quarta-feira, 2 de julho de 2014

ARMA ACHADA EM APARTAMENTO DE CASAL FOI USADA EM ASSASSINATO NO RIO DE JANEIRO.


Informação foi divulgada nesta quarta pela Secretaria da Segurança Pública.
Casal de publicitário e advogada é investigado por morte de zelador em SP.

Do G1 São Paulo/CBM
publicitário Eduardo Tadeu Pinto Martins, zelador Jezi Lopes de Souza,  (Foto: Marco Ambrosio/Estadão Conteúdo)Eduardo Martins, preso por morte de zelador
(Foto: Arquivo/Marco Ambrosio/Estadão Conteúdo)
A arma apreendida no apartamento do publicitário Eduardo Martins e da advogada Ieda Cristina Martins, suspeitos de terem matado o zelador Jezi Lopes de Souza na capital paulista no final de maio, foi usada no assassinato do empresário José Jair Farias, em 2005, no Rio de Janeiro, concluiu a Polícia Civil de São Paulo.
A informação foi divulgada nesta quarta-feira (2) pela assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP). Na época do crime, o empresário assassinado era marido de Ieda Cristina.
G1 apurou que peritos do Instituto de Criminalística da Superintendência da Polícia Técnico-Científica de São Paulo comparou um cano de pistola 380 e silenciadores que foram apreendidos no apartamento do casal Martins com três projéteis que mataram Farias, entregues pela polícia do Rio de Janeiro. O exame balístico concluiu que as balas saíram do cano encontrado no apartamento. O corpo da pistola ainda não foi achado.

PF DÁ 3 DIAS PARA ITALIANOS QUE INVADIU GRAMADO NA COPA DEIXAR O PAÍS.


Mario Ferri invadiu gramado em Salvador durante jogo entre Bélgica e EUA.
Se não cumprir a notificação, ele ficará sujeito a ser preso e deportado.

Da TV Globo, em Brasília/CBM
Ficha do italiano Mario Ferri na Interpol (Foto: Reprodução)Ficha do italiano Mario Ferri na Interpol (Foto: Reprodução)
Polícia Federal deve notificar nesta quinta-feira (3) o italiano Mario Ferri, de 27 anos, a deixar o país em três dias – do contrário será preso e deportado.
[Correção: ao ser publicada, esta reportagem reproduziu informação do delegado Luiz Navajas, segundo a qual o italiano já tinha sido notificado. Mas, devido ao feriado nesta quarta na Bahia, isso só acontecerá na quinta (3).]
Nesta terça (1), durante o jogo entre Bélgica e Estados Unidos, pela Copa do Mundo, Ferri entrou na Arena Fonte Nova, em Salvador, em uma cadeira de rodas, simulando ter alguma deficiência. Aos 16min do primeiro tempo, ele se levantou da cadeira, atravessou uma barreira de proteção einvadiu o gramado. Depois, foi contido por seguranças.
A PF recebeu da Interpol (polícia internacional) e da polícia italiana informações sobre os antecedentes de Ferri, que já invadiu gramados ingleses e italianos. Segundo a polícia da Itália, ele está proibido de frequentar estádios nos dois países.
O chefe da Interpol no Brasil, delegado Luiz Navajas, afirmou que Ferri foi preso em flagrante por invasão do gramado da Arena Fonte Nova e por estelionato, já que ele entrou no estádio se passando por um cadeirante. Ele pagou fiança e foi liberado.

JOGOS DA COPA DO MUNDO REGISTRAM 197 DETIDOS POR TUMULTOS E CRIMES NOS ESTÁDIOS.


Chilenos, argentinos e alemães são maioria, aponta levantamento do G1.
Houve briga, drogas e cadeiras quebradas; francês jogou sapato no campo.

