quinta-feira, 27 de novembro de 2014

CABO SABINO ATRIBUI DEMISSÃO DA PMCE À PERSEGUIÇÃO POLÍTICA.

O ex-policial militar e deputado federal eleito Cabo Sabino (PR) enviou nota à imprensa na qual apresenta sua versão sobre sua demissão dos quadros da PM, em janeiro de 2013. Segundo os autos, na ocasião, o então policial militar teria praticado transgressões disciplinares de natureza grave, tendo, durante manifestação promovida pela Associação dos Profissionais de Segurança Pública do Ceará (Aprospec), proferido palavras depreciativas ao Comando da Polícia Militar, ao secretário de Segurança Pública e ao governador do Estado, Cid Gomes (Pros). Cabo Sabino também ameaçou deflagração de greve, ato legalmente proibido aos militares.

Nessa quarta-feira (26), o presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, suspendeu, liminar que determinava a reintegração do cabo à corporação.

Em nota, o agora deputado federal eleito atribuiu sua demissão à perseguição política, uma vez que nunca ‘roubou’, ‘matou’ ou ‘cometeu atos de improbidade administrativa’. O ex-policial garante que apenas lutou por “direitos e garantias tantas vezes negadas aos militares estaduais por esse governo, bem como por uma segurança pública de qualidade ao povo cearense”. 

HÁ 70 DIAS QUE AS UNIVERSIDADES ESTADUAIS DO CEARÁ ESTÃO EM GREVES.

Além de outros pontos, Uece, Uva e Urca reivindicam concursos públicos para suprir carência de servidores efetivos
Servidores da Uece, da Urca e da Uva reivindicam promoção de concursos públicos para suprir carência de efetivos

Servidores da Universidade Estadual do Ceará (Uece), da Universidade Vale do Acaraú (UVA) e da Universidade Regional do Cariri (Urca) estão em greve há exatos 70 dias e não têm previsão de encerramento da paralisação. Dentre as reivindicações da categoria está a promoção de concursos públicos para professores efetivos e para técnicos-administrativos.

Há carência de mais de 600 professores nas três universidades, revela o presidente do Sindicato dos Docentes da Uece (Sinduece), Célio Ribeiro Coutinho. Os dois últimos concursos públicos para seleçãode novos docentes, ele lembra, ocorreram em 2006 e 2009. 

'COM O PÉ DIREITO' VIRA 'COLUNA FALADA', COM CRÔNICAS LIDAS PARA A TV O DIA.

Ler para o outro e ajudá-lo a fazer descobertas em meio às palavras é o objetivo da titular da coluna, a editora executiva do DIA, Karla Rondon Prado

RICARDO SCHOTT
Rio - A leitura abre portas que nunca mais serão fechadas. Mas, para quem estiver com preguiça de abri-las, a editora executiva do DIA Karla Rondon Prado dá uma forcinha e leva para o vídeo suas crônicas sobre a simplicidade com a estreia da ‘Coluna Falada’, amanhã, na TV O DIA , doDia Online . Ler para o outro e ajudá-lo a fazer descobertas em meio às palavras é o objetivo da titular da coluna ‘Com o Pé Direito’, publicada toda quarta-feira. 
Karla Prado na Biblioteca Parque Estadual, onde a ‘Coluna Falada’ é gravada
Foto:  Carlos Mancuso

Nessa primeira, a jornalista lê a crônica ‘Ser Mãe’. O texto, segundo a autora, teve grande repercussão, principalmente quando publicou trechos em sua página no Facebook. O espaço virtual, em pouco mais de dois meses, já tem 9 mil seguidores.
“Acho que ninguém pontua melhor um texto do que seu próprio autor, por isso ter um artigo lido por quem o escreveu ajuda a formar cenários, ver cenas e captar seus sentimentos”, diz Karla, despertada para as crônicas por textos como os de Antonio Candido, que falava delas como escritas por quem anda nas ruas,“pega o miúdo e mostra nele sua grandeza”. “Tenho o hábito de ler desde a adolescência, dos tempos em que fiz teatro e interpretava poesias.”

SARGENTO DA MARINHA É PRESO COM ARSENAL DE ARMAS E MUNIÇÃO DE TRÁFICO NO RIO DE JANEIRO.


