da casa. Logo aos dois minutos, boa triangulação do ataque do tricolor e Nilson foi derrubado dentro da área, mas o árbitro André Luiz de Freitas Castro mandou o lance seguir. A torcida foi a loucura. Instantes depois, bela descida do Paraná. Quando Luisinho ia dominar a bola, Potiguar fez falta feia por trás no jogador e o árbitro marcou falta. Wendell cobrou e Fernando Henrique fez a defesa.
O Ceará acordou aos 12 minutos. Rogerinho partiu para o ataque e rolou na medida para Mota. O camisa 9 dominou e mandou um chutaço. Goleiro Luís Carlos atento fez intervenção milagrosa. Dez minutos depois, Mota outra vez. Após cobrança de escanteio de Rogerinho, Mota cabeceou no cantinho e Luís Carlos defendeu com maestria evitando o primeiro gol do jogo. Nervorso e reclamando muito da arbitragem de André Luiz de Freitas Castro, o treinador Paulo César Gusmão foi expulso de campo.
O Paraná não assustou muito. Explorou só as jogadas aéreas e chutes de longe. Já no finalzinho, aos 40, o melhor momento do Paraná. A bola sobrou limpa para Luisinho que demorou para chutar e Thiego fez o corte. Luisinho perdeu um gol incrível para desespero do técnico Ricardinho.
Rogerinho marca, mas Ceará permite empate no fim do jogo
O Ceará voltou bem melhor para a etapa final. Logo aos quatro minutos, depois de um bate-rebate dentro da pequena área do Paraná, Mota chutou e a bola bateu na mão de um dos defensores do tricolor. O árbitro não quis nem saber e mandou seguir para desespero de todos do Vovô.
Tocando mais a bola, o Ceará chegava fácil na defesa do Paraná. Aos 12, em uma bobeira da zaga do Paraná, a redonda sobrou para Mota que não dominou e perdeu grande chance de abrir o marcador para o alvinegro. O tricolor paranaense errava passes e explorava só lançamentos de longa distância tentando pegar a defesa do Ceará desprevenida. Não deu certo. A cada minuto era o Vovô que crescia no jogo. Aos 22, Felipe Azevedo chutou colocado e Luís Carlos fez bela defesa.
O primeiro lance de perigo dos donos da casa só ocorreu aos 24. Nilson de cabeça mandou na trave e no rebote Thiego fez o corte. Para azar no Paraná, no contra-ataque do Vovô, Rogerinho recebe lançamento e na saída do goleiro do tricolor mandou a bola para o fundo das redes de Luís Carlos. Paraná Clube 0 x 1 Ceará. O meia do Ceará levantou as mãos para o céu e dedicou o gol para o seu pai que faleceu na manhã desta quarta-feira.
Aí com o gol tomado, o desespero do Paraná foi total. O Ceará só cadenciava a partida e saía muito bem nos contra-ataques principalmente com o lateral-direito Apodi. A torcida local ainda acreditava e não parava de incentivar o time da casa. A fé era tamanha que empolgada com um possível empate, a torcida ligou sinalizadores e com o excesso de fumaça dentro de campo obrigou o árbitro André Luiz de Freitas Castro a paralisar a partida.
De volta ao jogo, depois de de três minutos, acontece o gol de empate do Paraná. Douglas Tanque aproveitou falha do setor defensivo do Ceará e mandou para o fundo das redes do goleiro Fernando Henrique. O Vovô bem que tentou, porém não tinha mais tempo. Paraná Clube 1 x 1 Ceará.fonte G1 CE/camocim belo mar blog