segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

MOTORISTA FURA BLOQUEIO E AGRIDE UMA AGENTE DE TRÂNSITO,EM MANAUS.


Agressão ocorreu no fim da tarde desta segunda-feira (30).
Agente atingida por soco registrou o caso no 3º Distrito Integrado de Polícia.

Do G1 AM/camocim belo mar blog

Agente foi agredida com um soco na face (Foto: Arquivo Pessoal)Agente foi agredida na face (Foto: Arquivo Pessoal)
Um homem ainda não identificado é suspeito de agredir com um soco uma agente de trânsito. A agressão ocorreu no fim da tarde desta segunda-feira (30), após ele ter furado um bloqueio de sinalização na Av. General Rodrigo Otávio, Bairro Japiim, Zona Sul de Manaus. Segundo a agente, casos de agressão verbal contra profissionais que trabalham nas ruas é comum.  
Segundo o gerente de fiscalização da área Sul do Manaustrans, Daniel Carvalho, todas as tardes, durante o horário de pico, é montado uma ‘esquerda livre’ na área próxima à feira do Japiim. “Ele não respeitou o bloqueio e quando percebeu que a agente anotou a placa, voltou e a agrediu com o soco”, afirmou Carvalho.

COM LESÕES NO CÉREBRO SCHUMACHER SEGUE EM COMA.


Médicos do hospital em que o heptacampeão está internado na França afirmam que, se não fosse o capacete, o alemão não teria resistido ao acidente de esqui

Por Grenoble, França/camocim belo mar blog
Michael Schumacher hospital coletiva (Foto: AFP)Médicos e porta-voz do hospital atualizam o quadro de saúde de Schumacher, ainda grave (Foto: AFP)
Internado neste domingo após sofrer um grave acidente de esqui em Méribel, na França, Michael Schumacher segue em estado extremamente crítico. Na manhã desta segunda-feira (horário de Brasília), médicos e um porta-voz do Centro Hospitalar Universitário de Grenoble, no qual o heptacampeão mundial da Fórmula 1 está internado, concederam entrevista coletiva para esclarecer o quadro do ex-piloto. Após negarem a realização de uma segunda cirurgia, noticiada pela imprensa internacional, os especialistas revelaram que o alemão será mantido em coma induzido.

APÓS DIA DE FORTE CALOR,CHUVA DEIXA CIDADE DO RIO DE JANEIRO EM ESTADO DE ATENÇÃO.


  • Na Baixada Fluminense, o Rio Pavuna está em alerta máximo
  • No Rio, bairros das zonas Norte e Oeste são os mais atingidos

Raios atingem a cidade do Rio no início da noite desta segunda Foto: Foto do leitor Marcos Estrella / Eu-Repórter
Raios atingem a cidade do Rio no início da noite desta segunda Foto do leitor Marcos Estrella / Eu-Repórter
RIO — Depois de um dia de calor com máxima de 38,5 graus e sensação térmica de 49 graus, a cidade do Rio entrou em estágio de atenção devido a pancadas de chuva. Na Baixada Fluminense, o Rio Pavuna, que corta a cidade de São João de Meriti, está em alerta máximo. Segundo o sistema de alerta de cheias do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), isso significa que o nível atingiu 80% do nível de transbordamento. Por volta de 20h30m, chovia forte na região dos rios Sarapuí, em Mesquita, e no Capivari, que atravessa os municípios de Duque de Caxias. Em uma hora, o acumulado de chuva chegou a 42,4mm no primeiro e 40,4 no segundo, diz o Inea.
Por volta de 20h, chovia forte em Anchieta, que acumulava 10,8mm de água em uma hora, e na Grota Funda, com acúmulo de 10,6mm de água no mesmo intervalo. Também havia chuva moderada em Irajá, com acúmulo de 3,8mm em uma hora e em Madureira, com 5mm em igual período. Por volta das 22h, o temporal perdeu força, mas ainda havia registro de chuva forte na Barrinha e Riocentro, na Zona Oeste, e moderada no Grajaú, Ilha do Governador, Penha e outros 11 pontos da cidade, segundo a prefeitura.A mudança para o estado de atenção na cidade do Rio ocorreu primeiro para a Bacia da Baía da Guanabara, às 19h45m, mas logo foi estendida para as bacias da Baía de Sepetiba, Jacarepaguá e Zona Sul, abrangendo, assim, todas as regiões da cidade. Segundo o Centro de Operações da prefeitura, núcleos de chuva que se deslocaram da Baixada Fluminense em direção ao município, atingindo, principalmente, os bairros das zonas Norte e Oeste. O estágio de atenção é o segundo nível em uma escala de quatro e significa a chance de chuva moderada, ocasionalmente forte, nas próximas horas.

HOMEM PERDE A MÃO AO TENTAR EXPLODIR CAIXA ELETRÔNICO EM GO.


Um homem perdeu a mão direita na madrugada deste domingo (15) ao tentar usar explosivos para destruir um caixa eletrônico da agência do Bradesco em Marzagão, a 195 quilômetros de Goiânia. Edimar Rosa dos Santos, 42 anos, chegou à cidade com comparsas e foi surpreendido pela falha do artefato que explodiu quando ele voltava ao carro para troca-lo. Além de perder a mão, ele foi atingido por estilhaços na perna e no rosto e corre o risco de ficar cego. O equipamento bancário ficou intacto.
De acordo com a Polícia Militar, Edimar saiu gritando pelas ruas deixando marcas de sangue. Ele chegou a gritar o nome de um farmacêutico diante do estabelecimento, demonstrando que já conhecia a localidade. Sem sucesso, foi atendido no hospital local. Uma enfermeira, desconfiada do estado do paciente, acionou a PM que àquela altura já estava diante da agência bancária.

PETROBRAS DESTINA MAIS DE R$ 110 MILHÕES PARA PRESERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DA AMAZÔNIA NO BRASIL.

 da Agência Brasil/camocim belo mar blog

Rio de Janeiro - Nos últimos seis anos, os investimentos da Petrobras destinados a projetos sociais e ambientais no bioma amazônico atingiram R$ 110,8 milhões – o que viabilizou a proteção de 28 espécies de animais nativos.
No período, foram beneficiadas mais de 110 mil pessoas envolvendo 124 projetos, que ganharam apoio para desenvolver atividades de educação ambiental e geração de renda. No total, a empresa investiu R$ 1,9 bilhão em projetos ambientais e sociais em todo o país.
A estatal destaca, entre os projetos que vêm sendo implementados na região, o de Conservação de Vertebrados Aquáticos Amazônicos (Aquavert), o Pacto das Águas e o Encauchados Vegetais da Amazônia, que utiliza uma técnica tradicional para impermeabilizar fibras vegetais com uso do látex da árvore do caucho.
O Projeto Aquavert, desenvolvido pelo Instituto Mamirauá, tem como objetivo a conservação e o monitoramento de espécies nativas ameaçadas de extinção, nas reservas de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá e Amanã, na região do Médio Solimões, no Amazonas, abrangendo uma área de mais de 3 milhões de hectares. Cada hectare corresponde, aproximadamente, a um campo de futebol.