sexta-feira, 16 de maio de 2014

萬全日星期日2014年5月18日。

   聖約翰我,選舉彼得的繼承者

聖教會今天裁決只有兩年半的時間。他被選為教皇在523。出生在托斯卡納,佛羅倫薩,在五世紀的佛羅倫薩到羅馬,並成為一個牧師,一個紅衣主教牧師。與教皇去世,他被選為彼得的繼任者。

標誌著教會了許多田園作品,是先導,以格里高利聖詠和許多教堂的恢復,但他的目標,因為教皇是確認的兄弟的信念;毫無疑問,是靈魂的救恩的服務。

教皇約翰·我住一個漫長而複雜的政治,宗教背景。誰統治在意大利是狄奧多里克,阿里安的基督徒,也就是,是不是忠實於天主教教義,但基督教說。此外,還有Derek和賈斯汀之間的衝突;皇帝和兩個相撞。面對這一複雜的情況下,受害者是教皇約翰一世,誰的任務是迫於狄奧多里克。從來沒有一個教皇已經離開意大利;他是第一個。

該任務沒有提出上訴,因為德里克希望教皇是一個雅利安消息的代言人,通過經濟和政治利益。但是我們知道那是什麼這個聖潔的人,基督的教會的最高權力機構,並沒有失去它的和平,而不是失去了對神的順服。成為聖潔的衝突之中。

A SANTA MISSA DESTE DOMINGO DIA 18 DE MAIO DE 2014.

 São João I, eleito o sucessor de Pedro
O santo de hoje governou a Igreja por apenas dois anos e meio. Foi eleito Papa em 523. Nasceu na Toscana, Florência, no século V. De Florência foi para Roma e tornou-se um sacerdote, um presbítero cardeal. Com a morte do Papa, ele foi eleito o sucessor de Pedro.
Marcou a Igreja com muitos trabalhos pastorais, foi o precursor do canto gregoriano e da restauração de muitas igrejas, mas o objetivo dele como Papa, foi de confirmar a fé dos irmãos; sem dúvida nenhuma, era o serviço da salvação das almas.
Papa João I viveu num tempo e contexto político-religioso complexo. Quem reinava na Itália era Teodorico, um cristão ariano, ou seja, não era fiel à doutrina católica, mas se dizia cristão. Por outro lado, existia um conflito entre Teodorico e Justino; e os dois imperadores se chocavam. No meio deste contexto complexo, a vítima foi o Papa João I, que foi forçado por Teodorico a uma missão. Nunca um Papa tinha saído da Itália; ele foi o primeiro.
A missão não agradou, porque Teodorico queria que o Papa fosse o porta-voz de uma mensagem ariana, por interesses econômicos e políticos. Mas o que podemos perceber é que este homem santo, autoridade máxima da Igreja de Cristo, não perdeu sua paz, não perdeu sua obediência a Deus. Tornou-se santo em meio aos conflitos.
Ele viveu uma vida de oração, uma vida penitencial, oferecendo e sempre buscando ser dócil à vontade de Deus. Papa João I, por causa do ódio de Teodorico, foi aprisionado para morrer de fome e de sede. Foi mártir.
Hoje, podemos recordar este Pastor da Igreja como o pastor que, a exemplo de Cristo, deu a vida pelo rebanho.
São João I, rogai por nós!

PM USA BOMBAS DE GÁS E DISPERSA MANIFESTAÇÃO CONTRA A COPA DO MUNDO EM SÃO PAULO.


O protesto foi organizado pelo Comitê Popular da Copa em São Paulo e faz parte do Dia Internacional de Lutas contra a Copa
A Polícia Militar (PM) usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar protesto contra os gastos da Copa do Mundo na noite de hoje (15), na capital paulista. O tumulto começou quando parte dos manifestantes começou a fazer pichações e tentou invadir uma loja. Após a ação policial, o ato se dividiu em vários grupos.

 (Nelson Almeida/AFP Photo)


Alguns seguiram o trajeto previsto e foram em direção ao Estádio do Pacaembu. Outros foram em direção à Rua Augusta, onde atearam fogo a sacos de lixo para fazer barricadas. Lojas e agências bancárias foram depredadas. A PM deteve sete pessoas suspeitas de danos ao patrimônio.

Os manifestantes começaram a se concentrar às 17h na Praça do Ciclista, na Avenida Paulista. Os manifestantes ficaram no local por cerca de duas horas, antes de saírem em passeata pela Rua da Consolação, onde o tumulto teve início. Antes que a caminhada começasse, a PM informou ter detido 20 pessoas, que, segundo a corporação, portavam coquetéis-molotovs e martelos. Segundo a PM, o ato começou com 1,2 mil pessoas, acompanhadas por 500 policiais.

O protesto foi organizado pelo Comitê Popular da Copa em São Paulo e faz parte do Dia Internacional de Lutas contra a Copa. Participaram do ato movimentos de luta por moradia, partidos políticos e movimentos estudantis, além de pessoas que compareceram espontaneamente ao local.