Do G1, em São Paulo
Chilenos detidos após invasão ao Maracanã (Foto: Daniel Garcia/AFP)Chilenos detidos após invasão ao Maracanã, no Rio,
em jogo contra a Espanha (Foto: Daniel Garcia/AFP)
Levantamento realizado pelo G1 aponta que, pelo menos, 197 pessoas foram detidas nos estádios nos 56 jogos realizados na primeira fase e nas oitavas de final da Copa do Mundo no Brasil.
Os casos mais comuns foram por invasão, tumulto e briga. A maioria não chegou a ficar presa: foi liberada após uma audiência de conciliação feita no juizado criminal dentro do estádio, na qual o juiz propõe um acordo para a extinção do caso em troca do pagamento de multa ou cestas básicas.

O número foi computado com base em informações dos Tribunais de Justiça estaduais, que possuem juizados especiais criminais (destinados a atuar em problemas envolvendo torcedores) nas arenas das 12 cidades-sedes.
Entre os que chegaram a ser detidos, estão 108 cilenos, 24 argentinos, oito alemães, três colombianos e três argelinos. A França teve dois torcedores presos, mesmo total de México, Holanda e Nigéria. Além disso, outros 11 países (Bolívia, Uruguai, Paraguai, Equador, EUA, Portugal, Austrália, Japão, Croácia, Inglaterra e Polônia) tiveram um torcedor detido. Os demais são brasileiros ou não tiveram a nacionalidade divulgada.

SELEÇÃO BRASILEIRA JÁ ESTÁ EM SOLO CEARENSE PARA JOGAR NO CASTELÃO EM FORTALEZA.


Julio Cesar, herói na classificação contra o Chile, no sábado passado, teve o nome gritado e foi chamado de rei pelos brasileiros. A Seleção entrou rapidamente e a torcida foi contemplada com acenos dos atletas que estavam dentro do ônibus. Depois, dezenas dos torcedores ameaçaram pular a grade que separa o hotel da rua. Pendurados, mostraram bandeiras do Brasil e gritaram: "Ei, Felipão, mostra a Seleção".

FORMIGUEIRO GIGANTE CHAMA A TENÇÃO DA POPULAÇÃO NA AV. JOSÉ BASTOS EM FORTALEZA-CE.

FORMIGAS
Redação Web | CBM

habitação de formigas torna difícil a passagem dos pedestres


Formigueiro
Foto: Renato Bezerra
Um enorme formigueiro está chamando a atenção da população que passa pela Av. José Bastos, no bairro Rodolfo Teófilo. A habitação de formigas está em um canteiro entre as vias e torna difícil a passagem dos pedestres.
Regional III, responsável pelo local, afirma que entrará em contato com a Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização (Emlurb) na quinta-feira (3), através de um ofício, para que o órgão tome as devidas providências. A Regional explica que é sua obrigação verificar o problema, mas que somente a Emlurb pode controlar a situação.

REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA-CE TEVE O MAIOR NÚMERO DE JOVENS ASSASSINADOS NO BRASIL EM 2012.


Segundo a pesquisa, em média, 100 a cada 1.000 jovens com idade entre 19 e 26 anos morreram de forma violenta no Brasil em 2012.

Durante o ano de 2012, 1.294 jovens entre 15 e 29 anos foram assassinados em Fortaleza e Região Metropolitana. O número colocou Fortaleza no topo do ranking de capitais e regiões metropolitanas com maior número de homicídios entre jovens em 2012. No Interior, outros 405 jovens morreram no mesmo ano. Os dados são da pesquisa "Mapa da Violência 2014", divulgados pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais nesta quarta-feira (2).
Em segundo lugar do ranking aparece Salvador, com 1.058 assassinatos entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos em 2012; seguido por São Paulo, com 843; Rio, com 654; e Manaus, com 606.

Segundo a pesquisa, em média, 100 a cada 1.000 jovens com idade entre 19 e 26 anos morreram de forma violenta no Brasil em 2012. A pesquisa considera morte violenta homicídios, suicídios ou acidentes de transporte (que incluem aviões, barcos e acidentes nas vias terrestres de circulação).