Na garagem do militar estavam dez fuzis, duas metralhadoras, nove pistolas e mais de 20 mil balas de diferentes calibres

FLAVIO ARAÚJO
Rio - O desdobramento de investigação do tráfico de drogas no Complexo do São Carlos, no Estácio, levou agentes da 6ª DP (Cidade Nova) a estourar um arsenal da facção Amigos dos Amigos (ADA) na casa de sargento da Marinha no Ponto Chic, em Padre Miguel. Num fundo falso, na garagem do imóvel, foram encontrados dez fuzis, duas metralhadoras, duas submetralhadoras, nove pistolas, além de cerca de 20 mil projéteis de vários calibres.
Preso em flagrante, Jerônimo Ronaldo Severino Pereira, de 42 anos, disse que, afundado em dívidas, resolveu guardar o armamento, usado por traficantes da Vila Vintém. Ronaldo chorou muito durante a prisão ao perceber que a carreira de 21 anos na Marinha havia virado pó.
“Ele escondia as armas e munição cada vez que a polícia fazia incursão na favela. Ninguém poderia imaginar que o paiol estaria na casa de um militar. O material estava em ótimo estado, com uma fina camada de óleo, pronto para ser usado, ou seja, guardado de forma profissional, o que nos leva a crer que ele, com os conhecimentos que tem, poderia também fazer a manutenção do armamento”, detalhou o delegado da 6ª DP, Antenor Lopes.
Na garagem de sua casa, em Padre Miguel, foram encontrados 10 fuzis, duas metralhadoras, nove pistolas e mais de 20 mil balas de diferentes calibres
Foto:  Uanderson Fernandes / Agência O Dia
Ronaldo fazia o serviço de guarda do paiol há mais de um ano, segundo as investigações. Agora, a polícia quer saber se ele desviava armamento da Marinha. “Vamos enviar um ofício às Forças Armadas para, após a perícia, identificar se alguma arma ou munição saiu de lá”. 
Outro detalhe que a investigação quer esclarecer é se o sargento treinava traficantes na montagem, limpeza ou operação das armas, duas delas com silenciadores e equipamentos sofisticados. “As investigações continuam para chegar aos traficantes e esclarecer essas dúvidas”, adiantou Antenor Lopes.
Ronaldo foi indiciado por porte ilegal de arma e associação para o tráfico de drogas. Com ele também foi apreendido dinheiro. As armas e balas estavam em tonéis de plástico, o que as protegia da umidade do buraco na garagem da casa na Rua Irerê. “Dívidas de jogo, com bebidas e noitadas, teriam levado ele a aceitar a proposta de traficantes”, relatou o delegado. 
Com os lucros ilícitos, Ronaldo havia montado, recentemente, no bairro em que morava, uma loja de roupas, o que também chamou a atenção da polícia para a movimentação financeira dele, que tinha o salário quase todo descontado em empréstimos bancários.

MÉXICO ENCONTRA 11 CORPOS DECAPITADOS EM LOCAL ONDE ESTUDANTES DESAPARECERAM.

Mídia local divulgou fotos em que cadáveres estavam parcialmente queimados

REUTERS/cbm


México encontra onze corpos decapitados ao lado de uma estrada
Cidade do México - Onze corpos, a maioria deles decapitados, foram encontrados nesta quinta-feira ao lado de uma estrada no Estado de Guerrero, sul do México, mesma região em que 43 alunos foram sequestrados e supostamente massacrados há dois meses, um caso que provocou protestos generalizados em todo o país.
Alguns dos corpos estavam sem camisa e foram parcialmente queimados, segundo fotos publicadas pela mídia local.
Promotores de Guerrero disseram que o caso ocorreu em Chilapa, aldeia que fica no caminho da escola rural de Ayotzinapa, onde estudavam os jovens desaparecidos e onde há poucos dias foi encontrado o corpo de um padre de Uganda entre restos humanos achados em meio à busca pelos alunos.
Nesta parte do Estado, um dos mais pobres do México, duas quadrilhas de crime organizado conhecidas como Los Rojos e Los Ardillos, ambas derivadas da separação do cartel outrora poderoso dos Beltrán Leyva, levaram a violência na região a níveis sem precedentes.

