quarta-feira, 6 de março de 2013

APARTAMENTO DE CHORÃO ESTAVA REVIRADO E CHEIO DE SANGUE.



Carro do IML deixa o prédio com o corpo do vocalista Foto: Bruno Santos / Terra
Carro do IML deixa o prédio com o corpo do vocalista


O apartamento de Chorão, integrante do Charlie Brown Jr. que foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira (6), estava completamente revirado e com muito sangue, afirmou o delegado Itagiba Franco. do DHPP (Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa). Segundo ele, o local estava bastante depredado, muito provavelmente pelo próprio Chorão. 
Havia sangue no interruptor de luz, nas paredes e no chão, além de muitas garrafas de bebidas alcoólicas. O vocalista estava com um machucado na mão, que parecia ter sido causado por um forte soco desferido. Vizinhos afirmaram terem escutado um barulho de algo quebrando no apartamento de Chorão, por volta da 1h.
O delegado preferiu não entrar em detalhes sobre um possível uso de substâncias, já que o inquérito acabou de ser iniciado, mas contou que Chorão tomava remédios e parecia estar em depressão, possivelmente por problemas com a família e a mulher.

MENINO DE PIRACICABA SONHA REVER O PAI ANTES DE OPERAR CÂNCER NO OUVIDO



Danilo Silva luta contra a doença há três anos e não vê o pai há seis anos.
Nova cirurgia está marcada para a próxima semana em Ribeirão Preto, SP.


Avó pede ajuda para menino de 12 anos de Piracicaba  ver pai antes de cirurgia (Foto: Fernanda Zanetti/G1)Danilo Moraes Silva, de 12 anos, vive com a mãe e a avó (foto) em Piracicaba  (Foto: Fernanda Zanetti/G1)
Danilo Moraes Silva tem apenas 12 anos, mas revela no semblante um sofrimento atípico aos garotos da mesma idade. O olhar triste e o comportamento cabisbaixo resultam de uma luta contra um câncer no ouvido que já se arrasta há três anos. Na próxima semana, o menino de poucas palavras que vive em Piracicaba (SP) com a mãe e a avó deve se submeter a uma nova operação, a terceira desde que a doença apareceu.
E Danilo tem apenas um pedido a fazer: rever o pai, com quem não tem contato desde os seis anos de idade, antes de entrar novamente em um centro cirúgico. “Meu neto acha que não vai sobreviver, por isso pede para vê-lo”, relatou a avó do garoto, Leoni de Lima Favaro, de 61 anos. Ela afirmou que o pai de Danilo foi embora há seis anos e a família não sabe onde encontrá-lo.

LADRÕES ARMADOS ASSALTAM MOTEL E FAZEM REFÉNS EM CONTAGEM, EM MG.



PM disse que 2 suspeitos entraram pela portaria e outros 2 pularam muro.
Criminosos levaram carro, motocicleta e R$ 900 do motel e dos funcionários.


Homens armados assaltaram e renderam funcionários de um motel, no fim da noite desta terça-feira (5), no bairro Beatriz, emContagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Imagens do circuito de segurança registraram a ação dos ladrões. O estabelecimento fica na Via Expressa e, de acordo com a Polícia Militar, dois suspeitos  entraram pela portaria e outros dois pularam o muro dos fundos.
No escritório, pegaram o dinheiro do caixa e, ao perceber que estavam sendo filmados, tentaram desativar o sistema. Eles chegaram a pegar um DVD onde pensavam que as imagens ficariam armazenadas, mas as câmeras continuaram registrando o roubo.

'ESTÁ DIFÍCIL DE SAIR' DIZ DOM RAYMUNDO SOBRE DATA DE CONCLAVE.



Cardeais realizam nesta quarta-feira (6) 4ª congregação.
Cinco eleitores do conclave ainda não chegaram ao VaticanoOs cardeais da Igreja Católica, que têm se reunido todos os dias desde o início da semana, enfrentam dificuldades para definir a data de início do conclave que escolherá o novo Papa após a renúncia de Bento XVI. "Essa data está difícil de sair", disse o brasileiro Dom Raymundo Damasceno, arcebispo de Aparecida, nesta quarta-feira (6) ao dirigir-se para mais um encontro. "Espero que comece no dia 11. Estou com saudades de Aparecida", afirmou.

Damasceno, que é presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), estava acompanhado de Dom Geraldo Majella, arcebispo emérito de Salvador, e Dom Odilo Scherer, cardeal arcebispo de São Paulo. Eles seguiam para a quarta reunião de cardeais.  No terceiro encontro, realizado na terça-feira, foi enviado um telegrama em agradecimento ao Papa Emérito.
dom odilo dom geraldo dom damasceno (Foto: Juliana Cardilli/G1)Dom Raymundo Damasceno, Dom Geraldo Majella e Dom Odilo Scherer  (Foto: Juliana Cardilli/G1)
Capela fechada
A Capela Sistina, onde acontecerá o conclave, fechou suas portas à visitação de turistas na terça para se preparar para a eleição secreta.

CIDADE NA VENEZUELA TEM PROTESTOS APÓS MORTE DE CHÁVEZ.



Barracas e pedaços de trilhos foram jogados nas ruas de Chacao.
Boatos sobre grupos motorizados armados assustam moradores.


70 comentários
Manifestantes protestam em Chacao após morte de Hugo Chávez (Foto: Leo Campos)Manifestantes protestam em Chacao após morte de Hugo Chávez (Foto: Leo Campos)
Alguns protestos foram realizados na noite desta terça-feira (5) no município Chacao, em Caracas, reduto forte de oposição na Venezuela. Por volta das 20h locais (18h30 no horário de Brasília), um grupo mobilizado com bandeiras e palavras de ordem a favor de Chávez lançou colchões, barracas e pedaços de trilhos de alumínio nas ruas, que até algumas horas antes pertenciam a um grupo de estudantes que protestavam do governo venezuelano.
Os alunos realizaram, por volta de uma semana, protestos contra o governo de gerenciamento de informações da Venezuela, sobre a saúde de Hugo Chávez, e foram acorrentados. De acordo com o jornal local "El Universal", os jovens demonstraram fora da Gerência Executiva da Magistratura (DEM) que foram violentamente expulsos da instituição.

VOCALISTA DO CHARLIE BROWN JR É ENCONTRADO MORTO EM SP.



Chorão estava no apartamento onde morava, em Pinheiros.
Causa da morte ainda não foi divulgada.

O vocalista da banda Charlie Brown Jr, Alexandre Magno Abrão, o Chorão, foi encontrado morto em seu apartamento na Rua Morás, em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (6). Ele tinha 42 anos.
Chorão foi encontrado desacordado pelo seu motorista, que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A unidade de resgate constatou que ele já estava morto. A Polícia Militar disse ter recebido um chamado às 5h18 para "verificação de morte natural em um apartamento". Chorão morava no oitavo andar do edifício.