Integrante do comitê, Marina Mattar explicou que a manifestação não é contra o evento esportivo. Segundo ela, o protesto busca dar visibilidade às violações de direitos humanos durante os preparativos para a Copa. “A questão não é se vai ter Copa. Já terá a Copa. Nosso objetivo é que a gente conquiste alguns direitos que a Copa ajudou a usurpar”, declarou.

Antes do início da passeata, os militantes projetaram, na lateral de um edifício na Avenida Paulista, os valores gastos na organização do evento e o nome de operários que morreram em obras de construção de estádios. “As mortes têm muita ligação com a situação da construção civil no Brasil. A precarização do trabalho pela terceirização, pela quarteirização. Ninguém tem responsabilidade”, ressaltou o militante do Comitê Popular da Copa, Thiago Rosa.

17 MESES E R$ 13 MILHÕES DEPOIS, ACABA A HISTÓRIA MAIS EMOCIONANTE DO ANO.


A morte do garoto Stephen Sutton, 19 anos, emocionou o mundo. Vítima de um câncer incurável, ele decidiu arrecadar uma pequena fortuna depois que recebeu o diagnóstico

Diagnosticado com um tipo incurável de câncer no intestino, o jovem Stephen Sutton, de 19 anos, não poderia imaginar que a luta para realizar várias metas antes de morrer seria acompanhada por tanta gente. A notícia da morte do rapaz, na quarta-feira (14/5), chegou pelo Facebook, em um post de 800 mil curtidas e 200 mil compartilhamentos escrito pela mãe, na página Stephen’s Story.

A popularidade foi consequência da iniciativa do jovem, que, ao ver a morte como próxima e inevitável, resolveu aproveitar cada um dos últimos dias de vida. Em um ano e cinco meses, Stephen realizou mais que muitos rapazes da idade dele. Ao todo, cumpriu 34 das 46 metas que estabeleceu para antes de morrer: escreveu um livro, saltou de paraquedas, organizou festas, assistiu a um jogo de futebol no estádio de Wembley, viajou na primeira classe, fez uma tatuagem, ganhou seis prêmios e um milhão de seguidores.

História de Stephen Sutton foi acompanhada por mais de um milhão de internautas (Reprodução/Youtube)
História de Stephen Sutton foi acompanhada por mais de um milhão de internautas


O maior feito, porém, veio da primeira meta: arrecadar fundos para uma instituição que cuida de adolescentes com câncer. Ao todo, Stephen conseguiu levantar 3,6 milhões de libras – o equivalente a R$ 13,6 milhões – em uma página da internet. Mais de 160 mil internautas colaboraram com a causa, que rendeu a Stephen o título de jovem mais inspirador de 2013.

A história chegou ao fim com o recado da família: “Nós todos sabemos que ele nunca será esquecido e seu espírito viverá para sempre em tudo o que ele alcançou e dividiu com tantas pessoas”. Todas essas pessoas incluem o primeiro ministro britânico, David Cameron, que lamentou a morte em sua conta no Twitter. “Seu espírito de bravura e caridade serviram de inspiração para todos”, escreveu o político.

ESCRIVÃ DO PIAUÍ É ASSASSINADA NO MARANHÃO POR PRESO QUE PRESTAVA DEPOIMENTO.


Escrivã do Piauí é assassinada no MA por preso que prestava depoimento
A escrivã piauiense Loane Maranhão da Silva Thé foi assassinada a facadas na manhã de quinta-feira no momento em que tomava depoimento de um preso chamado Francisco Alves Costa, na Delegacia da Mulher de Caxias (MA).
O delegado regional de Caxias, Celso Álvares Rocha, informou que Loane Maranhão da Silva Thé chamou o preso Francisco Alves Costa para prestar depoimento e no momento em que estavam sozinhos golpeou com faca a escrivã.
O delegado Celso Álvares Rocha disse que Francisco Alves pegou uma faca entre várias que estavam em cima de uma mesa porque tinham sido apreendidas em operações policiais.
"Não se sabe ao certo, mas tinham várias armas brancas numa mesa junto com os procedimentos. Acreditamos que ele tenha pego uma das facas", falou o delegado Celso Álvares.
Segundo ele, uma investigadora da Delegacia da Mulher correu para a sala ao ouvir os gritos de Loane Thé e também foi golpeada no abdômen.
Francisco Alves da Costa trabalha como gari na Prefeitura de Caxias e havia sido intimado a prestar depoimento sob acusação de estuprar as filhas de 17 e 20 anos.
"Não sabemos o que motivou isso. Antes dessa acusação, nada havia contra ele. Ele é funcionário público da Prefeitura. Depois do fato, ele fugiu e a polícia fez buscas e conseguiu prende-lo", acrescentou Celso Álvares.