A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR: CAMOCIM-CE AINDA AGUENTA A PREFEITA MONICA POR MAIS 2 ANOS


Por Wagner Monteiro

Como o camocinense tem memória fraca, tomei a liberdade de fazer um resumo de alguns fatos que marcaram o início da administração da Prefeita Monica, e também o início da decadência da cidade. Vou começar pelas farras: 

- Farra do combustível. 
- Farra da publicidade. 
- Farra do oxigênio.
- Farra do frango.
- Farra dos aluguéis dos carros.
- Farra do aluguel dos imóveis.
- Farra dos urubus na Beira Mar.
- Farra das lavagens dos carros
- Falta de pagamento dos conselheiros tutelares. 
- Falta de pagamento dos comissionados do mês de dezembro de 2012.
- Falta do abono dos professores.
- Falta de agentes comunitários
- Falta de remédios nos postos de saúde e na farmácia do município-
-Falta de merenda e carteiras nas Escolas.
-Falta de diálogo com o sindicato APEOC 
- Corte inexplicável do auxílio de insalubridade dos profissionais da saúde. 
- Motoristas do municípios com salários atrasados. 
- Aumento da conta de água 
- Aumento absurdo no IPTU. 
- Comerciantes fechando as portas. 

CHAMADAS COM NÚMEROS NÃO IDENTIFICADOS PODEM SER PROIBIDAS NO BRASIL.

Quem nunca passou uma raiva com um número não identificado ligando direto? Se você não, com certeza, alguém que você conhece já foi uma vítima desse recurso. 

Entretanto, temos ótimas notícias para todos os usuários de smartphones e ramais com identificação: Os números anônimos podem estar com os dias contados! 


Essa foi uma das pautas da reunião realizada nesta terça-feira, 25, pela CCT (Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática) do Senado, que abordou não a obrigatoriedade de todas as chamadas telefônicas serem devidamente identificadas, como também alguns outros projetos. 

'A JOVEM DO TEST-DRIVE' ROUBOU ÓCULOS E É PRESA NO NORTE DO PARANÁ.


Segundo Polícia Civil, garota estava em uma padaria de São João do Ivaí.
Ela estava foragida após ter roubado um óculos de R$ 736 em Curitiba.

Do G1 PR/CBM
Fabiana estava em uma padaria quando foi presa pela Polícia Civil (Foto: Divulgação/Polícia Civil)Fabiana estava em uma padaria quando foi presa pela
Polícia Civil (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
A jovem suspeita de roubar óculos de grau no valor de R$ 736, em Curitiba, foi presa em São João do Ivaí, no norte do Paraná, na terça-feira (25). Fabiana Sporh Godk, de 28 anos, que também é bacharel em direito, era considerada foragida da polícia por esse crime. Em 2013 ela foi acusada de ter furtado um carro de uma concessionária na capital paranaense durante a realização de um test-drive e responde em liberdade. A jovem já tem uma condenação por porte ilegal de arma.
Conforme a polícia, Fabiana estava em uma padaria com o filho de seis meses quando foi encontrada por policiais civis de Apucarana, também na região norte. Segundo o delegado José Aparecido Jacovós, na hora da prisão, a jovem estava sem documentos e informou que era moradora de São João do Ivaí. "Nós a reconhecemos porque estávamos com uma foto dela. Ela tentou negar, dizendo outro nome, mas, depois de duas horas de interrogatório confessou que era a menina quem estávamos procurando", detalha Jacovós.
O advogado que representa Fabiana, Igor José Ogar, rebateu a informação da polícia de que a suspeita tenha tentado se passar por outra pessoa. Ogar reconheceu que a cliente levou os óculos da loja em Curitiba, sem efetuar o pagamento, porém, argumenta que não houve dolo.

“Na verdade, a gente está contrapondo os fatos. Houve mesmo o fato, mas sem o dolo de furtar. Ela não ameaçou ninguém (...). Ela tinha dado um sinal e iria efetuar o restante do pagamento posteriormente”, argumentou o advogado. Neste ínterim, a loja registrou o Boletim de Ocorrência (B.O), acrescentou o advogado Ogar.